quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Igreja que cuida de dependentes químicos pede ajuda para manter projeto

A igreja Ministério Pentecostal Tabernáculo da Glória (MPTG) passa por dificuldades financeiras em relação a pagamento de contas.

A igreja Ministério Pentecostal Tabernáculo da Glória (MPTG) que atende mais de 100 dependentes químicos em duas sedes na rua Joaquim Nabuco, bairro Amambai e em uma chácara às margens da BR-262, a 30 km de Campo Grande, saída para Três Lagoas passa por dificuldades financeiras em relação a pagamento de contas básicas como água, luz, alimentação e outros.

Mesmo com as dificuldades financeiras junto com a falta de apoio do poder público, a igreja pretende aumentar o atendimento com uma nova sede para abrigar mulheres que sofrem de dependência química. A música, teatro e dança são um dos meios utilizados na recuperação dos dependentes.

O atendimento do MPTG é feito hoje com homens de diferentes faixas etárias que na sua maioria viviam em terrenos baldios, calçadões e obras abandonadas, quase todos deserdados pela família.

De acordo com o pastor e advogado Milton Marques que largou a advocacia pela causa, conta exemplos de restauração física, emocional, ética, social e profissional. Segundo ele o leque de resgates é amplo, com dezenas de ex-dependentes que depois de cumprir o estágio de tratamento na Clínica da Alma do MPTG – seis meses, no mínimo – retomaram a normalidade da vida.

Sendo que uns voltaram à sala de aula, outros conseguiram novas chances de emprego, formaram família ou optaram pelo pastorado.

Quem quiser ajudar pode entrar em contato pelo: 9925-6636 ou 9951-1930 e falar com o pastor Milton Marques.

Fonte: MidiaMax

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Presbítero é morto por jovens da Assembleia de Deus que discordaram de sua liderança

A morte de um presbítero da Assembleia de Deus de Rio das Antas, no Meio-Oeste Catarinense, na noite de domingo, pode estar ligada a desavenças religiosas.

Airton Vargas, de 44 anos, teria discutido com dois integrantes do grupo de jovens da igreja, que são os principais suspeitos de terem matado com uma facada o religioso.

Os suspeitos pela autoria do crime, Adelir Gonçalves e Elias Martins, ainda estão foragidos.

“O corpo já passou pela necropsia e o caso está na Delegacia de Rio das Antas”, explicou o delegado Arilton Zanelatto.

Segundo a polícia, a vítima teria sido nomeada coordenadora do grupo de jovens. E os dois suspeitos, que não aceitaram a decisão, teriam ido até a casa de Vargas para tirar satisfações. Por volta das 19h30min deste domingo, o trio iniciou a discussão e chegou a entrar em luta corporal.

A vítima acabou morta em frente à residência, no bairro Bela Vista, logo após a discussão. Um dos suspeitos teria desferido uma facada nas costas do presbítero. A arma do crime, uma faca artesanal cuja lâmina mede 30 centímetros, foi apreendida pela polícia.

O responsável pela delegacia de Rio das Antas, Cláudio Sanches, revela que um inquérito policial já foi instaurado para investigar o crime.

— Segundo informações prestadas pelas testemunhas em depoimento, o crime teria sido motivado por discussões religiosas.

Até o final de tarde desta segunda-feira, os dois suspeitos continuavam foragidos. Nesta terça, a polícia deve solicitar ao Judiciário um mandado de prisão preventiva da dupla, que deve responder por homicídio qualificado.

Fonte: Ogalileo / Gospel Prime

Pastor salva ‘flanelinha’ com a Palavra de Deus

Um pastor convenceu o jovem Diego Silva, de 25 anos, a não se jogar do alto da caixa d’água da Cosanpa (Companhia de Saneamento do Pará), em Belém do Pará.

“Eu resolvi pedir para subir. Eu tinha certeza de que a palavra de Deus iria convencê-lo. Como se Deus dissesse para mim que uma vida não ia ser ceifada. E foi o que aconteceu.”

O jovem, conhecido como “Magrão,” trabalha como flanelinha nas proximidades do cemitério de Santa Isabel e entrou no prédio da Cosanpa para tentar saltar e tirar sua própria vida. Sem que os funcionários da segurança o vissem ele entrou e subiu as escadas e após alguns minutos ele passou para o outro lado do parapeito.

Pessoas da rua movimentada da região, percebendo a tentativa do jovem, rapidamente acionaram o Ciop (Corpo de Bombeiros Militar do Pará).

“Quando nós chegamos, o rapaz estava bastante transtornado. Parecia ter consumido algum tipo de droga. Falava na mãe, no pai e sobre alguns problemas que tinha com a família. Pedia apoio para os problemas,” contou o 2º tenente Natanael, do Corpo de Bombeiros.

João Furtado Filho, pastor da Igreja Evangélica Quadrangular, passava pelo local nesse momento e decidiu subir.

“Eu resolvi pedir para subir. Eu tinha certeza de que a palavra de Deus iria convencê-lo. Como se Deus dissesse para mim que uma vida não ia ser ceifada. E foi o que aconteceu.”

Segundo o Ciop, “a palavra do pastor também foi decisiva para que ele não pulasse.”

Em pouco tempo uma multidão estava aglomerada nos arredores da caixa d’água. Havia aqueles que tanto “incentivavam” positivamente quanto negativamente o flanelinha. Às 15h30, “Magrão” resolveu dar a mão ao pastor e desistir de saltar e pôr fim à propria vida.

O jovem foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o hospital das clínicas Gaspar Viana, no qual passou por uma avaliação psicológica e foi medicado.

Segundo informações de seu colega, o jovem Diego já agia de forma estranha.

“Ele tava triste e cabisbaixo. Só falou que estava com muitos problemas e que a vida estava sem significado. Ele também é usuário de drogas. Eu nunca pensei que ele tivesse coragem de fazer uma coisa dessas.”

Fonte: Christian Post

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Frente Evangélica quer sustar regras sobre reprodução assistida

Para os deputados evangélicos a permissão de técnicas de fertilização em laboratório para homossexuais devem ser normatizados em lei e não por resolução.

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos (PSDB-GO), quer sustar a recente resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que estabelece novas regras para a reprodução assistida. Entre outros pontos, o texto permite que mulheres solteiras e casais homossexuais femininos recorram às técnicas de fertilização em laboratório e prevê o uso de material biológico após a morte do doador. No caso de um casal homossexual masculino, o uso de barriga de aluguel dependerá de autorização dos conselhos regionais de Medicina (CRMs).

Para João Campos, esses temas deveriam ser tratados em lei e não em uma resolução. "Estou providenciando uma proposta de decreto legislativo para suspender os efeitos dessa resolução e recomendei à minha assessoria a possibilidade de alguma medida judicial", informa Campos.

O deputado aguarda a conclusão de um estudo para saber se a suspensão pode ser obtida por meio de uma ação judicial. A resolução do CFM foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 6.

Insegurança jurídica

A advogada Letícia Osório de Azambuja, da Comissão de Bioética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), defende a normatização de assuntos relacionados à reprodução assistida como forma de garantir a segurança jurídica. Ela ressalta que as leis atuais não são específicas e geram muitas discussões. "E essas discussões acabam caindo no Judiciário”, diz.

Letícia Azambuja lembra que o Congresso Nacional dificilmente aprova leis sobre o tema, principalmente por falta de apoio das bancadas religiosas.

Já o presidente da Frente Evangélica argumenta que a falta de legislação não pode ser atribuída aos debates religiosos. Para ele, os projetos sobre reprodução assistida não se convertem em leis em virtude de argumentos jurídicos, científicos, éticos e de moral. A frente tradicionalmente se opõe a assuntos como aborto e união civil de pessoas do mesmo sexo.

Dado da realidade

O presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, deputado Vieira da Cunha (PDT-RS), considera que a bancada evangélica tem todo o direito de sustentar as suas posições e de arguir a ilegalidade da resolução do CFM. Porém, segundo ele, o CFM também agiu no exercício da sua competência, que é a de orientar os médicos e baixar resoluções sobre padrões éticos no exercício da Medicina.

“No que diz respeito à polêmica do casal homossexual se valer da reprodução assistida, os tribunais têm reiteradamente reconhecido a situação de fato criada pela união homossexual, que gera efeitos jurídicos independentemente das nossas convicções religiosas”, ressalta Cunha. “Não podemos desconhecer a realidade, e se ela existe as consequencias têm que ser reguladas no mundo do Direito, independentemente de concordarmos com a união homoafetiva. Portanto, o CFM agiu bem”, conclui o deputado.

Diferenças

A presidente em exercício da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputada Janete Rocha Pietá (PT-SP), informou que concorda com a resolução do CFM.

Segundo a deputada, a Frente Evangélica está empenhada numa série de ações que têm a homofobia como motivadora fundamental. Ela cita, por exemplo, as críticas feitas por integrantes da frente às cartilhas contra a homofobia nas escolas. “A frente está muito atuante, mas não concordo com essa postura. Temos de travar neste ano no Parlamento uma discussão sobre o respeito às diferenças”, destaca.

Ela disse respeitar a Frente Evangélica, mas ressaltou a importância de combater todas as formas de preconceito e de lutar por uma sociedade na qual não haja nenhuma forma de discriminação, como determina a Constituição Federal.

Fonte: Agência Câmara

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Mais de 800 igrejas se unem para 21 dias de oração e jejum

A iniciativa “Despertar”, é liderada pelo Pastor Stovall Weems da Igreja Celebração em Jacksonville, Flórida.

O pastor exorta os cristãos a se reconectarem espiritualmente a Deus através de 21 dias de oração e jejum.

Weems explicou que o número 21 foi escolhido por causa de seu significado bíblico, apontando que Daniel jejuou durante 21 dias. Ele também observou que 21 dias é o período que os psicólogos e os médicos dizem que é necessário para iniciar um novo hábito e livrar-se de um velho.

"O jejum na nova aliança é realmente comemorar o Espírito Santo no interior de vocês e visa experimentar mais da presença de Deus em sua vida, se ligando a Ele de maneira mais profunda e se desligando do mundo", explicou Weems. O pastor frisa que a oração nos liga a Deus e o jejum nos desconecta do mundo.

Weems compartilha que começou a prática do jejum depois que ele entregou sua vida a Jesus Cristo na idade de 20 anos. O pastor da Florida, cuja igreja está classificada por uma revista no “top Outreach” como uma das 100 que obtiveram crescimento mais rápido e sendo uma das maiores igrejas do país, disse ter encontrado no jejum "enorme benefício" para sua caminhada com Deus, incluindo vibração e refrigério na sua vida espiritual.

A iniciativa do “Despertar” está apenas no seu terceiro ano, mas tem atraído a participação de centenas de igrejas. No ano passado, mais de mil igrejas, representando 1 milhão de pessoas, participaram do propósito. Weems disse que a iniciativa deste ano está a caminho de superar o nível de participação de 2010.

“Meu coração deseja ajudar os pastores , líderes, igrejas a estabelecerem uma cultura de jejum e oração no meio do seu povo. Não é como, ‘Ei, vamos rápido para um evento que vai acontecer' ", disse Weems. “Nós nos propusemos a buscar uma cultura de oração e jejum em que venhamos buscar a Deus e fazer deste ano o melhor ano de todos espiritualmente" , completa.

"Se você priorizar a área espiritual, independente de quais desafios venham do lado de fora, você vai ter um grande ano."
A Igreja Celebração, onde o pastor e fundador é Weems, tem uma tradição de começar o novo ano com oração e jejum.

Recentemente, o pastor da Flórida lançou um livro chamado “O Despertar: Uma Nova Abordagem para a Fé, Jejum e liberdade espiritual”, que compartilha com os cristãos sobre como recarregar a sua vida espiritual através de 21 dias de oração e jejum. O livro foi lançado pouco antes do despertar para ensinar as pessoas sobre os benefícios e saúde espiritual do jejum. Ele também refuta algumas ideias erradas sobre a prática.

Os 21 dias de oração e jejum começaram 10 de janeiro e terminam 30 de janeiro.


Fonte: Christian Post

"A pornografia é uma droga, veneno e mentira", diz ex-atriz pornô

Em entrevista ao site “The Porn Effect” a ex-atriz pornô, Jennifer Case, fala dos malefícios que a indústria pornográfica.

Jennifer Case deixou a indústria do sexo três anos atrás "pela graça de Deus", diz ela, e a mensagem dela para os homens é muito clara: “Há uma pessoa real do outro lado das imagens que você está vendo, e você está destruindo a vida dela e a vida dos filhos dela”.

Numa entrevista para o site “The Porn Effect” (O Efeito Pornô), Case testifica de sua própria experiência pessoal acerca dos malefícios que a indústria pornográfica provoca nas mulheres envolvidas. Ela diz que ficou traumatizada, oprimida e abusada, e ficou viciada em drogas e precisava de dinheiro da pornografia para continuar tendo condições de comprá-las. Fisicamente ela tinha de lidar com doenças sexualmente transmissíveis

“Tive tantas infecções diferentes o tempo inteiro. Deixei Hollywood porque fiquei muito doente de clamídia. Meu abdome doía tanto que tive de voltar para casa”, disse ela.

A indústria pornográfica é alimentada pelos seus consumidores — eles e seu dinheiro impulsionam o destrutivo negócio — e daí dá para se atribuir os danos feitos a essas mulheres aos consumidores bem como produtores. Contudo, a ex-atriz pornô não guarda amargura contra os homens pela vida passada dela. Ela possui um discernimento profundo da natureza viciadora da pornografia e diz que compreende que só com a ajuda de Deus os homens conseguem sair do vício, assim como foi com a ajuda de Deus que ela deixou essa indústria.

“Homens, Deus ama vocês! Eu amo vocês também e sempre orarei por todos vocês, para que as cadeias sejam quebradas”, diz ela. “Você é escravo da pornografia tanto quanto qualquer atriz pornô. Se você está vendo pornografia ou está viciado à pornografia, você está tentando encher um vazio dentro de você que só Deus pode preencher. Toda vez que você olha pornografia, você está aumentando o vazio, e você destruirá sua vida”.

Ela diz que a pornografia é “maligna” e “é uma droga, veneno e mentira”.

“Se você pensa que poderá guardá-la no escuro, Deus a tirará para fora, para a luz, para deter você e curar você”.

Num apelo muito franco, Case concluiu a entrevista dizendo: “Essas mulheres são preciosas e merecem ser amadas exatamente como vocês merecem. Há uma pessoa real do outro lado das imagens que você está vendo, e você está destruindo a vida dela e a vida dos filhos dela. Em toda pornografia existe a filha de alguém. E se fosse a sua filhinha? Você pode realmente estar ajudando na morte de alguém! Atores e atrizes pornôs morrem o tempo todo de AIDS, overdoses de drogas, suicídios, etc. Por favor, parem de olhar pornografia”.

Fonte: Guia-me

Pastor dos EUA planeja realizar "julgamento" contra o Corão

O pastor cristão de uma pequena igreja da Flórida (EUA), Terry Jones, que queria queimar cópias do Corão no ano passado, agora planeja realizar um "julgamento" contra o livro sagrado do islã.

Jones, pastor da igreja evangélica Dove World Outreach, em Gainsville, no norte do estado, fixou o dia 20 de março como a data do "Dia do julgamento internacional do Corão", às 20h (de Brasília), informou nesta terça-feira a imprensa local.

O religioso divulgou seus planos em um vídeo que publicou no YouTube e no qual informa que "o Corão será julgado" e haverá advogados e testemunhas.

"O Corão é o acusado. Nós estamos acusando o Corão de assassinato, violação e de ser responsável por atividades terroristas ao redor do mundo. Estamos acusando o Corão destes atos violentos", disse Jones no vídeo.

Incenticou os que defendem o Corão a ligarem e indicarem "quem será o advogado de defesa. Desafiamos que o façam. Não falemos, queremos ver ação e que nos demonstrem. Venham nos demonstrar nesse dia, 20 de março, o dia que o Corão será julgado".

"Nós teremos um juiz, vamos chamar testemunhas e vocês podem chamar testemunhas", precisou.

"Desafiamos vocês. Da última vez vocês, os islamitas, demonstraram ter uma boca muito grande. Falaram muito e seguiram falando para dizer o quão pacífico era o Corão. Bom, venham e demonstrem", acrescentou.

Se o livro sagrado do islã, detalhou, for considerado culpado poderá ter quatro castigos: "ser queimado, se essa for a vontade das pessoas, afogado, picado ou fuzilado".

Em setembro de 2010, Jones chamou a atenção da comunidade internacional após anunciar que queimaria cópias do Corão, mas voltou atrás em seus planos depois que governantes do mundo advertiram que sua ação poderia incitar a violência.

O pastor previa queimar exemplares do livro sagrado do islã no nono aniversário dos atentados de 11 de setembro.

A iniciativa de Jones suscitou a ira do mundo islâmico e a condenação do Governo americano, do Vaticano e da União Europeia, entre outros.

Fonte: Folha Online

Cristão é morto a tiros em trem no Egito; outros cinco ficaram feridos

Um cristão foi morto a tiros e ao menos cinco outros ficaram feridos nesta terça-feira em um trem no Egito, segundo fontes hospitalares e de segurança.

A morte ocorre menos de duas semanas depois do ataque a bomba contra uma igreja, no mais violento incidente sectário no país em vários anos.

Não ficou claro se os tiros foram motivados por questões religiosas no Egito, um país de maioria islâmica, onde os cristãos constituem 10% dos 79 milhões de habitantes.

Depois do atentado de 1º de janeiro, que matou 23 pessoas em Alexandria, os cristãos protestaram contra a suposta incapacidade do governo para protegê-los.

A agência estatal de notícias do Egito disse que uma pessoa morreu e cinco ficaram feridas por "disparos aleatórios" em um trem que ia do Cairo a Assiut, no sul do Egito. A nota não informava se os mortos e feridos eram cristãos.

Mariam Salah, médica da localidade de Minya, disse que seu hospital recebeu cinco cristãos feridos, e que um deles relatou que uma sexta pessoa havia sido morta. Uma fonte de segurança confirmou que há um morto.

Fonte: Folha Online

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Ladrões Invadem Igreja Evangélica pelo Telhado e Furtam Dinheiro

O pastor Edvaldo Santos de Freitas, de 41 anos, ficou chocado com o que fizeram ao templo religioso ao qual ele é o líder, no bairro do Benedito Bentes - Maceió. Ladrões invadiram a Igreja El-Elion, pelo telhado, e furtaram todo o dinheiro que estava guardado na tesouraria.

Assim que chegou ao templo, localizado na Rua A 25, o pastor notou o caixa revirado e percebeu o sumiço de R$ 761,35. Ele chamou militares do 5º Batalhão, que constaram o fato, mas não conseguiram prender nenhum suspeito até o momento, nem recuperar o dinheiro.



Informações O Jornal Web

Pastor agride mulher em casa e vai preso

Um pastor evangélico, 31 anos, agrediu a esposa, 36 anos, com socos na madrugada do dia 10 dentro do apartamento do casal, em Uberlândia.

A mulher chamou a Polícia Militar e o homem foi preso, enquadrado na lei Maria da Penha.

Segundo informações dos policiais que atenderam a ocorrência, uma discussão entre eles levou o pastor a perder a cabeça e agredir a mulher com murros na cabeça, no estômago e na boca dela, onde houve um pequeno corte. O casal tem quatro filhos sob custódia de parentes.

O pastor não quis dar declarações à reportagem do CORREIO de Uberlândia, mas disse que nunca havia sido preso antes. O delegado de plantão arbitrou fiança de R$ 1 mil para liberá-lo.

Fonte: Creio

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Pastores da Igreja Quadrangular morrem em acidente no PA

Um grave acidente rodoviário ocorrido na manhã de ontem deixou três pessoas mortas e outras três levemente feridas.

O acidente foi na rodovia PA-287, a 60 quilômetros de Redenção, entre a Vila Alacilândia e a sede do município de Conceição do Araguaia (PA).

O casal de pastores da Igreja do Evangelho Quadrangular, Vanderlan Martins Pereira e Marilene Silva Barbosa, que seguia numa moto em direção a Conceição, morreu ao ser atingido de frente por uma caminhonete Hilux, que vinha em sentido contrário.

A motocicleta em que os pastores estavam foi arremessada a uma distância de mais de 70 metros e ficou completamente destruída. O casal morreu no local.

O carro que atingiu as vítimas era dirigido por Amauri Miguel Oliveira, 48 anos, que também morreu. Além de Amauri, estavam no carro a esposa dele, Laudelina de Oliveira Alcântara, 45, e dois filhos do casal, um de 10 e outro de 15 anos. Eles sofreram apenas ferimentos leves. A família é de Brasília (DF) e estava indo para o município de São Félix do Xingu, sul do Pará.

Segundo o soldado bombeiro Maelson, que ajudou a resgatar as vítimas, um buraco no meio da pista teria provocado o trágico acidente. O carro teria tentado desviar do buraco e invadido a pista contrária, batendo de frente com os ocupantes da moto.

Fonte: Creio

Brasileiros que buscam a cura apenas na religião são quase 100 mil

Há quase 100 mil pessoas no Brasil que, quando ficam doentes, não procuram um posto médico, nem clínica, nem hospital.

Preferem se entregar a religiosos que oram ou rezam por sua cura, ou a curandeiros que dizem receber espíritos pra operar milagres e restaurar a saúde dos que acreditam.

Segundo a pesquisa "Um Panorama da Saúde no Brasil - acesso e utilização dos serviços, condições de saúde e fatores de risco e proteção à saúde 2008", divulgada neste 31 de março pelo IBGE e pelo Ministério da Saúde, 97 mil brasileiros costumam procurar seu "serviço de saúde" em cultos religiosos quando precisam de atendimento.

Obviamente, este não foi o dado destacado pelos divulgadores oficiais, até porque o número de pessoas envolvidas nesta observação é muito pequeno se comparado com o universo de 139,9 milhões que costumam buscar outro tipo de serviço de saúde.

Mas não deixa de ser curioso perceber este número tão expressivo, em termos absolutos, daqueles que costumam, exclusivamente, preferir receber uma oração ou mandinga espiritual do que procurar um profissional. E esse número ficaria ainda maior se incluísse aqueles que declararam que costumam buscar outro tipo de atendimento profissional, mas que não deixam de ir também nos cultos de curas.

A tabela que traz a informação religiosa, intitulada "Características de saúde dos moradores - Tabela 2.9: Pessoas que normalmente procuravam o mesmo serviço de saúde quando precisavam de atendimento de saúde, por tipo de serviço normalmente procurado, segundo os grupos de idade, o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita - Brasil - 2008", chama de "outros" a opção dos 97 mil brasileiros.

Mas, nas explicações finais do relatório, o texto dá um detalhamento maior ao tópico, deixando clara a que tipo de escolha se refere: "outro tipo de serviço (curandeiro, centro espírita etc.) – quando a pessoa tem o hábito de procurar o mesmo serviço que presta atendimento de saúde informal (culto religioso voltado para a cura divina, terreiro de umbanda, centro espírita, pajelança, curandeiro, rezadeira, curiosa, benzedor, pai de santo, entidade espírita, pessoa que presta alguma atividade de atenção à saúde sem ter formação profissional nesta área etc.)".

O relatório ressalta que está excluída desta opção "o serviço prestado por profissional de saúde que atende em consultório, clínica ou posto de saúde mantido por culto religioso". Dos que buscam culto religioso ou curandeiro, 50 mil são mulheres, sendo 26 mil com mais de 40 anos.

Quando considerado ambos os sexos, 45 mil têm mais de 40 anos e 60 mil tem rendimento menor que um salário mínimo. Os outros serviços de saúde relacionados na pesquisa, e o número de pessoas que buscam neles o atendimento, são: Posto ou centro de saúde (79.422.000, o mais procurado), Consultório particular (26.851.000), Ambulatório de hospital (17.073.000), Pronto-socorro ou emergência (7.088.000), Ambulatório ou consultório de clínica (5.877.000), Farmácia (2.148.000), Ambulatório ou consultório de empresa ou sindicato (1.008.000) e Agente comunitário de saúde (320.000).

Fonte: IBGE via Creio

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Ataques a cristãos indianos aumentaram na última década

Os cristãos da Índia enfrentaram mais ataques na última década, sofrendo mais de 130 ataques por ano desde 2001, com cifras que ultrapassam em muito as de 2007 e 2008.

Em 2010, os cristãos sofreram pelo menos 149 ataques violentos, de acordo com a Comunidade Evangélica da Índia (EFI).

A maioria dos incidentes ocorreu em apenas quatro estados: Karnataka e Andhra Pradesh, no sul da Índia, e dois estados vizinhos no centro-norte do país, Madhya Pradesh e Chhattisgarh. Dos 23 milhões de cristãos indianos, 2.7 milhões vivem nesses quatro estados.

Em 2009, houve mais de 152 ataques em toda a Índia. Três dos quatro estados com maior perseguição aos cristãos (Karnataka, Chhattisgarh e Madhya Pradesh) são governados pelo partido nacionalista-hindu Bharatiya Janata (BJP), e a EFI observou que o alto número de ataques a cristãos nesses estados não foi nenhuma coincidência.

“Enquanto não se pode dizer que o partido do governo teve um papel direto nos ataques a cristãos, sua cumplicidade também não pode ser eliminada”, afirmou o relatório.

Em 1998, os cristãos foram alvejados pelo BJP e por Rashtriya Swayamsevak Sangh ou RSS, dirigente do conglomerado nacionalista hindu da Índia e mentor ideológico do BJP, quando Sonia Gandhi, nascida na Itália, católica por descendência, tornou-se a presidente do Partido do Congresso.

Os ataques a cristãos foram aparentemente destinados a persuadir Sonia Gandhi a falar em favor dos cristãos para que ela fosse rotulada como uma líder da minoria cristã, em oposição à liderança da maioria hindu reivindicada pelo BJP.