quarta-feira, 25 de maio de 2011

Dilma suspende ´kit gay` após protesto da bancada evangélica

Após protestos das bancadas religiosas no Congresso, a presidente Dilma Rousseff determinou nesta quarta-feira (25) a suspensão do "kit anti-homofobia", que estava sendo elaborado pelo Ministério da Educação para distribuição nas escolas, informou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

"O governo entendeu que seria prudente não editar esse material que está sendo preparado no MEC. A presidente decidiu, portanto, a suspensão desse material, assim como de um vídeo que foi produzido por uma ONG - não foi produzido pelo MEC - a partir de uma emenda parlamentar enviada ao MEC", disse o ministro, após reunião com as bancadas evangélica, católica e da família.

Segundo ele, a presidente decidiu ainda que todo material que versar sobre "costumes" terá de passar pelo crivo da coordenação-geral da Presidência e por um amplo debate com a sociedade civil. "O governo se comprometeu daqui para frente que todo material que versará sobre costumes será feito a partir de consultas mais amplas à sociedade", afirmou.

Segundo o ministro, a determinação do governo não é um "recuo" na política de educacional contrária à homofobia "Não se trata de recuo. Se trata de um processo de consulta que o governo passará a fazer, como faz em outros temas também, porque isso é parte vigente da democracia", disse.

De acordo com Carvalho, Dilma vai se reunir nesta semana com os ministros da Educação, Fernando Haddad, e da Saúde, Alexandre Padilha, para tratar do material didático.

"A presidenta vai fazer um diálogo com os ministros para que a gente tome todos os devidos cuidados. Em qualquer área do governo estamos demandando que qualquer material editado passe por um crivo de debate e de discussão e da coordenação da Presidência."

Retaliação suspensa

Diante da decisão de Dilma, o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PR-RJ), que participou da reunião com Carvalho, afirmou que estão suspensas as medidas anunciadas pelas bancadas religiosas em protesto contra o "kit anti-homofobia".

Em reunião, os parlamentares haviam decidido colaborar com a convocação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, para que ele explique sua evolução patrimonial.

O ministro Gilberto Carvalho negou ter pedido que os parlamentares desistissem de trabalhar pela convocação de Palocci diante da decisão da presidente sobre o "kit anti-homofobia".

"Isso é uma posição deles. Nós falamos para eles que, em função desse diálogo, que eles tomassem as atitudes que eles achassem consequentes com esse diálogo. Eles é que decidiram suspender aquelas histórias que eles estavam falando. Não tem toma lá da cá, não", afirmou.

Os deputados também ameaçaram obstruir a pauta da Câmara e abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a contratação pelo MEC da ONG que elaborou a cartilha.

“Ele [Gilberto Carvalho] disse que tem a palavra da presidente da República de que nada do que está no material é de consentimento dela. Mas nós acordamos que ele falará. E nós suspendemos a obstrução e todas as nossas medidas”, afirmou Garotinho.



Fonte: G1

Ministério da Educação teria mentido para Bancada Evangélica e anuncia que não fará alterações no kit gay

O kit como está deve começar a ser distribuido nas escolas a partir do segundo semestre deste ano.

Em ação contra o Kit Gay, a Bancada Evangélica ameaçou uma greve paralisando as votações na Câmara caso ele fosse distribuido. Imediatamente o Ministro da Educação e coordenador da fabricação do projeto anunciou que reavaliaria o “kit anti-homofobia” e teria uma reunião com representantes evangélicos, mas segundo o jornalista e colunista da Veja Reinaldo Azevedo tudo não passou de um blefe.

Uma das principais oposições ao kit seria porque em suas cartilhas teriam conteúdos considerados não próprios para os jovens, como assuntos sobre masturbação, sexo anal e outros temas polêmicos, além dos já comentados vídeos que fariam apologia ao homossexualismo e não contra a homofobia. Como o conteúdo do kit gay é feito por ongs gays internacionais e não pelo MEC, assim que eles consideraram o trabalho terminado deixaram vazar na internet. A cartilha e documentos com o símbolo do MEC caíram rapidamente nas mãos dos deputados e os vídeos do kit gay podem ser visto online.

Para a bancada evangélica o Ministro Fernando Haddad disse que o conteúdo que viram não era do Ministério da Educação, mas em vídeo de 2010 o ex-secretário do MEC confirma o conteúdo, afirma que ele está pronto e que a única dúvida seria se no vídeo sobre as jovens lésbicas apareceria beijo, até onde a lingua poderia ir ou se haveria lingua. O kit como está deve começar a ser distribuido nas escolas a partir do segundo semestre deste ano.

Para confirmar o blefe, o próprio Ministro divulgou ainda na última semana que o Kit Gay não sofrerá alterações. Segundo ele o encontro com a bancada evangélica foi para comunicar que podem dar opinião, mas que isso não quer dizer que ele fará qualquer mudança no projeto do kit feito pelas ONGs Global Alliance for LGBT Education (Gale), uma fundação holandesa; a Pathfinder do Brasil, associada à Pathfinder Iternational, dos EUA; a Reprolatina, entidade brasileira que trabalha em parceria com a Universidade de Michigan, a Ecos – Comunicação em Sexualidade e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

A Bancada Evangélica ainda não anunciou o que irá fazer ou se cumprirá com a promessa de travar as votações na Câmara.

Fonte: Gospel+

Bancada religiosa na Câmara quer a demissão do ministro da educação

Os deputados evangélicos e católicos querem a renúncia ou a demissão do ministro da Educação, Fernando Haddad por causa do kit anti-homofobia do MEC.


Reunidos no final da tarde desta terça-feira, a bancada de evangélicos e católicos da Câmara defenderam a renúncia ou a demissão do ministro da Educação, Fernando Haddad. Os religiosos estão revoltados e acusam Haddad de ter descumprido a palavra a respeito da discussão sobre o material de combate à homofobia nas escolas.

Na semana passada, Haddad reuniu-se com essa bancada , na Câmara, e afirmou que desconhecia o material (três vídeos e material impresso), mas aceitou a indicação de parlamentares desse grupo para participar da discussão sobre esse tipo de material.

No final de semana, o ministro afirmou que teve acesso a esse material e que não entendeu haver os problemas apontados pelos religiosos , que o considerou uma apologia ao homossexualismo e que, ao contrário de seu propósito, estimulava a homofobia. Evangélicos e católicos afirmaram-se que se sentiram traídos e querem a demissão de Haddad.

O líder do PR, Lincoln Portela (MG), da base do governo, apresentou a proposta da demissão, aplaudido pelos 35 parlamentares desse grupo que estava reunido.

- Nossa paciência chegou ao fim com esse ministro. Nós representamos 50 milhões de brasileiros. Não o queremos no ministério. As pessoas só nos amam de duas maneiras: ou nos respeitam ou nos amam - disse Lincoln Portela.

O deputado Garotinho (PSB-RJ), evangélico, chegou a defender a convocação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, como uma forma de atingir Haddad.

- Estamos dando fôlego a esse governo. Nossa decisão precisa ser política. Se eles querem salvar o Palocci, nós queremos salvar a família brasileira. Vamos trazer o ministro e ir a Dilma e exigir que demita o Haddad - disse Garotinho.

Lincoln Portela foi contra a convocação de Palocci e defendeu o ministro no caso do aumento de seu patrimônio a partir de consultorias quando era deputado.

Presente na reunião, o senador Magno Malta (PR-ES), evangélico, ameaçou abandonar a base do governo.

- Se tiver que esticar a corda, vamos esticar. Se tiver que votar contra o governo ou deixar a base, vamos assim decidir. . Esses filmes do Ministério da Educação mostram uma verdadeira academia de homossexuais. Vou fazer um discurso contra o Haddad. Vou bater para sangrar - disse Malta.

Governo quer amenizar insatisfação da bancada evangélica com 'kit gay'

O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) se reuniu hoje com a bancada evangélica da Câmara para tentar amenizar as críticas do grupo contra o Ministério da Educação, por causa do kit anti-homofobia.

Na terça-feira, os deputados evangélicos chegaram a ameaçar o governo com obstrução da pauta, uma CPI para investigar o MEC e colaborar com assinaturas para a convocação do ministro Antonio Palocci (Casa Civil) na Câmara para explicar sua evolução patrimonial.

Segundo o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), que ontem chegou a pedir em plenário a demissão do ministro da Educação, Fernando Haddad, os vídeos e uma cartilha anti-homofobia que circulou pela internet --e pelos quais o MEC não admite autoria-- são um estímulo ao homossexualismo.

"Mostramos ao ministro Gilberto Carvalho que é virulenta a maneira como o material está sendo aplicado", disse o ex-governador do Rio.

Segundo os parlamentares, Carvalho prometeu que o governo irá suspender qualquer distribuição de kits e cartilhas para ouvir as frentes parlamentares evangélica, católica e de defesa da família do Congresso.

Fonte: O Globo e Folha Online

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Pastor do MA deve assumir vaga de Lobão no Senado

Líder da Assembleia de Deus, Heber Waldo (PP), conhecido como Pastor Bel, é segundo suplente de Edison Lobão (PMDB).

A bancada evangélica poderá crescer nos próximos dias no Senado. Heber Waldo Silva Costa, conhecido como Pastor Bel (PP-MA), já discute a sucessão de Lobão Filho (PMDB-MA), internado após um grave acidente de carro na semana passada.

Líder da Assembleia de Deus, Pastor Bel é o segundo suplente de Edison Lobão (PMDB), senador licenciado do cargo para assumir o Ministério de Minas e Energia. O primeiro suplente é Lobão Filho, transferido ontem do Maranhão para o hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Segundo a assessora da família, Lobão Filho deve permanecer em torno de seis meses em recuperação, após fraturar fêmur, um braço e sete costelas no acidente, quando o veículo em que estava foi atingido por uma camionete, perto de São Luís.

O peemedebista se submeteu a uma cirurgia estética para reparar ferimentos no rosto -o acidente lhe rendeu um corte profundo na face.

A posse do pastor será discutida com a família Lobão. A estreia dele na política foi decisão da Assembleia de Deus, diz o cunhado, que se identificou como "o obreiro irmão Samuel".

A ideia inicial da igreja era lançar um candidato próprio ao Senado "para representar o povo de Deus". Depois veio o acordo com a família Lobão, o que permitiu ao pastor a segunda suplência.

Samuel afirma que o pastor, caso assuma a vaga como senador, trabalhará pelas causas bíblicas e endossará campanhas como a do deputado e colega de partido Jair Bolsonaro (PP-RJ).

De acordo com irmão Samuel, o pastor reconhece a união entre homem e mulher como "uma constituinte formada não pelos homens, e sim por Deus". O pastor atua em Poção de Pedras, no interior maranhense.

Fonte: Folha de São Paulo

Polícia prende pastor suspeito de estuprar menina em Manaus

Segundo a Polícia Militar, o pastor foi flagrado por duas outras meninas acariciando a criança e tentando beijá-la em uma das salas da igreja.

O pastor Zacarias Colares, 35, foi preso, na manhã de hoje, suspeito de estuprar uma menina de 10 anos, após a escola dominical infantil da Igreja Congregação Batista no município Manaquiri (a 60 quilômetros a sudoeste de Manaus).

Segundo o policial militar do 7º Grupo de Policiamento Militar cabo Augusto Costa, o pastor foi flagrado por duas outras meninas acariciando a criança e tentando beijá-la em uma das salas da igreja.

A conselheira tutelar do município, Eliana Fernandes, disse que no fim da escola, o pastor pediu à menina que o ajudasse a guardar materiais. “Duas amigas dela entraram na sala, viram o que estava ocorrendo e começaram a gritar”, relatou.

O caso foi registrado no 29º Distrito Policial (29º DP), que fica em Manaquiri. Segundo a delegada Ana Cleta, o pastor vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e deve ficar preso na carceragem do 29º DP, porque o município não possui unidade prisional.

Fonte: D24AM

Igreja de Bruxaria protesta contra série da Rede Globo

Denise de Santis, fundadora da Igreja de Bruxaria e Wicca do Brasil criticou a série "Sagrado", da TV Globo.

"Sagrado", da TV Globo e Futura, no ar desde 2009, está recebendo críticas de Denise de Santis, fundadora da Igreja de Bruxaria e Wicca do Brasil, pela falta de espaço dado à sua religião.

A série conta com representantes do catolicismo, islamismo, protestantismo, afro-brasileiras e o espiritismo, mas não da bruxaria, que tem, segundo números não oficiais, cerca de 700 mil seguidores no país.

Fonte: UOL

Ex-jogador e ex-pastor, Muller hoje passa por dificuldades financeira

Longe dos gramados, o antigo atleta vive um drama e convive com o ostracismo, fruto do desemprego e da falta de recursos.

Bicampeão mundial pelo São Paulo no início da década de 1990, o ex-atacante Müller, campeão da Copa do Mundo de 1994 pela Seleção Brasileira, vive longe dos dias de glória alcançados com a tradicional camisa tricolor.

Longe dos gramados, o antigo atleta vive um drama e convive com o ostracismo, fruto do desemprego e da falta de recursos. Em entrevista à TV Record, exibida no programa Esporte Fantástico, ele contou as dificuldades enfrentadas atualmente.

Afastado dos holofotes da fama futebolística e sem emprego atualmente, o tetracampeão mundial está vivendo de favor na casa do ex-companheiro de São Paulo Pavão.

Apesar de ter disputado três Copas do Mundo e ser reconhecido por craques como Zidane, o antigo atleta do São Paulo procura retomar a vida e ganhar dinheiro com a carreira de treinador - o último trabalho como comandante foi no Imbituba, de Santa Catarina, neste ano de 2011 (deixou o clube em abril).

Fonte: Terra

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Missionário RR Soares nega compra de parte da Rede TV!

Assessoria diz que a única ligação entre eles é a concessão de horário para a exibição do programa “Show da Fé”.

O missionário RR Soares, por meio de sua assessora, Andréa Rocha, negou ao site O Fuxico que a Igreja Internacional da Graça de Deus teria comprado os 30% da Rede TV! de Marcelo de Carvalho.

Há dias que a mídia anuncia o fim da sociedade entre Amilcare Dalevo e Marcelo de Carvalho, donos da RedeTV!. Segundo consta, o marido de Luciana Gimenez teria como objetivo se desfazer dos 30% que detém da emissora paulista. E, para isso, estaria contando com a ajuda do Pactual, seu banco de investimento e também conselheiro econômico.

Nesta quinta-feira, 5, a imprensa deu como certo que Amilcare teria adquirido as ações. Ao site O Fuxico, uma fonte garantiu, porém, que o real comprador da parte de Marcelo na RedeTV! teria sido o missionário RR Soares, que já compra espaço no canal para seus cultos.

Mas Andréa Rocha diz que a única ligação entre o missionário e Rede TV! é a concessão de horário para a exibição do programa “Show da Fé”. A atração, aliás, custaria aos cofres do missionário cerca de R$ 10 milhões mensais para estar nas grades de programação tanto da Rede TV! quanto da Band.

“Essa informação sobre a compra das ações não procede. O bispo paga para veicular seu programa tanto na RedeTV! quanto na Band. A única emissora que lhe pertence é a Rede Internacional de Televisão. Se Deus um dia quiser colocar em nosso caminho um canal aberto desse porte será uma bênção, mas hoje isso ainda não aconteceu”, garantiu a assessora de imprensa.

A assessoria de imprensa da RedeTV!, também negou a informação que circula abertamente nos corredores sobre a chegada de RR Soares à presidência do canal, cujo atual valor de mercado está cotado em cerca de R$ 1,6 bilhão. A assessoria, aliás, nega a venda das ações de Marcelo de Carvalho para quem quer que seja.

Fonte: Gospel Prime

Pesquisa mostra que 20% dos cientistas ateus são espiritualistas

Uma pesquisa recentemente desenvolvida na Rice University (EUA) mostra que entre os cientistas que se declaram ateus, 20% são espiritualistas.

Apesar de a maioria das pessoas unirem os conceitos de religião e espiritualidade, entre os cientistas esses conceitos são separados.

A pesquisa obteve dados através de questionários respondidos por 275 cientistas naturais e sociais de universidades americanas. Dentre essas pessoas, 72 afirmaram ser espiritualistas e que esta crença é condizente com a ciência, sendo que o mesmo não pode ser dito para a religião.

Para esses cientistas, a ciência e a espiritualidade são formas de estabelecer significado sem a fé, sendo também uma jornada individual que nunca terá fim. Nesse sentido, a religião se opõe à ciência porque não está aberta à jornada científica, exigindo que a pessoa creia em algo absoluto, ausente de evidências empíricas.

Os termos que os cientistas usaram para definir a religião incluíam “organizada, comunal, unificada e coletiva”, enquanto os termos usados para espiritualidade incluíram “individual, pessoal e pessoalmente construída”.

“Nossos resultados mostram que os cientistas têm a religião e a espiritualidade como tipos qualitativamente diferentes de construções. Esses cientistas ateístas espirituais estão buscando o sentido central da verdade através da espiritualidade – um que é gerado por e consistente com o trabalho que eles fazem como cientistas”, afirma Elaine Howard Ecklund.

“Existe espiritualidade entre até mesmo os cientistas mais seculares. A espiritualidade penetra ambos os pensamentos religiosos e ateístas. (...) Isso desafia a idéia de que cientistas e outros grupos que nós tipicamente consideramos como seculares são desprovidos dessas grandes questões ‘Por que eu estou aqui?’ Eles também têm essas perguntas humanas básicas e o desejo de encontrar significado”, completa Ecklund.

A pesquisa será publicada na edição de junho do periódico Sociology of Religion.

Fonte: Boa Saúde

segunda-feira, 2 de maio de 2011

A quem interessa a morte de Bin Laden?

Nesta segunda-feira 2 de maio de 2011 todos os noticiários do mundo anunciam a morte do terrorista saudita Osama Bin Laden. Após assumir a autoria nos atentados às torres gêmeas em setembro de 2001, Bin Laden passou a ser incansavelmente procurado pelos EUA e seus parceiros políticos. De fato essa é uma notícia muito animadora para aqueles que são contra qualquer tipo de terrorismo, mas algumas perguntas devem ser feitas diante da suposta morte do líder da Al Qaeda: A quem interessa a morte de Bin Laden? Qual é o impacto de uma noticia de tal porte para a política e economia norte-americana e mundial?

Todos nós sabemos da baixa popularidade de Barack Obama (há pouco mais de um ano das eleições presidenciais), a péssima imagem dos EUA no mundo árabe e a alta no preço do petróleo gerada pela instabilidade política nos países árabes. São fatores preocupantes para quem aspira ocupar por mais quatro anos a cadeira de presidente dos EUA.

Obama assumiu o poder em 2009 com a responsabilidade de corrigir erros cometidos por seu antecessor Jorge W. Bush, recuperar a economia do país e dar continuidade à política antiterrorista adotada pelo governo americano desde 2001. Destes, apenas o segundo objetivo foi até certo ponto alcançado.

Uma coisa é fato: após o anúncio da suposta morte de Bin Laden as bolsas econômicas tiveram um aumento súbito, o preço do petróleo caiu drasticamente e a possibilidade de novos investimentos serem feitos nos EUA aumentaram, já que o medo de novos ataques era um fator que dificultava novos investimentos no país.

Muitos devem se perguntar: será mesmo que Bin Laden está morto? No entanto, o que devemos observar é: até que ponto essa ocorrência coincidentemente estratégica favorecerá um dado partido político e uma certa elite econômica?

Fim do terrorismo?

Ao contrário do que muitos pensam a morte de Bin Laden não significa o fim do terrorismo, não era o Osama que sustentava a Al Qaeda, mas a guerra contra aquilo que eles consideram o “grande satã”, os Estados Unidos da América, considerados culpados por todos os males causados ao mundo árabe.

Nem é preciso esperar para saber se Osama de fato está morto, mas o fato é que a notícia já está trazendo grandes benefícios aos nossos vizinhos do norte.

O que tudo isso tem a ver com a Igreja Perseguida?

Desde que os EUA enviaram suas tropas para Afeganistão, Iraque e áreas do Paquistão com o propósito de combater o terrorismo e capturar Osama Bin Laden, a pressão sobre os cristãos destes países aumentou drasticamente.

O Afeganistão em 2001 era o 3º na lista de Classificação por Perseguição da Portas Abertas, e esperava-se que com a chegada dos americanos a situação da igreja melhorasse, mas hoje o país continua em terceiro e sua posição pouco oscilou nos últimos 10 anos.

O Iraque era em 2001 o 35º país na lista e pulou para 8º em 2011, o que demonstra que de fato a situação da igreja iraquiana piorou bastante desde a invasão norte-americana, principalmente nas cidades de Bagdá e Mosul onde os atentados contra igrejas e casas de cristãos são constantes.

Já o Paquistão em dez anos pulou de 18ª para 11ª posição. Muitos cristãos influentes na política paquistanesa perderam suas vidas ao lutarem por leis mais justas para os cristãos e outras minorias, um exemplo disso é o ex-ministro paquistanês Shahbaz Bhatti assassinado pelo Talibã no inicio do ano.

Todos nós sabemos que os interesses dos EUA nestes países vão além da luta contra o terror, são interesses estratégicos, políticos, militares e econômicos na região, tanto que dois dos três países citados acima (Iraque e Afeganistão) têm presidentes indicados pelos EUA e o terceiro (Paquistão) é parceiro político-militar dos EUA há alguns anos.

Assim como as investidas militares dos EUA em nada melhoraram a situação da Igreja nestes países ou diminuiu o terrorismo, tampouco a suposta morte de Bin Laden o fará.

Pedidos de oração

• Ore pela Igreja no Iêmen, Afeganistão e Paquistão, pois os sucessores do Talibã e líderes de outros grupos terroristas atuantes nesses países já manifestaram publicamente que irão se vingar e os cristãos desses países são os primeiros a sofrer com as consequências dessas ameaças.

• Peça a Deus que impeça a retaliação desses grupos nos países ocidentais e que Deus proteja inocentes de serem mortos pelos ataques terroristas desses grupos.

• Interceda pela vida de milhares de jovens muçulmanos que são treinados para serem homens-bomba e que são usados em momentos como esse. Eles são induzidos a fazerem os ataques e apenas seguem as ordens. Peça a Deus que tenha misericórdia dessas vidas e alcance esses perdidos com sua graça e salvação.

Marcelo Peixoto

Historiador da Portas Abertas Brasil






Fonte: Portas Abertas

Exército da Salvação ajuda vítimas de furacão

Exército da Salvação oferece comida, bebida e apoio espiritual às comunidades devastadas pela tempestade nos EUA que deixou pelo menos 350 pessoas mortas.

Mais de 200 tornados foram registrados em seis estados do sul na terça e quarta-feira, tornando-o um dos piores desastres na história dos EUA.

O estado mais atingido foi o Alabama, onde mais de 250 pessoas foram mortas. A cidade de Tuscaloosa sofreu grandes danos, quando foi atingido por um tornado na quarta-feira.

Outros estados atingidos foram Tennessee, Mississippi, Kentucky, Louisiana, Geórgia e Virgínia.

Falando a repórteres na sexta-feira, o prefeito de Birmingham, Alabama, disse que parecia uma bomba. "Bairros inteiros desapareceram completamente. Igrejas também desapareceram", disse ele.

O Exército de Salvação mobilizou 10 unidades para alimentar as áreas afetadas em Tuscaloosa, e Guntersville Lauderdale Condado no Alabama, e Montpelier e Oxford, no Mississippi.

Unidades de alimentação móvel da divisão de Kentucky e Tennessee estão servindo vítimas e Cleveland em Chattanooga, no Tennessee.


Fonte: Christian Today