quinta-feira, 29 de abril de 2010

POLICIA VAI INVESTIGAR LEGALIDADE DE IGREJA EM NITEROI FUNDADA POR PASTOR PRESO

A Polícia Civil vai investigar a legalidade da Igreja Pentecostal Amigos de Cristo, em Niterói, fundada pelo pastor foragido da Justiça Antonio Luiz Fontes, de 48 anos, preso na noite de terça-feira.Com quatro condenações por estelionato e roubo, além processos em andamento pelos crimes de homicídio e receptação no interior do estado, Antonio confessou ainda, na polícia, ser comprador de carros "salvados" - veículos que sofreram perda total e, depois de recuperados, foram vendidos a terceiros.Segundo o titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), Márcio Mendonça, a segunda parte da investigação será focada no destino do dinheiro que Antonio arrecadava dos fiéis.- Se ficar comprovada a ilegalidade da abertura da igreja ou que o dinheiro era usado para benefício próprio, ele passará a responder por mais um crime: estelionato - disse o delegado.Após três meses de investigação, os policiais se posionaram em frente à igreja, no bairro do Fonseca, para prender o pastor. Muitos fiés estavam na porta e aguardavam pelas pregações de Antonio, que, ao chegar, recebeu voz de prisão.- Como é uma pessoa criminosa, ficamos preocupados com a possibilidade de o pastor estar armado e fazer um membro da igreja refém. Optamos em prendê-lo antes. Fomos rápidos e não houve tumulto entre os fiés - contou o delegado. Fonte: O Globo online

terça-feira, 27 de abril de 2010

JUSTIÇA CONDENA FACULDADE EVANGÉLICA DE TEOLOGIA A RESSARCIR ALUNOS

A Justiça Federal condenou a Faculdade de Teologia Evangélica da Igreja de Deus (Fated), mantida pela Igreja de Deus no Brasil, em Goiás, a ressarcir os alunos que estudaram em um falso curso superior de teologia.Segundo o Ministério Público Federal, a faculdade anunciava cursos de "bacharelado em teologia" e "mestrado em ministério", mas nunca possuiu autorização do Ministério da Educação para isso. O órgão federal diz que desde 1995 tenta fazer a faculdade mudar a denominação de seus cursos, que deveriam ser apresentados apenas como "cursos livres" ou "seminários religiosos". De acordo com a sentença, todos os alunos que estudaram na faculdade e comprovarem que não sabiam que o curso ministrado não era de nível superior deverão receber o dobro do valor pago. A faculdade e a igreja também vão ter que pagar R$ 10 mil referentes a despesas com o processo. Para o Ministério Público, o fato de o estabelecimento se autodenominar "faculdade" pode ser considerado uma propaganda enganosa. Também questiona o procedimento da empresa de publicar anúncios de "vestibular". A defesa da igreja diz que mudou em 2009, quando soube do processo, o nome da faculdade e dos cursos e que nenhum aluno foi "ludibriado" com isso. Afirma ainda que não tomou conhecimento da sentença, mas que pretende recorrer. A decisão judicial foi assinada na semana passada. Segundo a defesa, a intenção dos organizadores era apenas formar líderes dentro da própria igreja. A mensalidade, afirma, custa hoje por volta de R$ 200. A duração pode chegar a até seis anos. O nome do estabelecimento, agora, é "Seminário Evangélico". A Igreja de Deus, de orientação cristã evangélica, foi fundada nos Estados Unidos no século 19. Fonte: Folha Online

JOVEM É ACUSADA DE MATAR OS PAIS ADOTIVOS NO MARANHÃO PORQUE ELES NÃO DERAM DINHEIRO PARA DÍZIMO

A jovem Lineusa Rodrigues da Silva, de 24 anos, foi presa nesse domingo, acusada de matar seus pais adotivos em Timon, cidade localizada a 420 km de São Luís, no Maranhão. As vítimas foram identificadas como Joana Borges da Silva, de 104 anos, que vivia em cadeira de rodas e imobilizada em uma cama, e o pai Lourival Rodrigues da Silva, de 85 anos. O crime teria sido motivado, segundo a polícia, porque os pais não haviam dado dinheiro para que Lineusa pagasse o dízimo da igreja que a filha frequentava. De acordo com o delegado Ricardo Furtado,a polícia, Lineusa apresenta transtornos mentais. O crime foi praticado com requintes de crueldade. Os pais da jovens foram mortos com golpes de machado e ainda foram esfaqueados. A acusada esquartejou as mãos das vítimas usando um serrote. Em seu depoimento à delegada Wládia Olanda Lineusa contou que já havia pensado em matar seus quatro filhos. A declaração reforçou as informações da vizinha da residência do casal assassinado, Maria Vieira Chaves, de que Lineusa Rodrigues já tinha tentado sufocar um filho que na época tinha oito meses de idade. - Ela está com certo grau de fanatismo e contraiu débitos junto a esta igreja que nós iremos averiguar, e me parece que durante toda esta semana ela vinha extorquindo os pais a dar certa quantia de dinheiro. Diante da recusa ela passou a ameaçá-los. E na madrugada de domingo ela matou os pais, sem que nenhum dos dois tivesse condições de esboçar reações de defesa - disse. O crime chocou até mesmo a delegada que afirmou: - Durante 12 anos de polícia posso lhe afirmar que foi o crime mais cruel que eu já presenciei em local de crime. O delegado de homicídio de Timon, Ricardo Freire, disse que a acusada chegou a vender uma TV dos pais para pagar o dízimo. A Igreja Universal do Reino de Deus do bairro Formosa em Timon informou que há cerca de 15 meses Lineusa não frequenta mais a igreja e que os fiéis não são obrigados a pagar dízimo. Lineusa foi presa e autuada em flagrante pelo duplo homicídio. Ela foi conduzida para a Penitenciária Jorge Vieira, em Timon, e está à disposição da Justiça. Fonte: O Globo

segunda-feira, 26 de abril de 2010

PRESIDENCIÁVEIS DISPUTAM VOTO EVANGÉLICO

Pré-candidatos cortejam pastores em busca de apoio na campanha; protestantes já são 25% do eleitorado brasileiro. Serra e Dilma negociam alianças com Assembleia de Deus e Universal; única evangélica, Marina aposta na identificação com fiéis.De olho num rebanho que já representa um quarto do eleitorado brasileiro, os pré-candidatos à Presidência iniciaram uma guerra de bastidores pelo apoio das igrejas evangélicas. A disputa para engajar bispos e pastores nas campanhas promete ser a mais acirrada desde a explosão do segmento religioso, na década de 1990.À frente nas pesquisas de intenção de voto, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) investem na aproximação com as gigantes Assembleia de Deus e Universal, respectivamente.Única evangélica na disputa, Marina Silva (PV) enfrenta dificuldade para fechar alianças formais, mas dedica parte expressiva da agenda a encontros com fiéis e líderes religiosos.Desde outubro passado, os três concorrentes já bateram à porta do presidente da Convenção Geral da Assembleia de Deus, pastor José Wellington Bezerra da Costa. Ele lidera cerca de 10 milhões de seguidores, o equivalente à população do Rio Grande do Sul. Pouco conhecido fora dos templos, é considerado mais próximo de Serra, a quem apoiou no segundo turno de 2002."Serra sempre teve um canal muito forte conosco e mantém contato direto com o pastor José Wellington. Os dois conversam muito por telefone", afirma o pastor Lélis Marinho, relator do conselho político da Assembleia e responsável por negociar com os partidos.Apesar do flerte tucano, o líder da igreja também tem sido cortejado pelos outros concorrentes. Há seis meses, ainda como chefe da Casa Civil, Dilma participou de sua festa de 75 anos, num templo em São Paulo. Orou com os fiéis e disse, no púlpito, que o governo Lula defendia "valores cristãos".Fiel da Assembleia, Marina se reuniu com o conselho da igreja em março, em Brasília. Mas o fato de ser considerada um azarão deve impedir uma aliança. "Por ser da igreja, Marina seria nossa candidata de coração. Mas precisamos saber se sua candidatura foi lançada só para atender a interesses do partido", diz Lélis. "Vamos nos definir em junho, perto das convenções [partidárias]."Vista com reservas em setores do meio evangélico, Dilma tem recorrido à ajuda de aliados como o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), bispo da Igreja Universal, e o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR), presbiteriano."Dilma tem posições pouco claras em questões sensíveis aos evangélicos, como a defesa da família e o aborto. Ela ainda precisa ser reconhecida como defensora das causas cristãs", disse Garotinho na noite de sexta-feira, quando chegava a um encontro com evangélicos na Baixada Fluminense.A ex-ministra busca o apoio da Convenção Nacional da Assembleia de Deus, que contabiliza 5 milhões de seguidores. Seu líder é o deputado pastor Manoel Ferreira (PR-RJ), pré-candidato ao Senado na chapa de Garotinho. Ele simboliza a volatilidade das alianças "de fé": em 2002, quando o PSDB era governo, apoiou Serra no segundo turno. Em 2006, com o PT no poder, esteve com Lula.Aliada do presidente em suas duas vitórias, a Universal é tida como certa na campanha de Dilma. O PRB, ligado à igreja, deve integrar a coligação. "A tendência é apoiar Dilma", diz o presidente do partido, bispo Vitor Paulo, que divide com Crivella a função de articulador político do bispo Edir Macedo.Para a equipe de Marina, a identificação com os evangélicos será um de seus maiores trunfos na eleição. Ela tem aproveitado as viagens da pré-campanha para encontrar pastores, orar com grupos de fiéis e dar entrevistas a emissoras de rádio e sites religiosos."Não temos cacife para disputar a cúpula das maiores igrejas, mas a Marina tem comunicação direta com a base cristã. Por mais que o pastor mande votar na Dilma, os fiéis vão saber quem tem fé", alfineta o coordenador da campanha do PV, Alfredo Sirkis.Em março, a senadora ouviu promessa de apoio de Silas Menezes, número dois da hierarquia da Igreja Presbiteriana, com 1 milhão de seguidores. O reverendo declarou que ela merecia o voto dos cristãos por ser uma "doméstica da fé".Segundo o Datafolha, 25% dos brasileiros são evangélicosOs evangélicos já são 25% dos brasileiros, sendo 19% seguidores de denominações pentecostais, segundo levantamento concluído em março pelo Datafolha. Ainda não há pesquisas de intenção de voto segmentadas por religião na corrida presidencial. Em 1994, quando Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi eleito para o primeiro mandato, o segmento somava 14% da população. O crescimento do rebanho acompanha a redução do percentual de católicos, que hoje são 61%.Igrejas são pragmáticas, diz analistaApesar da unidade em temas como o veto ao aborto e à união civil de homossexuais, os evangélicos não fecham alianças eleitorais por ideologia, afirma a socióloga Maria das Dores Campos Machado, da Escola de Serviço Social da UFRJ."As igrejas têm alto grau de pragmatismo e veem a eleição como chance de ampliar seu poder de influência. Não há ideologia nas escolhas", diz ela, autora do livro "Política e religião: a participação dos evangélicos nas eleições" (Editora FGV, 2006).A pesquisadora aposta na divisão das gigantes da fé entre José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT). Vê pouca chance de apoio institucional à evangélica Marina Silva (PV), terceira colocada nas pesquisas: "Os pastores se comportam como os doadores de campanha: apostam em quem está na frente".Ela acredita numa aliança do ramo majoritário da Assembleia de Deus com os tucanos. "Apostar no Serra é uma forma de se contrapor ao poder político da Universal, que está com o PT". Como a maioria dos fiéis tem baixa escolaridade, a orientação dos pastores é decisiva na escolha do voto, acrescenta a socióloga.Fonte: Folha de São Paulo

POLÍCIA INVESTIGA PASTOR QUE PROMETE CURA SEXUAL

O pastor evangélico T.B.S., 56 anos, de uma igreja na região noroeste de Goiânia, foi indiciado pela Polícia Civil em Goiás por abusar sexualmente de pelo menos seis fiéis - todas do sexo feminino e duas delas, com 10 anos de idade. Segundo depoimento das vítimas, ele as abordava oferecendo aconselhamento sexual e curas para relacionamentos infelizes. Ele prestou depoimento na manhã de hoje e disse ser vítima de perseguição.De acordo com relato das seis vítimas já ouvidas pela polícia, o tratamento durava de 40 minutos a uma hora. Eram usadas técnicas de hipnose. O pastor perguntava detalhes sobre a vida amorosa das fiéis, detalhes sobre a vida sexual de cada uma e se havia algo que as deixava insatisfeitas sexualmente."Ele falava que era especialista sexual, que fez curso para isso, perguntava o que elas queriam que os maridos fizessem, mas que não faziam e dizia que ele podia fazer no lugar dos maridos. Durante o suposto tratamento, aproveitava para passar a mão nas partes íntimas das fiéis e tocar seu órgão genital no corpo delas", disse o delegado Valdir Oliveira, titular do 22º DP, onde o caso é investigado.Ainda segundo a polícia, no final de cada tratamento, o pastor ameaçava as mulheres dizendo que era ex-policial militar e ex-presidiário e que algo de ruim poderia acontecer a elas caso contassem para alguém o que aconteceu durante as sessões. T.B.S. já cumpriu pena por furto. Para os homens, T.B.S. oferecia uma vigília de sete dias para curar crises conjugais e cobrava de R$ 800 a R$ 1 mil por cada tratamento. "Temos o relato de pelo menos um fiel que pagou R$ 800 e não foi curado", disse o delegado.Os golpes pelos quais o pastor é acusado estariam sendo praticados nos últimos seis meses no Grupo Evangélico Luz para o Mundo, que teria sido fundado por ele há dois anos e hoje se encontra no Bairro Floresta. "Ele tirava proveito que as fiéis estavam em um momento de extrema fragilidade, procuravam ajuda e aconselhamento para seus problemas familiares e explorava elas", diz o delegado. De acordo com o delegado, T.B.S. vai responder por estelionato e abuso sexual. O pastor teria assinado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por causa de ameaças que teriam sido feitas às vítimas. "Se ele continuar ameaçando elas, vamos entrar com pedido de prisão preventiva", disse Valdir.Em seu depoimento, o pastor diz que as acusações são uma armação de algumas fiéis que foram expulsas da igreja por ele. Ele confirma que faz um trabalho de aconselhamento conjugal, mas nega que haja sessão de hipnose ou abuso sexual.Fonte: Terra

sábado, 24 de abril de 2010

MAIS DE 80 MIL CATÓLICOS PODEM DEIXAR IGREJA DA ÁUSTRIA APÓS ESCÂNDALOS

Os escândalos de abuso sexual contra crianças por parte de membros do clero na Áustria poderão fazer com que até 80 mil fieis do país europeu deixem a Igreja Católica neste ano, segundo informou o jornal "Die Presse". Entre janeiro e março de 2010, mais de 30 mil pessoas se retiraram da instituição religiosa. No mesmo período de 2009, o número chegara a 21 mil austríacos. No total, a quantidade de abandonos foi de 53.216 no ano passado. A publicação citou dados das dioceses locais e calculou que o recorde de desistências incluirá perdas econômicas de até sete milhões de euros nas taxas pagas pelos fieis -- entre 0,1% e 1,1% dos rendimentos tributáveis. Os prejuízos podem chegar a 350 milhões de euros anuais. Com uma população de 8,4 milhões de pessoas, estima-se que 70% dos austríacos sejam católicos, o que corresponde a pouco menos de seis milhões de habitantes. Nas últimas semanas, o arcebispo de Viena, cardeal Christoph Schönborn, considerado bastante próximo ao papa Bento 16, condenou os casos de pedofilia surgidos na igreja do país e prometeu ir a fundo nas investigações. Entre outras medidas, ele denominou uma comissão independente, presidida por uma mulher, encarregada de esclarecer as denúncias e prestar assistência às vítimas. Além de Áustria, recentes suspeitas de crimes de abuso sexual contra menores cometidos por padres e freiras católicos estão vindo à tona em países como Alemanha, Brasil, Estados Unidos, México, Irlanda e Itália, entre outros. Fonte: Folha Online

TRIO ASSALTA 20 FIÉIS EM IGREJA EVANGÉLICA EM RIBEIRÃO PRETO

Três homens encapuzados e armados com uma escopeta e um revólver invadiram na noite desta quinta-feira (22) a Igreja Nacional Senhor Jesus Cristo, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), e assaltaram 20 fiéis.O trio levou dinheiro, joias e celulares das vítimas --o valor não foi informado. Ninguém se feriu na ação.Os fiéis participavam de um curso da igreja evangélica, que fica na Vila Seixas. Antes de entrar na igreja, o trio rendeu um mototaxista que fazia o serviço de segurança do local, o zelador do prédio e uma mulher que trabalhava como "flanelinha" na rua. Os três rendidos foram obrigados a entrar na igreja e ficar com os fiéis. O pastor Geraldo, que não quis se identificar totalmente por medo de possíveis retaliações dos criminosos, afirmou que os assaltantes não foram violentos durante a ação. "Eles não gritaram em nenhum momento. Até pareciam calmos." À Folha o pastor afirmou que sua maior preocupação foi acalmar os fiéis, entre eles alguns adolescentes, para que nenhum dele tentasse reagir ao assalto. Os ladrões tentaram prender os reféns no salão onde são realizados os cultos, mas não conseguiram fechar a porta. Eles fugiram a pé. Após alguns minutos, as vítimas saíram do salão e procuraram ajuda. De acordo com o delegado da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) José Gonçalves Neto, as investigações sobre o caso estão em andamento, porém ainda não há pistas dos suspeitos. Fonte: Folha Online

quinta-feira, 22 de abril de 2010

EM BUSCA DE NOVOS FIÉIS, IGREJA EXPLORA CASO DE ''RESSUREIÇÃO'' NA TV

Arrendatária da TV Brasil Oeste (antiga Band/8), a igreja evangélica Mundial do Poder de Deus tem extrapolado os limites da razão, na tentativa de "angariar" novos fiéis em Mato Grosso. Nos últimos dias, a congregação tem apelado na divulgação de uma suposta ressureição do seguidor cuiabano André Silva Santos, de 21 anos.No documentário exibido por várias vezes durante o dia, o bispo Sidney Furlan, o principal líder da igreja em Mato Grosso, narra todos os fatos. Ele conta que no dia 20 de março deste ano, a mãe do jovem o procurou num culto realizado na sede da igreja na Rua Barão de Melgaço, em frente à Praça Rachid Jaudy, região central.Após tomar conhecimento do estado gravíssimo de saúde do jovem, que respirava por aparelhos após ter os dois rins paralisados e os pulmões enchidos de água, Sidney Furlan teria entregue uma toalha com as incrições da Mundial do Poder de Deus a mãe do jovem. "A senhora pode levar esta toalha e colocar ao lado do seu filho que o milagre vai acontecer", contou.No dia seguinte, a mãe do jovem foi a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do hospital Santa Helena para se "despedir" do filho. Todavia, conta a mãe na televisão, o jovem segurou a sua mãe e voltou a emitir sinais vitais, tanto é que dias após deixou a unidade hospitalar.Para "baladar" os seus poderes, o bispo define que o jovem é um "ex-morto". Sidney Furlan ainda afirma perante uma multidão que consegue fazer outros milagres "como transformar um pobre em rico".AçõesA igreja Mundial do Poder de Deus em Mato Grosso foi denunciada ao Minsitério Público Federal por charlatanismo. O MCCE (Movimento Cívico de Combate a Corrupção Eleitoral) quer saber o parâmetro do contrato de arrendamento.Informações divulgadas há cerca de um mês pela revista Época revelam que a Mundial do Poder de Deus fatura cerca de R$ 1 milhão em Mato Grosso. Deste valor, R$ 500 mil são consumidos com o pagamento mensal de alguel da emissora de televisão.FONTE O DOCUMENTO

BISPO DE AUGSBURGO APRESENTA RENÚNCIA POR MAUS-TRATOS DE MENORES

O bispo de Augsburgo, Walter Mixa, ofereceu sua renúncia ao papa Bento XVI após admitir que quando era pároco em uma pequena localidade alemã maltratou sistematicamente as crianças de uma residência infantil. O jornal local Augsburger Allgemeine informa nesta quinta-feira que Mixa pôs seus cargos como bispo de Augsburgo e bispo militar do Exército Federal alemão à disposição do papa Bento XVI em carta pessoal enviada ao Vaticano.
O presidente da Conferência Episcopal alemã, Robert Zollitsch, tinha recomendado nesta quarta-feira a Mixa que renunciasse a seus cargos provisoriamente durante um tempo, e tirasse "uma pausa de reflexão", enquanto os partidos políticos exigiram sua imediata renúncia.
"Estivemos analisando com ele como poderia contribuir, em uma situação difícil como a atual, para que a tranquilidade volte à diocese. Acredito que um tempo de reflexão e de distância geográfica poderiam criar um ambiente mais racional e ajudaria a esclarecer a situação", explicou Zollitsch.
A carta ao papa, à qual o jornal teve acesso, assinala que Mixa, de 69 anos, deseja um novo começo, além de pedir perdão a todos com os quais foi "injusto" e deu "motivos de preocupação". Após rejeitar inicialmente as acusações, Mixa reconheceu que quando era pároco de Schrobenhausen, na Alta Baviera, castigava fisicamente as crianças de uma residência infantil dependente da Igreja Católica. O escândalo em torno do bispo de Augsburgo, considerado da ala conservadora da Igreja Católica, se estendeu por semanas e foi muito explorado pelos jornais alemães. fonte terra

terça-feira, 20 de abril de 2010

PAPA AFIRMA QUE IGREJA PECOU E ESTÁ 'FERIDA'

O papa Bento 16 admitiu aos cardeais do mundo todo que foram prestigiá-lo, no Vaticano, nesta segunda-feira, que comanda uma igreja "ferida e pecadora", na data em que completa cinco anos de um pontificado tumultuado, mais recentemente marcado por escândalos de pedofilia envolvendo padres.
O pontífice "evocou os pecados da igreja", descrevendo a instituição como "ferida e pecadora" ante 50 cardeais reunidos para celebrar o aniversário, informou o jornal oficial da Santa Sé, "L'Osservatore Romano".
O Vaticano e a igreja italiana manifestaram solidariedade a Bento 16, nesta segunda-feira, feriado no Vaticano, que marca a eleição do sucessor de João Paulo 2º.
Cinquenta cardeais de todas as nacionalidades almoçaram com Bento 16 no Vaticano demonstrando seu apoio, após a série de revelações nos últimos meses de abusos cometidos por padres e religiosos e após as críticas contra a "omertà" no seio da Igreja - omertà é uma palavra de etimologia italiana, que significa "conspiração".
O papa confiou aos prelados que "sente fortemente que não está sozinho, que tem a seu lado todo o colégio de cardeais, que partilha com ele vicissitudes e reconforto", afirmou "l'Osservatore Romano".
Fazendo referência indiretamente aos escândalos de pedofilia, o jornal do Vaticano acrescentou: o papa "evocou os pecados da Igreja, lembrando que esta, ferida e pecadora, experimenta ainda mais a consolação de Deus".
O mais velho dos cardeais, monsenhor Angelo Sodano, afirmou por sua vez que o colégio dos cardeais, que conta 181 membros (entre eles 108 eleitores em caso de conclave, instância que elege o papa), "é uma grande família, sempre unida ao sucessor de Pedro e preocupada em viver num espírito de comunhão fraternal". Agradeceu a Bento 16 a "grande generosidade" demonstrada no exercício de sua função, desejando que continue assum durante "longos anos", registrou a Rádio Vaticano.
Nesta segunda-feira, em toda a Itália, os católicos foram convidados pela conferência episcopal nacional a manifestar pela prece sua "proximidade" com o chefe da Igreja que completou na sexta-feira 83 anos.
O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, também tomou a defesa deste pontificado controverso. Afirmou à Rádio Vaticano que as "prioridades reais" definidas por Bento 16 após sua eleição - principalmente a preocupação em responder "ao pedido de ajuda da sociedade atual" e o "diálogo aberto e sincero" com outras religiões - vêm sendo "realizadas com coerência e coragem num contexto não livre de tensões e obstáculos".
O quinto aniversário do pontificado de Bento 16 se desenvolve em plena tormenta na igreja, com a multiplicação de revelações sobre abusos cometidos pelo clero na Europa e nos Estados Unidos, que respingaram no papa, em pessoa, acusado na Alemanha e nos Estados Unidos de ter acobertado estes crimes.

SILAS MALAFAIA CRITICA SITES EVANGÉLICOS

O pastor da Assembleia de Deus, Silas Malafaia, mais uma vez usou seu programa de televisão para criticar blogueiros e profissionais que atuam nas mídias virtuais para opinar e noticiar. No programa exibido no dia 16 de abril, Malafaia disse para os telespectadores tomarem cuidado com sites evangélicos, pelo fato de que estariam difamando o seu ministério. O pastor chamou os profissionais de “um bando de picaretas, caluniadores que levantam falso, de fofoca no meio do povo de Deus”, disse.Além desses xingamentos, o pastor demonstrou raiva ao falar: “Eu fico com vergonha de ver como gente que se diz evangélica monta site e um monte de crente segue esses medíocres, caluniadores, invejosos, críticos que não fazem nada na seara de Deus”, falou Malafaia. O pastor nem se preocupou em descobrir os ofícios dos profissionais da internet ao afirmar que esses trabalhadores não fazem algo para contribuir com o Reino de Deus.Para finalizar, o pastor fez ameaças. “Seu eu fosse dar resposta ao que esses caras colocam no site a respeito da minha vida e do meu ministério eu tinha que botar uns 90% na cadeia porque são bandidos, essa que é a verdade. Merece cadeia, porque usa o nome de Deus, usa o nome evangélico para um site para caluniar, difamar, arrumar intriga, para botar dúvida no coração dos fracos porque tem crente fraco, está na Bíblia”, finaliza o pastor.Nos últimos meses, o pastor Silas Malafaia tem sido criticado nos sites evangélicos por ter, no ano passado, comprado um avião no valor de 12 milhões de dólares e também, por causa da criação do projeto Clube de 1 milhão de almas, neste mês de abril, onde, em parceria com o pastor Mike Murdock e a Associação Vitória em Cristo, pedem uma oferta voluntária de R$ 1000,00 para ganhar 1 milhão de almas para Jesus através da propagação dos programas de televisão e eventos.Fonte: GNotícias

segunda-feira, 19 de abril de 2010

MONSENHOR ADMITE SEXO COM COROINHA, SE COMPARA A JESUS E DIZ QUE BISPO SABIA DOS CASOS

O monsenhor Luiz Marques Barbosa reconheceu que manteve relações sexuais com um ex-coroinha, mas negou a prática de pedofilia. Ele prestou depoimento na tarde deste domingo (18) a integrantes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pedofilia, no Fórum de Arapiraca (AL), pediu “perdão pelo pecado” e se comparou a Jesus Cristo. “Renova-se em mim o que ouvi na Sexta-feira Santa, que foi Jesus dizendo: ‘tiraram minha roupa, cuspiram sobre mim e me crucificaram’. É isso que estou passando”, relatou, para, em seguida, pedir perdão aos presentes ao depoimento. “Queria pedir que atendessem ao meu clamor: perdoem-me! Já me confessei a Deus também”.O monsenhor foi flagrado em vídeo fazendo sexo com o ex-coroinha Fabiano Silva Ferreira, à época com 18 anos. As imagens foram exibidas ao público durante o depoimento. “Foi o único ato que pratiquei”, alegou.Barbosa foi o segundo pároco a reconhecer as denúncias de abuso – neste sábado (17), o padre Edílson Duarte reconheceu que fez sexo com adolescentes.O monsenhor voltou a fazer comparação com Jesus em momento do depoimento, ao ser dizer traído pelos ex-coroinhas. “Lamento que essas acusações tenham partido de pessoas que comeram na minha mesa, assim como Jesus disse: ‘eles que comeram do meu pão é que me traíram’. Eles estão aqui na minha frente e, não sei se por fraqueza, agora eles me atiram pedras”, disse.Luiz Marques ainda confirmou que tinha informações de que o padre Edílson Duarte abusava de crianças e adolescentes na casa paroquial e que tomou as providências cabíveis. “A gente sabia que ele fazia essas coisas uma ‘vezinha’ ou outra. Eu dava conselhos a ele. Não o afastei porque não sou o bispo, mas ele [Dom Valério Brêda, bispo de Penedo] foi informado”, confidenciou. “Vamos convocar o bispo então”, adiantou o senador Magno Malta, presidente da CPI da Pedofilia.O senador Magno Malta ainda apresentou, durante o depoimento, cerca de 15 garrafas de bebidas alcoólicas apreendidas um dia antes na casa do monsenhor – que instantes antes tinha negado ter oferecido bebidas a coroinhas. “Também foi encontrada creme vaginal, monsenhor. Para que o senhor quer?”, questionou Malta. “Não é meu. Deve ter sido a minha irmã ou uma visita que esqueceu”, respondeu o monsenhor, dizendo ser “normal oferecer bebidas às visitas”.DenúnciasO depoimento foi marcado por denúncias de supostas vítimas. O ex-coroinha Cícero Flávio Vieira Barbosa alegou que teve a primeira relação sexual com o monsenhor aos 12 anos de idade, na casa paroquial de São José. “Tive inúmeras relações com ele”, alegou.Fabiano também relatou que começou a ser abusado sexualmente pelo monsenhor aos 12 anos de idade. “Ele pediu para entrar no escritório dele, pediu para sentar e perguntou sobre minha família, tentou beijar a boca, pegando na minha genitália. Ele viu que estava apavorado e me deixou ir. Mas depois foi insistindo e acabei cedendo”, alegou.Como recompensa por ser “bom coroinha”, o monsenhor teria pago um ano de mensalidade em colégio particular da cidade. “Além disso, ele tirava dinheiro do dízimo, 10, 15 reais para nos dar”, contou aos membros da CPI e da Polícia Civil, que também acompanham o depoimento.Em sua defesa, o monsenhor alegou que manteve relação sexual com Fabiano, mas apenas quando ele tinha mais de 18 anos e de forma consensual. “Não sou pedófilo. A pessoa que esteve ali comigo quis manter aquele contato. O vídeo é a única prova que têm”, relatou.Outro monsenhor negaPrimeiro a depor neste domingo, o monsenhor Raimundo Gomes negou qualquer envolvimento com crianças e adolescentes e afirmou ser vítima de uma “vingança”. Ele alegou ainda que ex-coroinhas tentaram o extorquir. “O Anderson [Farias Silva, ex-coroinha] vivia me procurando para dizer que, se não desse dinheiro, iria divulgar o vídeo [em que o monsenhor Luiz Marques Barbosa aparece fazendo sexo com um adolescente]. Sou padre por vocação, por amor a Deus, à Igreja e aos meus irmãos. Sempre tive respeito a meu povo e, sobretudo, aos coroinhas. Nunca abusei, nunca peguei em órgão genital de coroinha em altar, como me acusam”, disse.Acompanhado da família, o coroinha Anderson relatou que teve o primeiro contato sexual com o monsenhor aos 14 anos, na casa paroquial. “Ele se tornou muito amigo da minha família e, um certo dia, pediu para que dormisse na casa dele porque disse que tinha medo de dormir só. Aí comecei aí e ele começou a me assediar e praticar sexo”, afirmou.No momento mais tenso do depoimento, houve bate boca entre familiares do ex-coroinha, depois que o monsenhor alegou que a família estava mentindo e pediu que Deus rogasse “misericórdia pela mentira deles”. Outro ex-coroinha, Cícero Flávio, também assegurou ter mantido relações sexuais com o monsenhor inúmeras vezes.O senador Magno Malta ainda argumentou que uma gravação apresentada à Polícia mostra o padre Edílson Duarte falando ao ex-coroinha Cícero Flávio que “o monsenhor Raimundo gosta de menino novo”. “Todos conhecem o padre Edílson Duarte, que ele fala demais, é desmiolado”, rebateu o monsenhor.O padre Edílson Duarte, que foi chamado para uma acareação, confirmou a versão apresentada pelos ex-coroinhas e, em seguida, pediu proteção policial. “O monsenhor Raimundo é muito perigoso”, alertou.Fonte: UOL

CPI DA PEDOFÍLIA PRENDE UM RELIGIOSO E DUAS PESSOAS EM ALAGOAS

Três pessoas investigadas pela CPI da Pedofilia foram presas no domingo (18), à noite, em Alagoas, depois de três dias de depoimentos.O monsenhor Luiz Marques Barbosa, de 83 anos, é acusado de ter cometido crime de abuso sexual contra ex-coroinhas. O motorista dele e a assistente social, Maria Isabel, também foram levados para cadeia. Os funcionários são acusados de falso testemunho, segundo integrantes da CPI, porque mentiram durante o depoimento.GLOBO

EM CUIABÁ, BISPO DA IGREJA MUNDIAL DIZ QUE REPRESENTA DEUS NA TV

O "bispo" Sidney Furlan, da Igreja Mundial do Poder de Deus, anda se achando mesmo. Ontem, num culto eletrônico, no Canal 8 (antiga Band), ele se saiu com essa: o "show de milagres" que a igreja apresenta, dia e noite, já é o campeão de audiência e até já superaria os índices das Redes Globo, Record, Bandeirantes, Rede TV! e SBT, juntas. Sem óleo de peroba para usar na ocasião, Furlan foi mais longe e explicou a razão dessa suposta "megaudiência" do culto da Mundial: "O povo vê em mim a representação de Deus". Pecado ou mero charlatanismo? Na verdade, esses programas têm sido marcados pelo deboche, cinismo e prepotência.fonte midianews

sábado, 17 de abril de 2010

PULSEIRAS DO SEXO SÃO PROIBIDAS APÓS CRIMES ENVOLVENDO ADOLESCENTES

Elas apareceram no Brasil há cerca de dois anos e ficaram conhecidas como as inocentes pulseiras da amizade. Usadas para selar o afeto entre colegas, os acessórios coloridos de silicone viraram febre entre crianças e adolescentes.Até que os boatos sobre jogos sexuais começaram a circular na internet. De acordo com esses relatos, cada cor teria um significado. Ao ter uma pulseira rompida, o dono deveria "pagar uma prenda" para aquele que a arrancou. A roxa, por exemplo, vale um beijo de língua; a preta, sexo."Eu achava bonito e distribuía para as minhas melhores amigas, como uma prova de amizade. Mas não sabia do significado das cores", diz a estudante Micaela Sanches, 11, que parou de usar o enfeite.No mês passado, a escola em que a garota estuda, em Sorocaba (interior de São Paulo), enviou um e-mail pedindo que os pais impedissem os filhos de usar o acessório.Os casos recentes de violência contra mulheres que usavam o acessório -duas foram mortas em Manaus e uma, estuprada em Londrina- ajudaram a enterrar de vez a modinha, que teve seu auge em São Paulo no fim do ano passado.Fim da febre em SPProfessora do ensino fundamental da rede pública, Viviane Sanches, mãe de Micaela, conta que viu de perto a ascensão e queda das pulseirinhas. "No começo do ano passado era uma febre. Agora elas sumiram", diz.No colégio Dante Alighieri, um dos mais tradicionais da capital paulista, embora também em desuso, a notícia de que um aluno estaria vendendo pulseiras na escola chamou a atenção da direção, há cerca de dez dias."Tivemos uma conversa com os alunos porque é proibido vender qualquer produto aqui dentro", afirma o diretor pedagógico Lauro Spaggiari, que aproveita para criticar a ligação dos crimes de Manaus e Londrina com o uso do acessório. "Esses casos não têm nada a ver com a pulseira. [Fazer essa relação] é uma forma de justificar a violência", afirma.Para ele, o polêmico jogo do sexo é uma espécie de lenda urbana, que não faz parte do cotidiano dos alunos.Mesmo assim, as notícias têm assustado os jovens que, temendo ser vítimas de violência ou de discriminação, aposentaram os enfeites coloridos.Vendedora de uma banca na r. 25 de março, Maria viu a procura pelo produto cair drasticamente no último mês. "As garotas perderam o interesse", afirma a ambulante, que oferece o acessório há dois anos.Em cidades como Navegantes (SC), Maringá (PR), Manaus (AM) e Sertãozinho (SP) o uso do acessório foi proibido em escolas da rede pública.Em São Paulo, foi protocolado na Assembleia Legislativa um projeto de lei que proíbe o uso do enfeite em escolas públicas. Outro projeto, protocolado na Câmara Municipal, pretende banir a venda dos acessórios na cidade.Jogo do sexoVoz dissonante entre seus colegas, que garantem nunca ter usado as pulseiras para atrair garotas, o estudante André, 16, conta que usou o acessório para paquerar nas férias no Guarujá. "Resolvi fazer o teste. Acho que funcionou", diz.Na primeira noite, em um bar, ele teve a pulseira roxa arrancada por uma garota. Depois, em uma festa, outra garota estourou as três pulseiras que restavam: preta, verde e branca. Nos dois casos, diz André, as carícias se resumiram a beijos comportados.Para Isabela, 16, a brincadeira é "ridícula". "É só um enfeite. As pessoas não precisam desse tipo de coisa para paquerar", diz a estudante, que foi proibida pelo pai de usar o adereço.Fonte: Folha de São Paulo

quinta-feira, 15 de abril de 2010

DIANTE DE ATAQUES,CRISTAÕS PRECISAM FAZER PENITÊNCIA,DIZ PAPA

Em um sermão nesta quinta-feira, o papa Bento 16 afirmou que é preciso que os cristãos façam penitência em meio aos ataques que a Igreja Católica tem enfrentado em todo o mundo.
Bento 16 não se referiu de forma direta aos casos de abusos sexuais cometidos por religiosos contra crianças.
"Nós cristãos nos últimos tempos temos evitado a palavra penitência, que parecia dura, mas agora, sob os ataques do mundo, que nos falam dos nossos pecados, vemos que poder fazer penitência é uma graça, vemos como é necessário fazer penitência", afirmou o papa durante uma cerimônia na Capela Paulina, no Vaticano.
"Abrir-se ao perdão, preparar-se ao perdão, e se deixar transformar. A dor da penitência, isto é, da purificação e da transformação, esta dor é graça, porque é renovação, obra da Misericórdia divina."
‘Ditaduras’
O papa falou sobre penitência ao refletir sobre a primazia da obediência a Deus, que concedeu a Pedro a liberdade de se opor ao Sinédrio, a corte suprema judia, que tinha a missão de administrar a justiça aplicando a Torá, a Lei de Moisés.
"É preciso obedecer a Deus e não aos homens. A obediência a Deus dá a Pedro a liberdade de se opor à suprema instituição religiosa. Nos tempos modernos, teorizou-se a liberação do homem, inclusive da obediência a Deus, o homem seria livre, autônomo e nada mais. Mas isto é uma mentira, que a chamada autonomia não libera o homem", disse Bento 16.
Na homilia o papa disse que, as "ditaduras nazista e marxista", que não podiam aceitar um Deus sobre o poder ideológico, não existem mais, mas há outras formas de ditaduras.
"Hoje, graças a Deus, não vivemos em ditaduras, mas existem formas mais sutis de ditaduras, um conformismo que leva a agir como agem todos e que pode ser uma verdadeira ditadura", afirmou.FONTE BBC BRASIL

quarta-feira, 14 de abril de 2010

IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS CONTESTA POLÊMICA SOBRE VACINA DA GRIPE SUÍNA H1N1

Polêmica divulgada em informativos e sites na internet destaca a vacina contra Influenza A como um projeto de conspiração internacional para dizimar parte da população mundial.A campanha de vacinação contra a Influenza A (Vírus da Gripe H1N1) gerou nos últimos dias uma grande polemica evolvendo os lideres evangélicos que estariam proibindo os fieis de tomarem a vacina. A base da polemica estaria em informativos e vídeos na internet divulgando uma conspiração internacional, onde o objetivo seria exterminar em massa parte da população mundial. Fato esse negado por uma das maiores denominações evangélicas no Acre, igreja Assembléia de Deus, que ainda ofereceu seu templo para ser usado como um dos locais de vacinação.Por conta da morte de uma criança no Estado do Pará, supostamente debilitada por ter tomado a Vacina, um série de palestras estariam sendo feitas em igrejas e reuniões familiares orientando as pessoas a não tomarem a vacina. Polêmica desmentida por um dos principais lideres da igreja Assembléia de Deus de Rio Branco, pastor Francisco Francelino. “As igrejas evangélicas no Acre não se reuniram para tomar uma decisão sobre o assunto, porque vemos que é de fundamental importância a vacinação da população. Até nosso templo foi usado pelos órgãos de saúde, para funcionar como um local de atendimento as pessoas que devem ser vacinadas”, esclareceu o pastor.Com os boatos que surgiram, a problemática volta-se principalmente para o resultado da campanha de vacinação contra a influenza A. O que de acordo com a gerente de imunização Maria Auxiliadora a preocupação está sendo grande devido somente 50% do público infantil e 32% das mulheres grávidas foram imunizadas. “Esse grupo é o mais vulnerável a contaminação da doença. Alertamos a população para não deixar de tomar procurar os postos de saúde para serem imunizadas com a vacina. Os boatos não podem deixar a população em duvida, já que muitas pesquisas foram feitas e testaram a eficácia e a importância da vacina”, explicou Auxiliadora.A gerente acrescentou ainda, que a única contra indicação é para pessoas com alergia à proteína do ovo de galinha. Já o pastor e vice presidente da igreja Assembléia de Deus, Francisco Francelino, disse que a atitude que estaria aterrorizando pessoas é um ato irresponsável e disseminado por pessoas sem instrução. “Estamos incentivando nossos fieis a receberem a vacina para se imunizar da gripe suína”, esclareceu Francelino.A reportagem procurou mais comunidades para saber qual seria a denominação no Estado que estaria incentivando a rejeição da dose da vacina, mas todas as igrejas evangélicas procuradas não sabiam de tal campanha contra a Influenza A.A reportagem também analisou vários vídeos na internet e verificou que muitos argumentos são colocados contra e a favor da vacina. Comunidades evangélicas principalmente nos Estados Unidos alertam sobre uma organização mundial que vem tentando controlar o mundo. Outros vídeos destacam que tudo isso, não passa de terroristas querendo desestabilizar parte da população e incentivar uma revolução. Fonte: ORB

terça-feira, 13 de abril de 2010

EM VÍDEO, BISPO DA IGREJA UNIVERSAL ENSINA A ARRECADAR NA CRISE

Vídeo entregue ao Ministério Público de São Paulo por um ex-voluntário da Igreja Universal mostra bispos da cúpula da entidade combinando a pregação para obter dízimos dos fiéis na crise econômica de 2008. Bispo Romualdo Panceiro ,diz que fiéis devem ser convencidos a "semear no altar'.As gravações obtidas pela Folha de São Paulo, que oferecem rara visão sobre práticas da igreja, são de duas reuniões feitas por videoconferência entre líderes na sede, em São Paulo, e outros nos Estados. Foram coordenadas pelo bispo Romualdo Panceiro. Ele é considerado o segundo nome mais importante na igreja e foi apontado pelo bispo Edir Macedo como o seu sucessor. Romualdo, que coordenou a igreja no Brasil por mais de 12 anos, hoje vive em Buenos Aires e é responsável pela instituição na América Latina.Um dos vídeos começa com Romualdo tirando uma espada da cintura e colocando-a sobre uma mesa. Durante 15 minutos, ele aparece orientando outros bispos graduados da igreja, como Clodomir Santos, a recorrerem a trechos da Bíblia nos quais se narra que o personagem Isaac, para escapar de uma grande fome, recebeu orientação divina para semear no solo ruim, e foi agraciado.Romualdo orienta que "semear" é dar dinheiro à igreja. Ele diz que a igreja deveria perguntar aos fiéis se eles "acreditam mais" na crise ou em Deus."Por isso que a gente tem que perguntar [ao fiel]: "Você crê mais na crise ou você crê em Deus? Porque se você crê na crise, então você vai guardar para ela, ela vai pegar o que você tem. Sem que você saiba, quando você acordar, já era. Mas se você crê em Deus, você vai pegar o que a crise pode pegar e você vai colocar onde? [...] Vai semear no altar!", diz.Romualdo indaga se Clodomir compreendeu: "É ou não é, Clodomir? Entendeu? [...] Não é legal isso?". Clodomir concorda: "Arrebenta. Tá ligado".Em seguida, o bispo diz que a ideia deve ser disseminada entre os pregadores: "Quer dizer, mais semente você vai ter, e quanto mais você tem semente, mais você vai colher. Pô, é muito forte, não é? Então, a gente tem que virar o jogo. Passar esse espírito para os pastores agora, como eu já passei".Ele se dirige ao bispo Sidney Marques, de Belo Horizonte: "Vai arrebentar, é muito forte! Hein, ô, Sidney?" "É o melhor investimento. O melhor investimento é esse", responde Sidney. "Momento propício para o uso da fé", arremata Romualdo.O bispo diz que "combinou" com os pastores regionais de abrir três Bíblias, durante a oração do domingo, para "desafiar" as pessoas a trazerem dinheiro. "Eu combinei com os regionais aqui o seguinte, malandro. No domingo [esfrega as mãos], falar assim: "Olha, pessoal, em nome de Jesus, você que vai agora semear em cima dessa palavra aqui, com [R$] 10 mil para cima, vem aqui na frente, coloca, muito bem. Com [R$] 1.000 para cima, vem aqui pra frente. Com [R$] 500 para cima, vem aqui na frente, com [R$] 100 para cima, com dez reais para cima, com uma moeda para cima, coloca aqui". Porque aí a gente não está, como se diz, estipulando. Porque foi na hora da oferta, um desafio."Vídeo de outra reunião indica que membros da igreja procuraram se aproximar de criminosos para evitar assaltos a carros-fortes que transportam dinheiro doado por fiéis.Romualdo conta que um carro-forte com R$ 52 mil arrecadados pela igreja havia sido assaltado na Grande São Paulo. Ele atribui a autoria do crime a policiais e diz que pastores e bispos deveriam fazer contato com a criminalidade. "Nosso problema não é bandido, o nosso problema é polícia. Você não pode falar isso para ninguém. [...] A não ser que, no Brasil, vocês não tenham feito o que nós fizemos aqui com os chefes da comunidade, de bandidos etc etc. Eu já falei para vocês fazerem. Não falei, Sidney? [...] Todos já devem ter feito."Os vídeos foram entregues ao Ministério Público pelo ex-voluntário da Universal e ourives Eduardo Cândido da Silva. Os promotores Everton Luiz Zanella, Fernanda Narezi, Luiz Henrique Cardoso Dal Poz e Roberto Porto denunciaram, em agosto passado, Edir Macedo e mais nove membros da igreja sob acusação de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. A denúncia foi acolhida pelo juiz Glaucio Roberto Brittes, da 9ª Vara Criminal, o que deu origem a ação penal.Segundo os promotores, recursos obtidos pela igreja de fiéis eram enviados ao exterior por meio de empresas de fachada e retornavam ao Brasil com aparência legal, para a compra de emissores de rádio e TV.Os promotores também pediram à Justiça dos Estados Unidos, por meio um acordo de cooperação bilateral, a quebra de sigilo das contas bancárias utilizadas pela igreja e por empresas a ela relacionadas.O ourives Silva obteve os CDs de um ex-pastor regional que hoje atua em outra igreja. A Folha conversou com o pastor que tinha as gravações. Ele pediu para não ter o nome publicado, mas confirmou a história.O ourives move uma ação para o ressarcimento de R$ 232 mil referentes a supostos cheques sem fundos passados por pastores pela venda de joias.Fiéis têm liberdade total para doar, diz igrejaA Igreja Universal do Reino de Deus informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que os fiéis têm "liberdade absoluta" e "da maneira que acharem correta" para fazer ou não doações financeiras à igreja."Como já explicado reiteradas vezes à Folha de S. Paulo, a Iurd é uma denominação evangélica neopentecostal que possui como doutrina a Teologia da Prosperidade. Ou seja, acredita na intervenção divina também para o bem-estar material do homem. O exercício de fé pregado por seus bispos e pastores tem como único fundamento a prática dos ensinamentos da Bíblia", informou a igreja, em nota."Essa orientação teológica é transmitida diariamente a milhões de fiéis, em programas de TV, rádios e, ao vivo, nos milhares de templos da Iurd nos mais de 170 países em que está presente. A veracidade dessa doutrina pode ser facilmente comprovada pela Folha de S.Paulo numa conversa rápida com um dos milhões de membros da Iurd em todo mundo", afirmou a igreja.A respeito da menção feita pelo bispo Romualdo sobre aproximar-se de "bandidos", a Iurd afirmou que "não há e nunca existiu qualquer orientação para que fossem feitos acordos com bandidos". A igreja repeliu "interpretação equivocada de um trecho isolado do seu contexto geral"."Há, sim, diálogos permanentes de pastores e bispos com chefes de comunidades, como é feito por qualquer líder religioso presente em uma comunidade carente (seja ele evangélico, católico, espírita)", informou a igreja."A gravação feita, se interpretada em sua totalidade, mostra a orientação dada aos bispos e pastores sobre os cuidados que devem ser tomados nas igrejas diante do alto índice de criminalidade que tem aumentado dia a dia nas grandes cidades, tomando como exemplo um roubo ocorrido em um dos templos da Iurd na cidade de Diadema.""O atendimento prestado pela Iurd, que preenche uma lacuna deixada pelo Estado, conta com o respeito inequívoco de diversos representantes da sociedade civil, incluindo os líderes comunitários mencionados pelo bispo Romualdo Panceiro. Existem centenas de gravações à disposição da Folha de S.Paulo comprovando "o que o bispo quer que seja feito em todo Brasil': doações de alimentos, roupas, remédios, produtos de higiene, além de assistência jurídica em favelas, periferias e unidades do sistema penitenciário."Bispo é citado por Edir Macedo como sucessorO bispo Romualdo Panceiro foi apontado como sucessor de Edir Macedo em entrevista concedida pelo líder da Universal para o livro "O Bispo", a biografia autorizada de Macedo, escrita pelo jornalista Douglas Tavolaro, atual vice-presidente de jornalismo da Rede Record.Na entrevista, Macedo chamou Romualdo de "o maior milagre" da Iurd. Romualdo foi cortador de cana e entrou na igreja em 1981."Se eu morrer hoje, o Romualdo assume tudo.E tenho certeza de que os demais bispos irão respeitá-lo como me respeitam hoje", disse.Em entrevista para o livro, Romualdo soube da afirmação de Macedo. Aí teria chorado. Em vídeo, Romualdo disse que seu pai "era poliglota do Estado-Maior das Forças Armadas", mas, de repente, "tornou-se agressivo, nervoso". O bispo contou que "chegou ao fundo do poço". Passava "os finais de semana se drogando" e não tinha o que comer.O livro diz que o bispo "é temido entre os pastores da igreja", mas que, "horas depois de convívio, demonstra gentileza e bom humor".Fonte: Folha de São Paulo

IGREJAS EVANGÉLICAS ABRIGAM VÍTIMAS DA TRAGÉDIA NO RIO E NITERÓI

O Exército de Salvação deslocou equipe de 12 pessoas de São Paulo para o Rio de Janeiro, com o propósito de auxiliar colegas da Emergência local que estão trabalhando no apoio às famílias que foram atingidas, na semana passada, por uma das maiores tragédias vivida pela cidade maravilhosa e arredores: chuvas, inundações, enxurradas, deslizamentos de terra.De segunda para terça-feira, em menos de 24 horas foram registrados 288 milímetros de precipitações na capital fluminense, o equivalente à média mensal de abril, volume que daria para encher 300 mil piscinas olímpicas de água. A chuva que caiu durante a semana deixou um rastro de 229 mortes, dado computado até o final da tarde deste domingo. A maior tragédia aconteceu na cidade de Niterói (a 14 km do Rio), no deslizamento do Morro do Bumba, soterrando casas e matando pelo menos 39 pessoas. Segundo o Corpo de Bombeiros de Niterói, o trabalho de remoção no local deve durar mais de 15 dias, pois será preciso retirar um milhão de tonelada de lixo e entulho do local. A prefeitura estima que 200 a 300 pessoas moravam nas 50 casas que foram soterradas pela lama.Igrejas evangélicas localizadas nas áreas atingidas – cidades de São Gonçalo, Niterói e Rio de Janeiro, nos bairros Rio Comprido e morro da Divinéia – acolhem pessoas que perderam tudo na enxurrada. A Assembléia de Deus do bairro de Fonseca, em Niterói, virou abrigo das vítimas da tragédia. O mesmo se passa na congregação da Assembléia do Viçoso Jardim.A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra) solicitou aos pastores da região que, nos cultos, intercedam pelas vítimas da catástrofe. A organização começou a recolher roupas, calçados, cobertores, colchões, fogões, geladeiras para os que perderam suas casas. Integrantes da Força Jovem Brasil, organização ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, passaram pelos pontos mais atingidos no Rio de Janeiro e levantaram as principais necessidades dos desabrigados.O cenário é de terror e abatimento no Morro do Bumba, descreveram os pastores Antônio Mesquita, da Assembléia de Deus de Fonseca, Niterói, e Ezequiel Braça, do Projeto Crescer.Papa Bento 16 doa US$ 50 mil às vítimas da chuva no RioA Arquidiocese do Rio informou nesta segunda-feira que o papa Bento 16 enviou US$ 50 mil (cerca de R$ 88,6 mil) como doação para as vítimas dos deslizamentos que ocorreram no Estado devido às chuvas da última semana. Segundo dom Orani João Tempesta, a comunicação da doação foi feita por meio de carta do cardeal Paul Josef Cordes, presidente do conselho pontifício "Cor Unum", que orienta os trabalhos de caridade da Igreja Católica.A mensagem do cardeal Cordes diz que com o gesto o papa "quer estar perto das famílias que estão sofrendo e também perto de todos que generosamente estão trabalhando na operação de emergência". Balanço divulgado ontem à tarde pelo Corpo de Bombeiros aponta que o total de pessoas mortas em decorrência das chuvas subiu para 231. Duas novas vítimas confirmadas morreram na cidade do Rio. Niterói é o município com maior número de vítimas: 146 --desses, 33 foram retirados do morro do Bumba. As outras mortes ocorreram na cidade do Rio (65), em São Gonçalo (16), em Petrópolis (1), na região de Paracambi (1), em Magé (1) e em Nilópolis (1). Prestações O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), anunciou hoje que as famílias transferidas para as moradias do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal, não precisarão pagar as prestações mensais. O município vai pagar esses valores. Ontem, o governador Sérgio Cabral (PMDB) anunciou que o governo federal vai liberar R$ 5,3 bilhões do Plano de Ajuste Fiscal para o Estado. Na quinta-feira (15), Cabral deve se reunir com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e com o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, para tratar do assunto. Bolsa Família Nesta segunda, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Márcia Lopes, anunciou a antecipação do pagamento do Bolsa Família aos cadastrados dos municípios do Rio, Niterói e São Gonçalo. Segundo a ministra, a decisão foi tomada em razão dos estragos causados pelas chuvas. De acordo com a ministra, 158 mil famílias serão beneficiadas com a decisão no Rio. Em Niterói e em São Gonçalo serão 13 mil e 42 mil beneficiados, respectivamente. O valor deveria ser pago do dia 17 até 21 de abril, de acordo com o número de cadastro. No entanto, será pago integralmente na próxima sexta-feira (16). Áreas de risco O governo estadual espera para até a próxima quarta-feira (14) a conclusão do Plano Diretor de Remoção, que vai mapear todas as áreas de risco em todo o Estado. De acordo com os dados, ele deve assinar um decreto para a retirada à força de famílias que estejam em áreas consideradas de altíssimo risco. De acordo com a assessoria do governador, o mapeamento vai seguir quatro classificações: baixo risco (cor azul), médio risco (cor amarela), alto risco (cor vermelha), e altíssimo risco (cor preta). As pessoas que residem nas áreas consideradas de altíssimo risco sair imediatamente de suas casas. No caso de recusa, a retirada poderá ser feita pela polícia. Apesar de a determinação ser do governo estadual, a assessoria afirmou que a medida deverá ser aceita pelos municípios. A partir da adesão, as operações deverão receber subsídio do governo. Fonte: ALC e Folha Online

segunda-feira, 12 de abril de 2010

CANAIS EVANGÉLICOS PODEM SER RETIRADOS DA TV POR ASSINATURA BRASILEIRA

Representantes da TV por assinatura Sky teriam procurado a bancada evangélica da Câmara dos Deputados alegando que, se aprovado o PL 29/2007, os canais evangélicos corriam o risco de ser retirados de sua programação.O PL 29/2007, que altera as regras de TV por assinatura e cria uma política de fomento para o conteúdo nacional, continua um foco constante de polêmicas. A mais recente crise em torno da proposta partiu de um argumento colocado pela Sky, que teria procurado a bancada evangélica da Câmara dos Deputados, uma das de maior peso nas negociações parlamentares, e ponderado que, se aprovado o regime de cotas previsto no PL 29, os canais religiosos corriam o risco de ser retirados de sua programação.O argumento já havia sido colocado em outros momentos, por vários players. Ao longo desses três anos de tramitação, executivos das TVs pagas mais de uma vez citaram a exclusão de canais como um “efeito colateral” do regime de cotas para o fomento do conteúdo nacional. A tese é simples: se for preciso abrir espaço a mais canais nacionais, o espaço dos canais religiosos será reduzido.A diferença é que, desta vez, o apelo surtiu efeito. Deputados da bancada evangélica recorreram ao relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), mostrando sua preocupação com a possível exclusão dos canais. E Cunha, que também é evangélico, sensibilizou-se imediatamente.Vale notar que alguns desses canais religiosos (assim como alguns canais de televenda) inclusive pagam para ser distribuídos na TV paga, e as operadoras os incluem nos pacotes como “cortesia” ao assinante, deixando claro que eles podem sair sem aviso prévio.Mudança no conceitoA partir daí, o deputado-relator começou a considerar a hipótese de incluir os programas religiosos no conceito de “conteúdo qualificado”, entendendo assim que isso poderia blindar a retirada dos canais, pois este conteúdo poderia ser considerado no cálculo das cotas nacionais. Na proposta em análise, o conteúdo qualificado (onde se aplicam as cotas de fomento) é toda a produção audiovisual com perfil de dramaturgia, excluindo os programas de auditório, conteúdos jornalísticos e religiosos.Ironicamente, o entendimento dos relatores que sucederam Cunha é que a exclusão desses conteúdos do conceito de “qualificado” servia justamente para protegê-los do cumprimento das cotas. A ideia agora seria o relator Eduardo Cunha suprimir as exceções do conceito, incluindo permanentemente os programas religiosos como “qualificados”.O assunto, no entanto, ainda não está concluído. O relator ainda não apresentou a nova emenda alterando o conceito e há dúvidas na Câmara dos Deputados se essa alteração não pode ser considerada “de mérito”, o que não é permitido na CCJ. Nessa comissão, só podem ser feitas mudanças na estrutura do texto caso fique comprovado que a proposta, como está, é inconstitucional ou ilegal.ArticulaçõesSegundo fontes parlamentares, o tema ainda está sendo discutido e um acordo não está descartado. A confusão em torno dos canais religiosos se confunde com outra polêmica nascida na CCJ. Cunha apresentou quatro emendas saneadoras, que suprimem parágrafos das disposições finais e transitórias do projeto, mais especificamente retirando o regime especial de transição das licenças do Serviço Especial de TV por Assinatura (TVA).Essa exclusão proposta pelo relator desagradou vários grupos de mídia que detém essas licenças, valorizadas nos últimos tempos por conta da digitalização da TV aberta. Anatel e Ministério das Comunicações estudam adaptar as TVAs para permitir a veiculação de TV móvel em equipamentos portáteis. A Anatel chegou a aprovar a adaptação das antigas concessões de TVA para novas autorizações há duas semanas, como uma espécie de “ato de boa fé” para que a transição especial fosse mantida no PL 29. Mas, até o momento, o parecer de Cunha permanece sem alterações, ou seja, com as quatro exclusões propostas.As pressões em torno do projeto envolvem também a possibilidade de apresentação de um recurso para que a proposta passe por votação em Plenário. Essa estratégia é considerada como um “golpe de morte” no PL 29, já que, envolto em polêmicas, a aprovação rápida do projeto pelo pleno é praticamente impossível. A mesma empresa que procurou os deputados da bancada evangélica estaria articulando o recolhimento das assinaturas necessárias para a apresentação do recurso, segundo interlocutores. Assim, se a polêmica em torno dos canais religiosos não for superada, a bancada evangélica pode tornar-se um bom alicerce para um futuro envio do PL 29 para o Plenário.Fonte: Gospel+

sexta-feira, 9 de abril de 2010

CONGREGAÇÃO DA ASSEMBLEIA DE DEUS VIRA ABRIGO NO RIO DE JANEIRO

A Assembleia de Deus do bairro de Fonseca, em Niterói, virou abrigo às vitimas da tragédia no Morro do Bumba. O pastor Antônio Mesquita, líder da comunidade, afirma que passou no local 40 minutos antes do local onde o morro veio a baixo. De acordo da Defesa Civil, ao menos 25 pessoas foram resgatadas com vida no local, entre elas oito crianças. Segundo os bombeiros, cerca de 50 a 60 casas foram atingidas neste desabamento no morro do Bumba. Nos cálculos dos bombeiros, chega a 85 o número de mortos no município de Niterói desde o início das chuvas, na segunda-feira, dia 05. O Morro do Bumba está a 50m da congregação do Viçoso Jardim. Segundo relatos do pastor ao menos seis irmãos estão desaparecidos. Algumas pessoas choram em frente ao templo, já aberto, para receber desabrigados. O dirigente Lenínvson Generoso acompanha tudo de perto. “As áreas do Projeto Crescer, do Patriarca Assistência Social (PAS), mantido pela nossa igreja, a AD em Fonseca, em Niterói, estão lotadas.” Ele relata que enquanto estavam no Projeto Crescer ele recebeu a notícia da queda do Morro do Bumba, em Viçoso Jardim, no Cubango, divisa com o bairro Fonseca, a cerca de 500m da Alameda, lado direito, no sentido Rio-Niterói. A igreja abriga no Sítio das Oliveiras 46 adultos, 13 crianças, 1 idoso e 1 portador de necessidade especial; no Sítio Manancial, são 70 adultos, 30 crianças e 3 idosos. Ao menos 50% dos desabrigados não são membros da igreja. A igreja no Viçoso começou ontem à noite a receber desabrigados do Morro do Bumba.Todos recebem alimentação, cobertores, colchões e roupas doadas por membros da igreja e comunidade. O trabalho é feito de forma fraterna com membros da comunidade. Um colégio ao lado do Projeto está com 96 pessoas. Dentre os abrigados, muitos perderam tudo: casa, utensílios, documentos, roupas…, outros estão com suas casas em risco de desabamento.Hugo e João Gabriel, de 8 e 9 anos, atendidos pelo Projeto, mais um irmãozinho, morreram soterrados no Monte da Oliveiras, próximo ao Projeto. Na segunda-feira, os dois ficaram até mais tarde no Projeto por que aguardavam um padrinho, que levou chocolate aos dois irmãos. Fonte: Site Creio

PASTOR É PRESO COM ARMA DA POLÍCIA CÍVIL E 25 KG DE DROGAS NA FRONTEIRA

Dois homens foram presos pelo Gefron (Grupo Especial de Segurança de Fronteira) transportando 25 quilos de droga e uma pistola que pertence a Polícia Civil do Estado do Ceará, na noite da quarta-feira (8). A ação aconteceu na região do Distrito de Vila Cardoso, cidade de Porto Esperidião (MT).Emerson José Quintão, 23, e Rogério Christian Macedo Gomes, 38, estavam em uma motocicleta Tornado Vermelha, seguindo do Distrito de Vila Cardoso para a BR 174. Os policiais encontraram com eles, em duas mochilas, aproximadamente 25 quilos de pasta base de cocaína. Rogério Christian ainda portava uma pistola calibre ponto 40, com dois carregadores e trinta e oito munições. Foi encontrada também a quantia de R$ 10.844,00 (dez mil oitocentos e quarenta e quatro reais) e U$ 100,00 (cem dólares), que seria o pagamento para o transporte do material entorpecente.Segundo informações do Gefron os dois detidos foram encaminhados para a Polícia Civil. Os dois responderão por tráfico internacional de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Emerson José Quintão já possui duas passagem por evasão de divisas, entre a fronteira Brasil-Bolívia. Já Rogério Christian é natural de Anápolis (GO) e possui carteira de identificação de Pastor da Igreja Pentecostal.fonte olhar direto

quarta-feira, 7 de abril de 2010

EVANGÉLICA TRABALHA COMO CAMAREIRA EM MOTEL DE SP.

Eu nunca havia ido a um motel. Foi aqui que conheci o que é isso. Sou evangélica, mas não me sinto culpada pelo meu trabalho. Os colegas da minha igreja sabem e acham engraçado. O pastor diz que o importante é trabalhar direito, sem prejudicar ninguém. Casal evangélico também frequenta motel. Aqui vêm muitos casais de mais idade. Acho que é para comemorar datas especiais. Funcionário não pode frequentar a casa. Até tenho vontade de ir a um motel fora do horário de trabalho. Mas só depois de casar. Sou rápida na limpeza: aos finais de semana tem fila de espera, e a mesma suíte pode ser alugada até três vezes por noite. Levo 12 minutos nas menores e 17 nas maiores. Quando entro, está aquela bagunça. O quarto está abafado e a cama quente. Tem casal que é limpinho. Outros deixam resquícios em cima do criado-mudo, atrás do colchão. Já encontrei preservativo até no teto e na TV de plasma. Preservativo usado é o mais leve que encontro. Mulheres, em geral, esquecem lingerie e bijuterias. Já deixaram aliança e até passagens aéreas. Homem deixa tênis, relógio, mas é mais difícil. Um casal gay deixou uma pochete cheia de vibradores. Quando avisaram na recepção, eles não quiseram levar. Pediram para jogar fora. Acho que ficaram envergonhados. Tudo que é esquecido aqui fica arquivado por seis meses. Às vezes, a suíte já está ocupada, e os hóspedes pedem coisas como roupa de cama extra, toalhas, roupão. Daí, quando tenho de entrar no quarto com gente, evito ficar encarando. Não quero constranger ninguém nem me sentir constrangida. Geralmente, as pessoas estão vestidas, mas já aconteceu de entrar e vê-las nuas. Uma vez, confundi o número da suíte e entrei no quarto bem na hora H. O casal nem ligou. Fiquei constrangida, não consigo me acostumar. Já entrei enquanto o casal dormia, por engano. Quando acendi a luz e vi os dois, dei um grito, o homem também, saí correndo e bati a porta. Do corredor dá para escutar alguns sons. Tem mulher que gosta de fazer escândalo. Numa ocasião, a hóspede gritava tanto que o cozinheiro até perguntou se não era o caso de alguém ir lá interromper. Mas era só graça dela. fonte globo.com

terça-feira, 6 de abril de 2010

PASTORES SÃO ATACADOS DURANTE EXIBIÇÃO DE FILME SOBRE JESUS

Ativistas pertencentes ao grupo Sangh Parivar atacaram dois pastores em Kerala por propagarem a fé cristã. O ataque aconteceu durante a exibição de um filme sobre Jesus, em Ambalayur, uma colônia tribal, no distrito de Waynad.Os pastores, Esow Varghese e Byju George, estavam presentes durante a exibição. Devido à seriedade dos ferimentos, um dos pastores sangrava muito.Quando a polícia chegou até o local, levou os pastores para a delegacia e os deixou detidos até às 3h. A polícia também confiscou o veículo e todo o equipamento de projeção.Quando souberam do acidente, diversos líderes cristãos foram ajudar os pastores. As crianças que estavam presentes para assistir ao filme ficaram chocados com o ataque. Tudo isso aconteceu para forçá-los a interromper a exibição do filme. fonte missão portas abertas.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

IGREJA MUNDIAL É ACUSADA DE PROPAGANDA ELEITORAL EM MATO GROSSO

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) entregou uma representação ao procurador eleitoral Thiago Lemos de Andrade, do Ministério Público Federal, denunciando que o Canal 8 (antiga TV Bandeirantes/Brasil Oeste), arrendada pela Igreja Mundial do Poder de Deus, oferece cura aos fiéis e, nos intervalos, pede voto a candidatos a deputado e a governador. A representação foi entregue ao MPF na semana passada."O Canal 8 - TV Brasil Oeste, que funciona em Cuiabá e tem toda a programação 'vendida' para uma seita evangélica (Igreja Mundial do Poder de Deus) possui débitos trabalhistas e fiscais, e está sendo usado por pastores que são candidatos a deputado e por pretenso candidato a governador", diz um trecho da representação do MCCE.O documento também relata que a Igreja oferece cura milagrosa. "(...) pratica curandeirismo em tempo integral, oferecendo todo tipo de cura milagrosa, bastando que o paciente (fiel) pague o montante devido aos pastores".Pacotão de denúnciasAlém da denúncia contra a Igreja Mundial, a representação do MCCE contém um "pacotão" de denúncias com 10 tópicos de crimes eleitorais, principalmente visando inibir e penalizar a prática da propaganda extemporânea e o uso de recursos públicos por candidatos.As denúncias vão desde canais de televisão que fazem propaganda política a pretensos candidatos, a falta de clareza na escolha dos juizes eleitorais do TRE-MT, das pesquisas eleitorais que favorecem pré-candidaturas e de adesivos de pré-candidatos em carros.A extensão das denúncias é grande. O movimento solicitou ao Ministério Público averiguar as empreiteiras que fornecem serviços para prefeituras e Governo, que segundo MCCE são doadoras de recursos de candidatos. Uma delas, sem ter o nome revelado pelo Movimento, teria sido flagrada pela PF fraudando licitações.Outras denúncias incluem também os gabinetes itinerantes, a violação da dignidade humana dos cabos eleitorais, as casas de apoio que tem o apoio de deputados estaduais, para onde vão pacientes do interior do estado para se tratar nos hospitais da capital.Direito constitucionalO assessor de imprensa e obreiro da Igreja Mundial do Poder de Deus, Milton Rodrigues, disse que é direito constitucional a opção religiosa de cada cidadão. "Gostaríamos que o MCCE e o Ministério Público pudessem averiguar os fatos in loco e observar se existe mesmo charlatanismo ou aquilo que chamamos de fé", disse Rodrigues.Sobre utilizar o canal de televisão para divulgação de possíveis candidatos, Milton Rodrigues disse que os pastores trabalham pregando o evangelho e que eles têm se preocupado em seguir as leis eleitorais. A respeito de dívidas trabalhistas, Rodrigues revelou que que a Igreja paga o trabalho dos prestadores de serviço e que tem um projeto para contratação de funcionários com carteira assinada."Se tivermos pastor pré-candidato a sociedade irá saber. Outras denominações religiosas apóiam um candidato e tem seu representante, ou na Assembléia Legislativa, no Senado ou Câmara Federal. Nós também temos direito de ter nosso representante", disse o assessor de imprensa.EscândaloA Igreja Mundial do Poder de Deus foi destaque, recentemente, na imprensa nacional. A revista "Época" publicou uma ampla reportagem sobre a transformação da igreja num império evangélico. A igreja é dissidente da Igreja Universal do Reino de Deus.No dia 11 de março, o "Jornal Nacional", da Rede Globo, divulgou que foram detidos pela Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul (PRF-MS) três pastores da igreja com sete fuzis modelo M-15, calibre 5,56, cujo tiro pode atravessar coletes à prova de balas. Os fuzis, segundo matéria publicada no site Extra Online, foram comprados na Bolívia e seriam entregues no Morro do Martins (Rio de Janeiro).fonte midia news

sábado, 3 de abril de 2010

PROJETO PROIBE USO DAS "PULSEIRAS DO SEXO' NAS ESCOLAS DE VARZEA GRANDE-MT

Tramita na Câmara de Vereadores de Várzea Grande um projeto de lei que proíbe nas escolas da rede municipal o uso das pulseiras coloridas e de plástico, que virou febre entre os adolescentes, e que acabaram popularizadas como as “pulseiras do sexo”. De autoria do vereador Toninho do Gloria líder da bancada do (PV), o projeto prevê ainda que as direções das escolas chamem os pais para explicar as razões da adoção da medida.
Os adereços coloridos viraram moda entre os adolescentes brasileiros no final do ano passado. Elas fazem parte de um jogo que começou a ser difundido nos Estados Unidos. Cada cor de pulseira representa um significado e quando ela é arrebentada por alguém, o dono do acessório é obrigado a realizar a tarefa correspondente a cor da pulseira.
O amarelo por exemplo significa dar um abraço, a vermelha indica que a menina ou menino tem que sentar no colo um do outro, a cor verde sugere puxões no pescoço e assim sucessivamente, conforme quadro abaixo.
“Estamos preocupados com esse tipo de comunicação entre os alunos por sinais. E queremos também que a direção das escolas faça um trabalho de conscientização com os pais. Tenho certeza que há muitos pais que desconhecem os significado dessas pulseiras nos braços dos jovens”, argumentou Toninho do Gloria.
Para Toninho do Gloria, o uso das pulseiras não é o único problema, mas sim a exacerbação da sexualidade entre os adolescentes.
Risco fez jogo virar um caso de polícia
A modalidade virtual do jogo passou a ser usada por pedófilos para aliciar menores. O alerta é da ONG Safernet. Em seu formato online, o jogo é disseminado dentro de sites de relacionamento, em comunidades que tratam exclusivamente do assunto.
No Orkut, são três, cada uma com mais de 100 mil membros, maioria criança e adolescente. Nos tópicos, usuários trocam mensagens dizendo que cor de pulseira gostariam de arrebentar no braço do outro.
"Recebemos denúncias de que pedófilos estão utilizando o jogo como canal de aliciamento. Eles trocam mensagens com menores para marcar encontros. Os pais precisam conversar com os filhos e estar sempre atentos", afirma Rodrigo Nejm, diretor da Safernet.
O psicólogo Julio D'Amato considera o jogo arriscado. "Expõe a criança a uma situação para a qual ela não está preparada. Esse código pode ser conhecido por indivíduos mais velhos, que serão atraídos pelas pulseiras", afirma.
Significado das cores
Amarela – abraço Laranja – mordida Roxa – beijo de língua Cor-de-Rosa – Menina mostra os seios Vermelha – menina ou menino senta no colo do outro Azul – sexo oral praticado pela menina Rosa Claro – sexo oral praticado pelo menino Branca – a menina decide Verde – puxões no pescoço Preta – fazer sexo com o rapaz que arrebentar a pulseira Dourada – praticar todos os citados acima

CRISTÃOS DEVEM APOIAR MARINA SILVA,DIZ EVANGÉLICO

Saudada como "nossa irmã Marina", a senadora Marina Silva (PV-AC) selou ontem o primeiro apoio de uma igreja evangélica na corrida presidencial. Em visita a Garanhuns (PE), ela foi recebida com festa num colégio presbiteriano, onde se reuniu com 20 pastores e fez um discurso de forte teor religioso.Após o evento, o reverendo Silas Menezes, número dois da hierarquia da igreja, que os "cristãos sérios" devem apoiar sua candidatura ao Planalto.
."Ela é a candidata mais indicada para nos representar. A parte séria dos cristãos vai se inclinar para Marina", afirmou Menezes, vice-presidente do Supremo Concílio presbiteriano. "Ela terá mais votos do que as pesquisas dizem. Só precisa se tornar mais conhecida.""Não devemos declarar apoio oficial, mas recomendamos que nossos fiéis olhem para os domésticos da fé", disse o pastor Marcos André Marques. Marina será convidada para um encontro com a cúpula da igreja nas próximas semanas.Em 2002, a denominação sustentou a candidatura presidencial do ex-governador do Rio Anthony Garotinho, que é presbiteriano. A igreja contabiliza 1 milhão de fiéis no país e exerce forte influência sobre outros ramos evangélicos.Marina se converteu à Assembleia de Deus há 13 anos e é a única evangélica na disputa para suceder o presidente Lula.O bispo católico de Garanhuns, dom Fernando Guimarães, também foi convidado para o ato de ontem. No entanto, ele não discursou.Marina reclamou de preconceito contra evangélicos: "Vejo pessoas tentando associar fé cristã a conservadorismo. Quem quiser ser dogmático e conservador não use a Bíblia como referência. Quem quiser ser machista ou discriminar, que o faça por sua conta".Em outras ocasiões, ela já se queixou de uma suposta tentativa de rotulá-la como conservadora e defensora do criacionismo. Marina diverge do PV em questões sensíveis aos evangélicos, como descriminalização do aborto. Anteontem, prometeu não fazer uso político da religião. "Não vou usar o púlpito como palanque e não vou satanizar ninguém. O amor que Deus tem por mim, Ele tem por Dilma, Serra e Ciro."Na cidade natal de Lula, a senadora deixou de lado as críticas para elogiar o presidente. "Quando vinha do aeroporto, pensei: "Puxa vida, aqui nasceu o menino Lula". Ele já foi uma criancinha e virou presidente. Para mim, é uma emoção muito grande estar aqui", discursou. À noite, Marina assistiu à encenação da Paixão de Cristo em Nova Jerusalém (PE).Fonte: O documento

quinta-feira, 1 de abril de 2010

PASTOR DA ASSEMBLEIA DE DEUS É PRESO POR TER NOME IGUAL A DE ESTUPRADOR

Por ter o mesmo nome de uma pessoa acusada de estupro, o pastor Luciano de Jesus ficou preso durante cinco dias no cadeião de Pinheiros, em São Paulo. Além de ter o mesmo nome do acusado, o seu pai é homônimo do pai do acusado.Apesar das coincidências, a 3ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo entendeu que o engano do Estado foi prejudicial a Luciano e o condenou a indenizar o autor da ação no valor de 300 salários mínimos, cerca de R$ 150 mil. Em 2006, a 3ª Vara da Fazenda Pública paulista havia fixado a indenização de 100 salários mínimos, e o valor foi reformado pelo TJ paulista.O advogado de defesa, Sidney Luiz da Cruz, decidiu recorrer da primeira decisão para aumentar a indenização alegando o constrangimento passado pelo cliente. Luciano de Jesus, pastor da Assembleia de Deus do bairro Jardim São Luis, em São Paulo, passou cinco dias no cadeião de Pinheiros. Ele foi preso na sexta-feira, 29 de março de 2005, por volta das 19h em sua casa.Ele acabou detido no lugar de um homônimo, que também não deveria ir para a cadeia. Para o advogado da vítima, foram dois erros numa só medida. Isso porque, ao consultar os autos do processo do fórum de Embu-Guaçu, foi constatado que o verdadeiro acusado, seu homônimo Luciano de Jesus, de 22 anos, já havia sido absolvido da acusação de estupro e solto em agosto de 2004.Não houve alternativa, a não ser ingressar com uma ação reparatória. O juiz Valter Alexandre Mena entendeu que as coincidências do caso (os pais do pastor e do homônimo também têm o mesmo nome), poderiam explicar o “desaviso, mas não justificar o fato”. “Apesar das coincidências, é induvidosa a desídia dos agentes públicos, que devem responder pelo dano daí decorrente”, considerou. O desembargador do TJ-SP, Antonio Carlos Malheiros, manteve a condenação, mas considerou a indenização insuficiente.fonte gnoticias

JOÃO GORDO, AUTOR DE VÁRIAS OFENSAS CONTRA A IGREJA UNIVERSAL, É CONTRATADO PELA RECORD

O cara do punk. Quem olha para João Gordo tem essa como a primeira impressão, mas, com cinco minutos de conversa, é possível perceber que ele é totalmente diferente do rótulo de grosso e mal educado.
Ao lado de Marcos Mion e outros 12 artistas, João fará parte da nova atração da Record, o “Legendários”. “Quando o convite veio, não pensei duas vezes”, revelou. O apresentador, que ficou 12 anos na MTV, apostou no novo e promete boas risadas para quem irá assistir ao programa.
De acordo com Marcos Mion, diretor do programa, a contratação de João Gordo é, talvez, a mais improvável que a emissora fez até hoje. “Quando citei o nome dele para a diretoria da Record, eles ficaram cinco segundos me olhando, como quem diz ‘você ficou louco?’. Mas, quando contei o que havia pensado para ele dentro do programa, eles assinaram embaixo”, disse.
Sobre a proposta, o apresentador logo soltou: “Eu estava de saco cheio da MTV. Já estava lá há 12 anos e quis provar que eu posso ser alguém e fazer mais fora de lá”.
Apesar de falar da emissora com tom irônico e até com um pouco de frustração, João revelou que não tem mágoa. Pelo contrário, guarda momentos muito bons. “De mil coisas, cem foram ruins. Só tenho que agradecer por esse tempo”, disse. Polêmico, ele também revelou que aceitou trabalhar em TV aberta pelo lado financeiro. “Fui mais comercial. Vim para ganhar dinheiro”, soltou.
Questionado sobre a música que lançou na década de 1990, chamada “Igreja Universal”, ele respondeu: “Essa música virou um ícone, todo mundo canta e faz parte da minha vida. Mas o que eu penso sobre a igreja ou sobre a religião é algo irrelevante”, afirmou e ainda brincou: “Será que eu fiz mal em vir para a Record? Todo mundo achou que eu tinha virado crente!”
No “Legendários” João será uma espécie de “Fiscal do Povo”, que fala sobre corrupção, política e assuntos polêmicos. Além disso, aos sábados, dia em que o programa será exibido, ele participará via internet da própria casa, comentando as matérias e as atrações do programa.
O apresentador já deixou avisado: “Eles não vão economizar nos ‘pis’. Vou falar palavrão como sempre falei. Serei eu mesmo. Eles estão sabendo quem contrataram!”
ABAIXO A LETRA DA MÚSICA.
“Igreja Universal” da banda punk Ratos de Porão, composta por João Gordo:
Você acredita em deus, e nos seus milagres?Em troca de dinheiro, ele te fará feliz!!!Você chorou de emoção, em nome da verdadeNas mãos de um charlatão, você é um imbecil!!!Fanáticos, doentes de lavagem cerebralPor trás dessa bondade existe sexo e poder,Promessas do inferno da igreja universal.Você está curado!!!O pastor de seu deus está enganando você!O pastor de seu deus está enganando você!Aleluia irmão! Aleluia! Aleluia irmão! Aleluia!O câncer que corrói a sua vida está no fim;Depois de 20 anos ele voltou a andar;O demônio foi expulso com a força do amor;O CEGO AGRADECIDO NÃO PODIA ENXERGAR!!!!!Histeria coletiva,Farsa pentecostal,Hipnose destrutiva,Atitude anormal!!

IGREJA LEVANTA MILHÕES DE DOLARES EM CARROS, BRINDES E PRÊMIOS PARA CONCURSO E PREGAÇÃO NA PÀSCOA

Bay Area Fellowship, a maior igreja de Corpus Christi, Texas (EUA), está oferecendo televisores de LCD, skates, guitarras Fender, móveis para a casa e 15 carros nos cultos de Páscoa deste ano.
E mesmo aqueles que não ganharem os prêmios vão receber algo. A igreja reuniu donativos para 15.000 vales presentes no valor de U$ 300 dólares em mercadorias e serviços gratuitos.
“Nós vamos dar alguns prêmios e dizer: ‘imagine o quão feliz o céu vai estar se você se sentir animado ao ganhar um carro’, disse o pastor Bil Cornélio. “É completamente de graça. Tudo o que você tem a fazer é recebê-lo”.
Ele espera que o prêmio vá ajudar a igreja a atrair algumas pessoas que não costumam ir à igreja ou aqueles que têm desviado em sua fé. “Muita gente não vai aos cultos da Páscoa porque eles pensam: ‘eu não tenho sido uma pessoa boa’”, disse Cornélio. “Você não tem que ser ‘bom’ para vir à igreja”.
Os prêmios são entendidos como uma metáfora para a mensagem de Páscoa que o pastor Cornélio chama de a dádiva suprema. Assim como os prêmios são gratuitos para os vencedores, o céu também é. Mas alguém tinha que pagar primeiro para todos os carros, móveis e televisores, como Jesus pagou pelos pecados do povo.
“A oferta final é que Jesus deu sua vida por nós”, disse Cornélio. “Quando nós pensamos sobre o espírito de dar, sempre pensamos sobre o Natal. Mas realmente o espírito de dar é a Páscoa”.
Cornelius é um pastor com cabelo espetado e que usa calça jeans. Ele tem feito algumas críticas descontraídas. Alguns dizem que a sua banda de rock n ‘roll e grande porte altivo anda muito longe da verdadeira mensagem de Jesus.
O Pastor Cornelius sabe que será criticado por sua ideia. “Sabemos que é não-convencional”, disse ele. “Nós sabemos que algumas pessoas de fé não vão concordar com isso”.
Michael Emerson, professor de sociologia na Universidade Rice e co-diretor do Instituto de Pesquisa Urbana, disse que nunca tinha ouvido falar de nada assim antes. “Eu nunca tinha ouvido falar disso, não a esse extremo”, disse Emerson. “Isso é surpreendente”.
“Outra crítica do movimento é que eles são extremamente confortáveis com a sociedade de consumo”, disse Emerson, “visto que alguns crentes diriam: ‘isto não é quem era Jesus, isso não foi o que ele ensinou”.
Cornelius também não tem conhecimento da oferta recebida. Mas sabe-se que a Igreja Lakewood, em Houston, conduzida por Joel Osteen, doou 57.000 dólares em jogos de vídeo game na última Páscoa. Outra pequena igreja em Ohio tem planos de doar US $ 500 a um membro e um convidado para esta Páscoa.
Na semana passada, os voluntários da igreja estavam ocupados fazendo uma lista especificando os carros e montando as bicicletas. Eles tiveram que cortar um grande espaço na parte traseira da capela para os carros para passarem durante os cultos de Páscoa.
A igreja levantou todas essas doações em duas semanas. A ideia começou em uma reunião com os membros na igreja Crossing em Elk River, Minnesota. O pastor Eric Dykstra estava planejando uma série que chamou de “caminho da alegria”, sobre a alegria que Jesus pode trazer. Ele queria usar um carro no palco para ilustrar sua ideia.
“Como parte da série, nós pensamos que deveríamos doar um carro”, disse Dykstra. “Nós estávamos sentados em uma reunião e pensei ‘por que não?’”
A igreja Crossing conseguiu adquirir muitos carros novos, em sua maioria doados por uma concessionária mais um pouco de dinheiro levantado pelos membros. O pr. Dykstra faz parte de um grupo de jovens pastores pastoreados por Cornelius. Dykstra mencionou a ideia do carro para Cornélio durante uma reunião de algumas semanas atrás.
“Ele me chamou e disse: ‘eu acho que vamos obter vários carros’”, disse Dykstra. Ele foi inspirado a tentar recolher mais prêmios para seus membros, mas não espera superar Cornélio e a igreja Bay Area.
“Ele gostou da ideia”, disse Dykstra rindo. “Não é realmente uma competição. É mais como ele vai ganhar”.
Cornelius pediu aos membros da igreja para oferecerem serviços e colocar na forma de “vale serviço” duas semanas atrás. A resposta já foi positiva. O plano foi promovido como uma dádiva de US $ 1 milhão, mas o valor real vai ser muito maior. Os 15.000 vales só valerão 4,5 milhões de dólares se todos os bens e serviços forem trocados. Os cupons não têm nenhum valor em dinheiro.
“Nosso povo tem sido incrivelmente generoso”, disse Cornélio. Entre os 15 carros – todos usados, mas com baixa quilometragem – há um Audi A4, Jeep, Chevrolet Aveo, Mazda RX8, Volkswagen Jetta, duas BMWs, Chevrolet Avalanche, Jaguar e dois eclipses Mitsubishi.
César Torres, proprietário da LoFi Motors em Ayers Street, é um membro da Bay Area e voluntário do ministério das crianças. “O Cornelius não disse se o carro teria que ser novo ou velho”, disse Torres. “Tenho certeza que ele pensou que seria algo que eu não poderia vender o meu lote”.
“Alguns dos carros foram doados por comerciantes, como Torres, e os outros foram comprados com o dinheiro doado pelos membros. Os carros foram comprados em leilões por causa dos baixos preços”, disse Cornélio.
A loja de móveis Wilcox também fez uma grande doação de conjuntos de quarto, poltronas e outros móveis. George Moore, dono da loja, estima que o valor total da mercadoria seja entre US $ 12.000 e $ 16.000.
Moore e sua família freqüentam a Bay Area e ele acredita na missão da Igreja para chegar à igreja. “Esperamos que o vencedor seja uma pessoa que nunca esteve em uma igreja antes, ou talvez uma pessoa que está sofrendo de algum tipo de vício ou que tenha algum tipo de problemas em sua vida. Talvez eles estejam passando por um divórcio. O que nós queremos fazer é levantar essas pessoas”.
A igreja recebeu também a doação de um iPod. Alguns doadores não são membros.
“Nós estamos lucrando com a boa vontade da igreja nos últimos 12 anos na comunidade”, disse Cornélio. “E eu não quero trazer prejuízo dentro da igreja. Quero abençoá-los dando-lhes algo de volta”.
Líderes da Bay Area esperam que a frequência da igreja aumente – entre 15.000 e 20.000 pessoas – para os cultos de páscoa. Um carro será doado em cada culto na igreja principal e um em cada uma das congregações em Kingsville, Calallen, San Marcos e Alice.
Uma congregação será aberta no domingo de Páscoa. Não haverá sorteio de carro, mas de entre 200 e 300 bicicletas para crianças.
Os vales-presentes irão incluir cupons para bens e serviços doados por empresas locais, tais como bilhetes de Corpus Christi Hooks, uma noite gratuita na plataforma de embarque Pooch, uma avaliação quiroprática grátis e uma sessão de fotografia profissional. Cornélio não permitiu cupons de descontos, apenas prêmios gratuitos.
“Nós realmente fizemos questão de que isso acontecesse”, disse ele. O concurso tem algumas regras. Somente pessoas com idades até 16 anos poderão colocar seus nomes em um sorteio de prêmios grandes. Pessoas com mais de 18 anos não podem se inscrever para ganhar um carro. O Estado exige que se faça um seguro de carro que a pessoa ganhadora possa adquiri-lo, então terá um agente de seguros no local.
O ministério de crianças irá doar prêmios apropriados para a idade. Cornélio disse que espera que os prêmios sejam ganhos por pessoas que realmente precisam. “Eu não ficaria surpreso se alguém que ganhar doá-lo para alguém que precisa mais”, disse. O pr. Cornélio fez questão de reforçar que “muita gente não vai aos cultos da Páscoa porque eles pensam: ‘eu não tenho sido bom”. Não é isso que se trata. Você não tem que ser ‘bom’ para vir à igreja”, disse. fonte gospel mais.