quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Sobrinha de Estevam Hernandes estaria por trás das denúncias contra Zé Bruno

Sem dar prazos, governador de SP afirmou que dará andamento às investigações sobre participação de deputado em susposto esquema de venda de emendas

O jornal O Estado de São Paulo divulgou nesta quarta-feira novas denúncias contra o ex-bispo da Renascer, José Antônio Bruno, que atuou como deputado estadual entre 2006 e 2010.

Uma testemunha afirmava que Zé Bruno recebia 30% de comissão por cada emenda aprovada a pedido dos prefeitos.

A depoente se identifica como ex-assessora parlamentar de Zé Bruno e diz também que repassou para ele um envelope com dinheiro entregue por uma “prefeita gordinha”.

“A comissão era paga normalmente em espécie, o dinheiro era acondicionado em envelopes ou enrolado em elástico”, afirmou a nova testemunha.

Essa ex-assessora também diz “algumas vezes” o dinheiro também era depositado em contas bancárias de dois bispos que agora são pastores da igreja fundada por Zé Bruno, A Casa da Rocha e um deles seria sócio da empresa Iktus Comércio Ltda, que administra os negócios e contratos da banda Resgate.

“Houve uma oportunidade em que uma prefeita (cujo nome disse não se recordar) chegou ao gabinete e perguntou por Fabrício e pelo deputado, ambos não se encontravam. A prefeita pediu que eu entregasse ao deputado um envelope, o qual continha valor em dinheiro, cujo montante eu não contei.”

Zé Bruno conta detalhes sobre as denúncias

Mais uma vez o pastor Zé Bruno enviou um comunicado a imprensa para se explicar sobre as novas denúncias. A primeira foi feita por bispo da Renascer que foi demitido por não comparecer ao expediente. A nova testemunha seria sobrinha do casal Hernandes e estaria agindo com o intuito de manchar a imagem do ex-bispo.

A nota explica o motivo da então assessora ter sido exonerada. “[Ela] Foi exonerada de meu gabinete porque depois de minha saída da Renascer, Fabiana quis trabalhar com a tia [bispa Sônia] e receber pelo gabinete, expliquei a ela que este procedimento não seria feito em meu gabinete. Os filhos do casal Hernandes na época eram investigados por terem sido funcionários fantasma durante o mandato do Bp. Geraldo Tenuta, presidente da Igreja. Eu não aceitaria tal coisa.”

Sobre a suposta “prefeita gordinha” que entregou envelope com dinheiro o ex-bispo questiona a falta de identidade. “Sua área de trabalho era a recepção na entrada do gabinete. Havia um caderno de visitas e entrada de pessoas com nome, cidade e e-mail. A mim me espanta uma prefeita entrar num gabinete, sem ter sequer seu nome anotado, afinal de contas é uma prefeita.”

O texto de resposta também aponta que a empresa Iktus está inativa e que não tem conta bancária em movimento. “A Iktus é a Banda Resgate. Não tem conta bancária nem movimento, ainda não a utilizamos. Não tenho funcionários na empresa, somos sócios como integrantes da Banda.”

Zé Bruno encerra o texto dizendo mais uma vez que tais denúncias estão sendo articuladas pela cúpula da Renascer com a intenção de denegrirem sua imagem.

Leia a nota na íntegra:

“Mais uma vez meu nome foi citado em uma matéria de Jornal. Segundo a matéria uma ex-assessora teria recebido em meu gabinete um envelope de uma Prefeita “Gordinha”, a mim endereçado com dinheiro. Apenas hoje tive acesso à denúncia feita na Corregedoria.
Depois do Bispo Carlinhos, que é integrante da direção da Igreja Renascer, agora vem o esclarecimento da matéria de hoje:

1) A assessora em questão é Fabiana da Silva Henrique que após se casar com o sobrinho do casal Hernandes, Eduardo, recebeu o sobrenome Hernandes. É hoje assessora direta de sua tia Bispa Sônia. Foi exonerada de meu gabinete porque depois de minha saída da Renascer, Fabiana quis trabalhar com a tia e receber pelo gabinete, expliquei a ela que este procedimento não seria feito em meu gabinete. Os filhos do casal Hernandes na época eram investigados por terem sido funcionários fantasma durante o mandato do Bp Geraldo Tenuta, presidente da Igreja. Eu não aceitaria tal coisa. Em seu twitter hoje se autodenomina “filha” do casal Hernandes.

2) Sua área de trabalho era a recepção na entrada do gabinete. Havia um caderno de visitas e entrada de pessoas com nome, cidade e e-mail. A mim me espanta uma prefeita entrar num gabinete, sem ter sequer seu nome anotado, afinal de contas é uma prefeita.

3) Iktus é uma empresa inativa. A Iktus é a Banda Resgate. Não tem conta bancária nem movimento, ainda não a utilizamos. Não tenho funcionários na empresa, somos sócios como integrantes da Banda. A denunciante não sabe dizer quais são os dois Bispos que receberam depósitos?

4) Por último me espanta mais uma vez, como ela alega, que tal fato tenha acontecido com tamanha exposição, e esses dois ex-assessores com relacionamento tão próximo ao casal Hernandes, guardarem por 2 anos, de 2009 a 2011, tal denúncia.

Isso me faz suspeitar ainda mais que tais denúncias são orquestradas pela cúpula da Igreja Renascer. Está evidente a clara intenção de denegrir a minha imagem. Volto a afirmar que nunca recebi tais valores, volto ainda a frisar que as providências das ações judiciais para reparação de danos a mim causados já estão em andamento. Tais resultados serão divulgados no momento oportuno.



Corregedoria encaminhará caso de Zé Bruno ao MP, diz Alckmin

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), informou nesta quarta-feira, 5, que a Corregedoria Geral da Administração (CGA) encaminhará ao Ministério Público as conclusões da investigação sobre suposto esquema de recebimento de propina envolvendo o ex-deputado estadual José Antonio Bruno (DEM). Uma testemunha afirmou à corregedoria ter presenciado pagamento de propina em troca de emendas parlamentares no gabinete do então deputado, conhecido como Zé Bruno, na Assembleia Legislativa. O caso teria origem no suposto esquema de venda de emendas parlamentares que foi denunciado pelo deputado Roque Barbiere (PTB), revelado pelo Estado.

"O caso do ex-deputado José Bruno já está sendo averiguado pela Corregedoria do Estado antes da convocação do deputado Roque Barbiere", afirmou. "O caso está sendo averiguado com rapidez e rigor e será encaminhado ao Ministério Público", disse o governador, sem dar um prazo para a conclusão das investigações. O deputado nega as acusações.

Alckmin participou nesta quarta da solenidade de entrega de 21 veículos à Polícia Militar Rodoviária para o patrulhamento do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas. No evento, voltou a cobrar de Barbiere que aponte "aquilo que sabe". Nessa terça-feira, 4, o parlamentar comparou a atividade da Assembleia Legislativa à de um camelódromo e alegou que teria alertado o secretário de Planejamento, Emanuel Fernandes, e a subsecretária de Assuntos Parlamentares da Casa Civil, identificada como "delegada Rose", sobre possíveis irregularidades na destinação das verbas liberadas por emendas.

"Ele não citou um caso para ninguém. Pode entrevistar a delegada Rose ou o secretário Emanuel Fernandes", disse Alckmin. "E eu entendo que ele (Barbiere) tem o dever, como homem público, de apontar o que sabe."

O governador reafirmou que as informações sobre as emendas liberadas já foram publicadas na internet. "E tudo está transparente", garantiu.

'É estranho'

O ex-deputado Zé Bruno afirma que nunca vendeu emendas e afirmou achar "estranho" o fato de seus ex-assessores relatarem o caso somente após o fim do mandato. Zé Bruno atribui as acusações a pessoas ligadas a uma igreja a que pertenceu por 17 anos.

Fonte: Gospel Prime e Estadão

Zé Bruno exigia 30% 'no mínimo', diz ex-assessora

Falando à corregedoria, ela confirma denúncia de outra testemunha sobre suposto esquema de venda de emendas. 'Me chamam de filho do diabo', reage ex-deputado evangélico.

O ex-deputado José Antonio Bruno (DEM), o Zé Bruno, recebia "no mínimo 30%" de comissão por emenda aprovada a pedido de prefeitos. A revelação foi feita em depoimento formal à Corregedoria-Geral da Administração (CGA) por uma ex-assessora parlamentar de Zé Bruno, que deixou a Assembleia Legislativa de São Paulo em 14 de março, ao fim de seu mandato. "A comissão era paga normalmente em espécie, o dinheiro era acondicionado em envelopes ou enrolado em elástico", afirmou a nova testemunha.

O relato da ex-assessora ocorreu dia 29 de setembro passado. Ela confirma denúncia de outra testemunha, que também assessorou Zé Bruno, sobre suposto esquema de venda de emendas parlamentares envolvendo prefeitos do interior paulista.

"O prefeito de algum município solicitava ao deputado liberação de uma respectiva quantia, via emenda, para a realização de alguma obra", declarou a ex-assessora.

Segundo ela, quando o valor era liberado Zé Bruno recebia "um porcentual do montante total", a título de comissão. O dinheiro, afirma, era levado por um certo Fabrício que frequentava o gabinete do parlamentar.

O próprio Zé Bruno declarou que Fabrício certa vez levou a ele uma relação de emendas. "Ele dizia que era amigo de outros deputados. O Fabrício foi várias vezes no meu gabinete, sempre com os prefeitos."

A ex-assessora conta que "algumas vezes" o dinheiro também era depositado nas contas bancárias de dois bispos da igreja fundada por Zé Bruno, a Casa da Rocha - um deles seria sócio da empresa Iktus Comércio Ltda, que administra os negócios e contratos da Resgate, banda musical do ex-deputado.

A ex-assessora parlamentar contou, ainda, que várias reuniões eram realizadas com prefeitos. Citou que era comum o gabinete receber "diversas ligações telefônicas de prefeitos ou seus assessores que perguntavam sobre Fabrício ou o próprio deputado".

"Houve uma oportunidade em que uma prefeita (cujo nome disse não se recordar) chegou ao gabinete e perguntou por Fabrício e pelo deputado, ambos não se encontravam."

A prefeita foi levar dinheiro, segundo a denunciante. A entrega da propina teria ocorrido "entre maio e junho de 2009". "A prefeita pediu que eu entregasse ao deputado um envelope, o qual continha valor em dinheiro, cujo montante eu não contei."

Gordinha

A testemunha disse que poderá reconhecer a prefeita, se encontrá-la outra vez. Descreveu-a como uma mulher "branca, cabelos castanho escuro, até o ombro, mais ou menos um metro e 68 de altura, um pouco gordinha, aparentava cerca de 40 anos de idade".

"Eu recebi o envelope das mãos da prefeita, a qual ainda pediu que eu tomasse cuidado na guarda do envelope pois disse que continha dinheiro", prosseguiu a ex-assessora. "Eu recebi o envelope e o deixei na mesa do gabinete do deputado fechando a porta com chave."

Ela disse que "soube que o deputado iria cobrar um pedágio dos assessores os quais deveriam pagar cerca de 30% do salário, uma espécie de repasse que deveria ser pago a ele próprio. A testemunha afirmou que foi demitida porque não concordou em abrir mão de parte de seus vencimentos.

Revelou que um dos demitidos, a quem identificou como Leonardo, teria sido recontratado por um salário quatro vezes maior. Leonardo, segundo ela, teria se gabado. "Tá vendo como é bom a gente saber das coisas, é bom ter algumas provas."

'Me chamam de filho do diabo', reage ex-deputado

"Essas pessoas (testemunhas) dizem que viram fatos em 2009 e não disseram nada esse tempo todo?", reagiu o ex-deputado José Antonio Bruno (DEM), referindo-se aos relatos de dois ex-assessores seus. "Ficaram em silêncio? Deixaram passar a oportunidade de fazer a denúncia? Seis meses depois que acabou meu mandato resolvem depor? Isso é estranho."

Ele se diz convencido de que seus acusadores são ligados a pessoas da Igreja Renascer, à qual pertenceu por 17 anos. "Há um ano e meio tenho sido chamado de Judas, traidor, Ló, filho do diabo, através das redes sociais e comentários de duplo sentido em meios de comunicação ligados à Renascer desde meu desligamento." Zé Bruno está indignado. O que o desconforta, diz, é o dissabor que ele e os filhos têm que suportar. "Sou um homem honesto, jamais vendi emendas. Abro mão do sigilo bancário e fiscal."

Fonte: Estadão

Malafaia: Qual é a diferença da arruda da sua igreja e a do centro de macumba? Qual é a diferença do sal grosso da sua igreja e o do centro de macumba

O pastor Silas Malafaia usou seu programa para responder ao Bispo Edir Macedo e outros bispos da Igreja Universal do Reino de Deus que falaram nas últimas semanas contra as manifestações pentecostais e contra os cantores evangélicos dizendo que 99% deles são endemoniados.

“Qual é a diferença da arruda da sua igreja e a do centro de macumba? Qual é a diferença do sal grosso da sua igreja e o do centro de macumba? Qual é a diferença da rosa ungida da sua igreja e da do centro de macumba?”, questiona Malafaia falando sobre as campanhas da Igreja Universal.

O pastor assembleiano demonstra indignação ao falar sobre o caso e critica, sem citar nome de igrejas ou líderes, o ponto de vista teológico usado pela IURD. “Você é tão trouxa na tua argumentação, tão fraco que teologicamente vocês são um zero! Eu digo até que vocês entendem de fé, de oração. Eu digo até que vocês entendem um pouco trabalho. Mas de teologia, vocês são analfabetos.”

Malafaia fala contra a Rede Record
Outro tema criticado pelo presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo foi a forma como a IURD fala sobre demônios e também diz que a Rede Record é comandada por principados das trevas. “Os demônios que incorporam pessoas no máximo eles comandam legiões, agora em efésios 6, a partir do versículo10, diz que satanás tem principados, príncipes das trevas, está falando de demônios que comandam principados, esses não incorporam em pessoas, esses comandam a programação da rede de televisão de vocês”.

A crítica se refere ao fato de usar o dinheiro dos membros da igreja para financiar a programação secular que Silas Malafaia caracteriza como “lixo moral financiado por dízimos e ofertas”. Ainda sobre a programação da Record ele cita que a fazenda, que hoje é palco de um reality show, antes era usada para treinamento de pastores.

Jogo comercial de gravadoras
O apresentador do programa Vitória em Cristo também comentou sobre os cantores evangélicos que foram chamados de endemoniados. Na visão do pastor Silas Malafaia, a cúpula da IURD só está falando isso para impedir que os membros de sua igreja comprem os CDs dos cantores que não fazem parte do casting da gravadora ligada à Igreja Universal.

“A gravadora dele não está com nada, a gravadora dele está dando prejuízo há anos, e a Ana Paula [Valadão] gravou por essa grande gravadora dessa grande emissora de TV. O jogo é comercial”, disse Malafaia que ainda concluiu. “É para o povo dele não comprar o CD”.

Ainda sobre esse tema ele fala sobre as rádios que pertencem a IURD, questionando que se 99% dos cantores evangélicos são endemoniados porque as emissoras de rádio da igreja transmitem a música desses artistas em sua programação? Malafaia termina o programa dizendo que não está falando da Igreja, mas dos líderes.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Religiosos são mais felizes quando as circunstâncias são ruins

A pesquisa também mostrou que onde a paz e a abundância são normas, no entanto, a religiosidade é mais baixa.

Uma nova pesquisa publicada no Journal of Personality and Social Psychology sugere que em sociedades com problemas sociais as pessoas religiosas são mais felizes do que os seus colegas não religiosos. Onde a paz e a abundância são normas, no entanto, a religiosidade é mais baixa, e todas as pessoas são mais felizes – sendo religiosas ou não.

O estudo foi o primeiro a analisar a religião e a sua relação com a felicidade em uma escala global. Foram levantados dados de pessoas de mais de 150 países, que incluíram perguntas sobre filiação religiosa, satisfação com a vida, respeito, apoio social e sentimentos positivos e negativos.

Estudos anteriores sugeriram que as pessoas religiosas tendiam a ser mais felizes do que as não religiosas. As novas descobertas indicam, no entanto, que a religiosidade e a felicidade estão intimamente ligadas às características das sociedades em que as pessoas vivem.

As circunstâncias acabam prevendo a religiosidade. Circunstâncias difíceis levam as pessoas a serem mais religiosas. Em sociedades com menos mazelas sociais, as pessoas religiosas – em menor quantidade – não são as únicas felizes: nessas localidades, todos são mais felizes.

De acordo com os pesquisadores, a religiosidade parece aumentar a felicidade e o bem-estar nas sociedades que não fornecem alimentação adequada, emprego, saúde, segurança e oportunidades educacionais. Além disso, as pessoas religiosas que vivem em sociedades também religiosas têm mais probabilidade de se sentirem respeitadas, receber mais apoio social e serem mais positivas.

Já nas sociedades laicas – que em muitos casos são ricas e têm mais suporte social – as pessoas religiosas e não religiosas relatam bem-estar maior e sentimentos positivos. Surpreendentemente, as pessoas religiosas relataram mais sentimentos negativos do que as não religiosas nessas sociedades.

Fonte: Pavablog

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Igrejas e templos estão na mira do Ministério Público

O Ministério Público de Sorocaba instaurou inquérito civil para investigar denúncias de que as igrejas estariam funcionando de forma irregular.

As igrejas e templos religiosos, das mais variadas denominações, instaladas em Sorocaba estão na mira do Ministério Público (MP), que instaurou inquérito civil para investigar denúncias de estarem em funcionamento de forma irregular, sem o atendimento às normas de segurança e até mesmo alvará, diante de suposta complacência por parte do secretário de Segurança Comunitária e titular da Defesa Civil, Roberto Montgomery Soares, com a situação, que seria motiva ingerências de políticos ligados às instituições religiosas. A promotoria dá prazo de 10 dias para que a Prefeitura e o secretário prestem esclarecimentos e ainda apresentem uma série de documentos ligados às fiscalizações e alvarás.

O secretário Roberto Montgomery Soares nega que haja ingerências políticas e, limita-se a informar, por meio de nota, que a Prefeitura tem atuado dentro de suas atribuições na fiscalização, orientação e autuações quando necessárias. Apesar de solicitado pela reportagem, Montgomery não informou o número de fiscalizações e autuações feitas ao longo de 2010 e no primeiro semestre deste ano. Já alguns políticos ligados às instituições religiosas negaram influência política. Em 2009, um levantamento realizado pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Sorocaba (AES) revelou que 90% dos templos religiosos não possuíam alvará para funcionar, com base em visitas realizadas à época, com apoio de fiscais do Conselho Regional de Engenharia do Estado de São Paulo (Crea).

O inquérito foi aberto na tarde da última sexta-feira pelo promotor Orlando Bastos Filho, após denúncia apontando que quase a totalidade dos templos religiosos de Sorocaba, apesar de não atenderem às normas de segurança, nem de disporem de Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, estão em pleno funcionamento, fato, segundo ele, de "pleno conhecimento do secretário responsável" (o titular da pasta de Segurança Comunitária e ainda da Defesa Civil), não são fiscalizados, tendo em vista ingerências políticas. Além disso, ainda segundo o promotor, alvarás estariam sendo concedidos sem apresentação de laudos de vistorias e fiscalizações. De acordo com a legislação, o estabelecimento que estiver irregular poderá ser fechado ou multado.

A ausência de inscrição municipal é punida com multa de R$ 300, e a falta do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) rende multa de R$ 500. "Tenho informações e, que estão nos autos, de que a Prefeitura sabe das irregularidades, chegam a até mesmo fazer notificação, mas, por lobby de políticos ligados às igrejas, tais templos não recebem mais vistorias, autuações e multas. Situações, muitas vezes em que esses locais deveriam receber auto de interdição. Mas, por conta dessa suposta complacência, fica no esquecimento e continuam a funcionar dentro da ilegalidade", afirmou o promotor, que completou: "A nossa preocupação, além da possível improbidade no setor público, está, sobretudo, na segurança dos fiéis. Basta lembrar o que aconteceu, em 2009, com um templo da Igreja Renascer em Cristo, na Capital" lembrou.

No documento, a promotoria estabelece prazo de dez para para que a Prefeitura, bem como secretário de Segurança Comunitária, Roberto Montgomery Soares, sobre as denúncias de ingerências políticas.

O outro lado

A Secretaria de Segurança Comunitária (Sesco) informou, por meio de nota, que "não há complacência da fiscalização da Prefeitura em relação a templos religiosos". Disse ainda que "a Prefeitura tem atuado dentro de sua capacidade e de suas atribuições na fiscalização, orientação e autuações quando necessários". Apesar do questionamento feito pela reportagem, a pasta não informou o número de instituições religiosas existentes e quantas foram fiscalizadas, bem como o número de autuações e multas realizadas ao longo de 2010 e o primeiro semestre deste ano.

A reportagem tentou ouvir os vereadores Anselmo Neto (PP), ligado à Renovação Carismática, da Igreja Católica, além do pastor Luís Santos (PMN), mas não foram localizados. Assim como o deputado estadual Carlos Cézar da Silva (PSC). Já a vereadora e pastora Neusa Maldonado (PSDB), ao ser questionada sobre as denúncias de supostas ingerências de políticos ligados ao segmento religioso na área de fiscalização, afirmou, por meio de nota, que "jamais participou de qualquer ação para impedir a fiscalização a templos religiosos, tampouco de acordos para que fiscalizações não fossem realizadas". A parlamentar informa ainda não teve contato com nenhuma denúncia nesse sentido, e quer ter acesso ao processo do Ministério Público para então se posicionar.

O vereador e pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), Irineu Toledo (PRB), disse que não tem autorização para falar em nome da igreja. Disse que de sua parte jamais interferiu em assuntos dessa natureza. "Interferência política em alvarás, acho impossível e inviável, pois não é do nosso interesse. Até porque se por acaso acontecer um acidente, quem responde é a instituição, inclusive sendo obrigada a arcar com todas as consequências. Que eu saiba a Iurd não funciona sem alvará, pois o nosso departamento de engenharia é rígido quanto à segurança", argumentou.

Fonte: Cruzeiro do Sul

Cresce o número de evangélicos sem ligação com igrejas

O número de evangélicos que não mantêm vínculo com nenhuma igreja cresceu. Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares, do IBGE, eles passaram de 4% do total de evangélicos em 2003 para 14% em 2009.

Entram nessa categoria tanto pessoas que frequentam cultos de várias igrejas como gente que se afastou de sua denominação de origem, mas não deixou de se considerar evangélica.

Verônica de Oliveira, 31, foi batizada católica e vai à missa aos domingos. No entanto, moradora do morro Santa Marta, no Rio, é vista com frequência também nos cultos das igrejas evangélicas Deus é Amor e Nova Vida.

Quando questionada sobre sua filiação, dispara: "Nem eu sei explicar direito. Acho que Deus é um só".

Em cada igreja, ela gosta de uma característica. Na Católica, são os folhetos distribuídos na missa. Na Deus é Amor, "um pastor que fala uma língua meio doida".

Na Nova Vida, aprecia o fato de lerem bastante a Bíblia
Mais do que trair hesitações teológicas, casos como o de Verônica, de "religiosos genéricos", que não se prendem a uma denominação, crescem nas estatísticas.

Um bom indício do fenômeno surge nos dados sobre religião da POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), do IBGE, que pesquisou o tema em 2003 e 2009. No período, só entre evangélicos, a fatia dos que se disseram sem vínculo institucional foi de 4% para 14% -um salto de mais de 4 milhões de pessoas.

Entram nesse balaio, além de multievangélicos como Verônica, pessoas que não se sentem ligadas a nenhuma igreja específica, mas não deixaram de considerar-se evangélicos, em processo análogo ao dos chamados "católicos não praticantes".

A intensidade exata do fenômeno só será conhecida quando saírem dados de religião do Censo de 2010.

No entanto, para especialistas consultados pela Folha, a pesquisa, feita a partir de amostra de 56 mil entrevistas, é suficiente para dar boas pistas do movimento.

O pesquisador Ricardo Mariano, da PUC-RS, reconhece que vem ocorrendo aumento de protestantes e pentecostais sem vínculos institucionais, ainda que ele tenha dúvidas se o crescimento foi mesmo tão intenso quanto o revelado pelo IBGE.

INDIVIDUALISMO

Para ele, a desinstitucionalização é resultado do individualismo e da busca de autonomia diante de instituições que defendem valores extemporâneos e exigem elevados custos de seus filiados.

De acordo com o professor, parte dos evangélicos adota o "Believing without belonging" (crer sem pertencer), expressão cunhada pela socióloga britânica Grace Davie sobre o esvaziamento das igrejas ao mesmo tempo em que se mantêm as crenças religiosas na Europa Ocidental.

Para a antropóloga Regina Novaes, uma pergunta que a pesquisa levanta é se este "evangélico genérico" tem semelhanças com o católico não praticante. Para ela, "ambos usufruem de rituais e serviços religiosos mas se sentem livres para ir e vir".

Diana Lima, do Instituto de Estudos Sociais e Políticos, levanta outra hipótese: "Minha suspeita é que as distinções denominacionais talvez não façam para a população o mesmo sentido que fazem para religiosos e cientistas sociais. Tendo um Jesus Cristo ali para iluminar o ambiente, está tudo certo".

Os dados do IBGE também confirmam tendências registradas na década passada, como a queda da proporção de católicos e protestantes históricos e alta dos sem religião e neopentecostais.

No caso dos sem religião, eles foram de 5,1% da população para 6,7%. Embora a categoria seja em geral identificada com ateus e agnósticos, pode incluir quem migra de uma fé para outra ou criou seu próprio "blend" de crenças -o que reforça a tese da desinstitucionalização.
Para o demógrafo José Eustáquio Diniz Alves, do IBGE, o que está ocorrendo é um processo de democratização religiosa, "com todos os problemas da democracia".

O maior perdedor é a Igreja Católica, que ficou sem seu monopólio. Segundo Alves, ela vai ceder mais terreno, porque os católicos se concentram nas parcelas de menor dinamismo demográfico.

Já os evangélicos ainda vão crescer muito, garante o demógrafo, pois ganham entre as parcelas da população que têm maior fecundidade.
Outro dado interessante da POF é que aumentou o número dos que declararam uma religião não identificada pelos pesquisadores, o que indica que na década passada mais igrejas surgiram e passaram a disputar o "supermercado da fé", na expressão depreciativa utilizada pelo papa Bento 16.

Por ser amplo, o levantamento permite também identificar, denominação por denominação, o tamanho de cada igreja.
A Igreja Universal do Reino de Deus, por exemplo, registrou queda de 24% no número de fiéis. O recuo pode estar relacionado com a criação de igrejas dissidentes.

Ao analisar os números, porém, os pesquisadores consultados dizem que é preciso esperar o Censo para confirmar esse movimento.

Fonte: Folha de São Paulo



Bispo poderoso


De olho em um novo meio de chegar mais perto de seus fiéis, o milionário Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, circulava no sábado (13) na Labace, feira latinoamericana de aviação executiva, que aconteceu em São Paulo. Hoje, Valdemiro voa a bordo de um jatão Global 5000, da Bombardier canadense. Valor: US$ 45 milhões.

A informação é da coluna eletrônica do jornalista Cláudio Humberto, nesta segunda-feira (15). Valdemiro, que se intitula "apóstolo", já foi manchete de revistas semanais, apontado como uma espécie de "mercador da fé", pois prometeria milagres em troca de gordos dízimos. Na TV, ele costuma estabelecer a quantia que os fiéis devem oferecer à polêmica igreja.fonte midianews

sábado, 6 de agosto de 2011

Fome na Somália se agrava; saiba como ajudar

Diversas ONGs estão atuando no Chifre da África e aceitam doações em dinheiro e trabalho voluntário. 3,2 milhões de pessoas precisam de ajuda imediata para sobreviver.

A divulgação do primeiro relatório sobre o número de mortes provocadas pela crise alimentar na região do Chifre da África revela que mais de 29 mil crianças com menos de 5 anos já morreram de fome nos últimos três meses na Somália - uma média de 300 por dia, quase 15 por hora.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 640 mil crianças somalis estão subnutridas e 3,2 milhões de pessoas - de uma população total de 7,5 milhões - precisam de ajuda imediata para sobreviver.

Nesta semana, a ONU declarou situação de fome em mais três regiões do sul da Somália, elevando a cinco o total de áreas atingidas.A ONU calcula que dezenas de milhares de pessoas tenham morrido em decorrência do atual período de seca, o pior a afetar a Somália em 60 anos.

O alto índice de crianças somalis com desnutrição aguda indica que o número de óbitos entre crianças pequenas aumentará ainda mais. Conheça algumas das formas de ajudar a Somália a combater a fome. E participe divulgando a hashtag #ajudeasomalia no Twitter.

Doações em dinheiro para ajudar a Somália

Cruz Vermelha Internacional (ICRC)
É necessário escolher a operação de destino antes de prosseguir com a doação. Há opções de transferência bancária ou postal.

Agência de Refugiados das Nações Unidas (UNHCR)
Doações únicas ou mensais, em dólares e via cartão de crédito. Com apenas US$ 7 (cerca de R$ 11), já é possível comprar um kit de alimentação para uma criança desnutrida.

Programa Mundial de Alimentos (WFP)
A agência filiada à ONU permite doações em seis moedas diferentes (R$ não incluso) e o direcionamento da ajuda - para a África ou o local "onde a necessidade for maior".

Care
O doador pode optar entre as sugestões ou doar um valor desejado. A doação é feita em dólares. A entidade informa o que pode ser feito com o valor doado.

Médicos Sem Fronteiras (MSF)
Opção de pagamento via boleto bancário ou débito automático, em reais. A ONG também informa o que pode ser adquirido com a quantia. Com R$ 30, por exemplo, é possível ajudar uma criança desnutrida por um mês.

Unicef
O órgão do ONU aceita doações em dólares. O valor é automaticamente direcionada para ações nos países do Chifre da África.

Cruz Vermelha do Quênia
Para doações específicas para o Quênia, somente via cartão de crédito.

Save the Children
Doações feitas em dólares e somente via cartão de crédito. O valor é livre, mas a ONG indica que basta doar US$ 1 (pouco mais de R$ 1,50) por dia durante 100 dias para salvar uma criança da fome.

Igreja Evangélica Luterana Americana (ELCA)
A instituição criou uma página específica para doações para a região. Além de opção de cartão de crédito, a página oferece endereço e telefone para quem está nos EUA e quer ajudar.

Action Aid
Agência tem página simples para as doações. Basta preencher os dados, estipular o valor e contribuir.

International Medical Corps (IMC)
Segundo a ONG, cada dólar doado por um indivíduo é somado a US$ 30 oriundos de doações corporativas. Doações podem ser únicas ou periódicas, apenas via cartão crédito.

Voluntariado
Algumas agências, como as Nações Unidas e o Voluntariado Mundial, oferecem programas de voluntariado, local ou à distância.

Fonte: Estadão

Apresentador Ratinho diz que frequenta a Assembleia de Deus

Carlos Massa, 55, mas conhecido como Ratinho concedeu entrevista a UOL e revelou que frequenta a Assembleia de Deus e que assiste ao programa do Datena.

Ratinho que foi um dos pioneiros a apresentar programa policial na TV, hoje não faz mais programa desse tipo por vários motivos, mas diz que assiste ao programa policial de seu amigo.

“Assisto ao programa do Datena, gosto dele como pessoa, apesar do mau humor [risos]. Teve uma época que os jornais começaram a criar “encrenquinha” entre a gente, aí ele me ligava ...A gente combinava tudo. Somos muito amigos.”

Para Ratinho, hoje temos um excesso de desgraça na televisão e a população não aguenta mais isso, está cansada. Ele cita ainda o programa “Mais Você” de Ana Maria Braga, que também acabou dando espaço a esse tipo de notícia.

“Agora, logo cedo a Ana Maria Braga já coloca desgraça na TV. Ela trocou o pudim pelo presunto. A população está cansada disso”.

Ratinho aponta para o perigo que corre um apresentador de programa policial no Brasil, dizendo que o crime no Brasil se organizou, e que se hoje eles quiserem matar eles matam mesmo.

“Eu quero viver para minha família. Não existe essa de valentão, de não morrer. Morre sim e como eu não sou valentão”.

Quando perguntado sobre sua religião, Ratinho disse não ser um homem religioso, mas que frequenta a Igreja.

“Vou à Igreja Católica e também frequento a Igreja Assembleia de Deus. Eu me sinto muito bem nas duas”.

Para o apresentador religião é bobagem do homem e que Deus é um só. Ratinho conta a ocasião em que o pastor da Assembleia de Deus pediu para ele deixar de ser católico.

“Perguntei a ele o motivo e o questionei se existia mais de um Deus. Ele afirmou que não, e eu respondi: “Se é o mesmo Deus, então eu vou aonde me sinto bem, independente de religião”.

Ratinho voltou à emissora SBT em 2009, com o programa “Programa do Ratinho”, um jornalismo dinâmico, com reportagens informativas.

Fonte: The Christian Post

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Novo PLC 122 sobre homofobia ganha nome de 'Lei Alexandre Ivo'

O novo PLC 122 a exemplo da Lei Maria da Penha, lei que tornou mais rigoroso o tratamento de crimes cometidos contra a mulher, será batizada de Lei Alexandre Ivo, em homenagem ao adolescente que foi assassinado supostamente por ser gay.

Segundo a assessoria da senadora Marta Suplicy (PT-SP), o novo texto do projeto foi elaborado em um trabalho conjunto com os senadores Demóstenes Torres (DEM-GO), Marcelo Crivella (PRB-RJ) e com o presidente da Associação de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ALGBT), Toni Reis.

Agora o projeto está sob análise dos intregrantes da Frente Parlamentar Mista LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), o texto substitui o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, de autoria da ex-deputada lara Bernardi, do qual Marta é relatora.

A iniciativa surgiu depois de várias tentativas de acordo para aprovar o PLC 122 com a Frente em Defesa da Família, representada pelo senador Magno Malta (PL).

"Estão confundindo a opinião pública. Homofobia é violência física, assassinato, crueldade, barbaridades, já o texto apresentado pela senadora Marta Suplicy, também com novo nome, agora, batizado de Lei Alexandre Ivo, é uma tentativa de não enfrentar a intolerância, o preconceito e a discriminação no mais amplo sentido e não apenas em favor dos homossexuais, mas também na questão racial, estética, social, religiosa e contra o machismo que humilha as mulheres", disse o senador Magno Malta segundo sua assessoria de imprensa.

A Frente Parlamentar Mista Permanente em Defesa da Família Brasileira, após estudos feitos, declarou que a homofobia foi banalizada por causa do PLC 122 e que este foi erroneamente chamado de "Lei Anti-Homofobia".

Magno Malta enfatizou que não se deve priorizar as minorias de forma isolada, como exigem os homossexuais. "Devemos ter ações para enfrentar os preconceitos étnico-racial, o social – de rico contra pobre – estético – principalmente as crianças obesas que sofrem bullying, em relação à sexualidade, a intolerância a religiosidade, a discriminação contra o idosos, o excepcional e a cruel violência contra a mulher", ressaltou ele.

Sem o desejo de arquivar o PLC 122, Marta Suplicy reconhece que se ouver um acordo com as bancadas ligadas a Igrejas cristãs, ficará mais fácil conseguir a aprovação de uma legislação que considere a homofobia como crime.

"Nunca falei em arquivar o PLC 122. Disse que, fruto das discussões do PLC 122, um novo projeto é discutido no momento, com acompanhamento de Toni Reis, presidente da ABGLT, e também tendo eu relatado a mais lideranças do movimento LGBT o andamento de cada conversa feita entre senadores", declarou a senadora em uma nota de esclarecimento.

O que o novo projeto faz é definir "crimes que correspondem a condutas discriminatórias motivadas por preconceito de sexo, orientação sexual ou identidade de gênero bem como pune, com maior rigor, atos de violência praticados com a mesma motivação". Um desses crimes seria o de "induzir alguém à prática de violência de qualquer natureza motivado por preconceito de sexo, orientação sexual ou identidade de gênero".

Os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Manuela D'ávila (PCdoB-RS) serão responsáveis por apresentar o novo texto à bancada evangélica da Câmara dos Deputados e representantes do movimento LGBT.

Fonte: The Christian Post

Ensino religioso divide teólogos e educadores

Catequese confessional ou formação para a cidadania? O ensino religioso nas escolas ainda provoca polêmica e confusão no sistema educacional brasileiro.

O ensino religioso nas escolas ainda provoca polêmica e confusão no sistema educacional brasileiro, segundo teólogos e educadores que participaram do 24.º Congresso Internacional da Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (Soter), ocorrido na semana passada, em Belo Horizonte.

Responsáveis pela administração da disciplina nos cursos de ensino fundamental, para crianças e adolescentes de 6 a 14 anos de idade, as prefeituras e os Estados não estão conseguindo transpor barreiras para escolher o conteúdo da matéria e a contratação de professores.

"Os poderes públicos estadual e municipal têm autonomia para montar a grade curricular e contratar pessoal, mas esbarram em problemas práticos, como a falta de espaço físico e de recursos financeiros, o que leva diretores de escolas a dar prioridade a outras áreas", afirmou o Sérgio Junqueira, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, responsável pela condução do tema no congresso.

O artigo 33 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional aprovada em 1996 determinava que o ensino religioso fosse oferecido nas escolas sem ônus para os cofres públicos. A alteração do texto, no ano seguinte, por pressão da Igreja Católica e das evangélicas, eliminou essa restrição e obrigou o governo a pagar o professor, contratado por concurso. A lei veda o proselitismo, mas, na prática, algumas religiões prevalecem no currículo.

"O ensino religioso, que deveria ser educação para a cidadania, acaba tendendo para o confessional, prejudicando o pluralismo e levando à discriminação", disse o sociólogo Pedro Ribeiro de Oliveira, da PUC Minas. Os grupos afro-brasileiros, por exemplo, costumam ser prejudicados, porque pais de alunos não permitem que os filhos estudem a cultura desse segmento.

Na avaliação de Oliveira, o Acordo Brasil/Santa Sé, assinado em 2008, leva ao ensino confessional, quando diz que "o ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas". "O acordo foi um retrocesso", afirma o sociólogo, apesar de o texto assegurar o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil.

O professor Sérgio Junqueira, que defende um ensino religioso numa leitura pedagógica, atribui a assinatura do acordo com a Santa Sé a interesses eleitorais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, "que precisava do apoio dos bispos católicos". Junqueira também acha que o acordo tende para o confessional.

Grupos contrários a essa tendência se dividem na defesa da Lei de Diretrizes e Bases de 1997 e a sugestão de que o ensino religioso seja retirado da legislação.

Fonte: Estadão

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Assembléias de Deus nos EUA cresce ainda mais rápido que a população do país

Segundo a AG (Assembly of God - "Assembleia de Deus" nos EUA), seus adeptos aumentaram quatro por cento em 2010, que é uma taxa quatro vezes superior ao crescimento populacional do país. Em 2010, adeptos das Assembléias de Deus dos EUA ultrapassaram três milhões, eram 3.030.944 para ser preciso.

Este é o maior aumento percentual anual desde 1983, de acordo com os registros da AG.

Em termos de adesão oficial, a AG reportou um aumento de 2,5 por cento, para 1,75 milhões de membros. Participação em cultos principais, batismos nas águas, batismos no Espírito Santo e conversões também subiram, de acordo com as estatísticas.

"Este é um momento único na história do nosso movimento", disse George Wood, superintendente geral das Assembléias de Deus, em um vídeo promovendo a denominação geral na reunião anual do Conselho, em Phoenix.

Wood já havia atribuído o maior número de estatística à diversidade. Mais de 38 por cento das Assembléias de Deus dos EUA são integradas por membros oriundos de minorias étnicas.

"Parte da razão para tamanho crescimento também é o resultado da liderança de Wood, que foi eleito em 2007. Ele estabeleceu iniciativas para enfatizar a multiplicação, a formação de jovens líderes e investiu recursos para proporcionar mais eficiência dos ministérios", declarou funcionários.

Wood foi eleito presidente da Comunidade Mundial das Assembléias de Deus em maio de 2008. Em 2009, os funcionários relataram ter mais de 63 milhões de seguidores da denominação em todo o mundo. Na reunião do Conselho Geral dos EUA no mesmo ano, Wood encorajou os líderes a lutarem mais e não desistirem de seu trabalho no ministério.

"O avanço virá", Wood disse, na ocasião, a milhares de pentecostais em Orlando, na Flórida. "Deus não se esquecerá do vosso trabalho."

Fonte: Christian Post / Redação CPAD News

Bispo afirma que cultos de adoração são muito longos

O Rev. Jonathan Gledhill recomenda que o tempo de adoração não deve ser mais que 50 minutos.

Um líder de Igreja, diz que os cultos de adoração hoje são muito demorados falando durante uma época em que as discussões sobre os longos cultos da Igreja parecem ser um assunto delicado para muitos Cristãos.

O Rev. Jonathan Gledhill, o bispo de Lichfield, disseram a um grupo de clérigos em um discurso em sua diocese de Londres esta semana que os cultos da Igreja tornaram-se muito longos, recomendando "o clero deve procurar manter o tempo de adoração a não mais que 50 minutos".

O bispo continuou a dizer que a adoração tornou-se "muito complicada, deixando as pessoas que não são frequentadoras regulares da Igreja com a sensação de confusão e exclusão".

"Uma das razões para o nosso recente declínio nos frequentadores da Igreja é que não estamos fazendo os adoradores ocasionais sintirem se bem-vindos", disse ele.

"Você tem que ser bastante firme para chegar a alguns dos nossos cultos, se você não é um frequentador regular. Estamos orando por mais tempo e estamos cantando por mais tempo."

A maioria dos líderes religiosos diz que cultos de domingo de manhã da Igreja já tem que competir com as compras, ficar deitado na cama, ou tirar o dia de folga, e a idéia de passar duas horas dedicadas ao culto não é muito atraente na sociedade de hoje.

Um blog informou que as pessoas a favor de cultos mais longos, frequentemente usam o argumento de que "é preciso dar a Deus o tempo que Ele merece. Se pudermos ter tempo para todo o resto, podemos ter um tempo para Deus".

"Em minha opinião, estar no culto por 3 horas no domingo não é uma questão de honra. Isso significa que há um monte de pessoas na sua Igreja que perdem muito tempo durante o culto", disse Holmes Clifton, um escritor cristão para o Blog do Evangelho.

"Não há nenhum sentido em qualquer um de nós atacando as pessoas pelo muito ou por quão pouco tempo passam na Igreja no domingo. Se você realmente quer marcar pontos e encontrar graça diante de Deus, então centralize em quanto tempo você gasta com Ele fora dos muros de sua catedral, centro de adoração ou santuário".

A pesquisa realizada durante o último ano por adoradores anônimos para a web site da Igreja Ship of Fools encontrou alguns clérigos anglicanos que estão pregando por tanto tempo quanto 42 minutos. Os cânticos de louvor, comunhão e oração e a adoração do público gasta cerca de duas horas na Igreja.

O bispo Gledhill disse que houve uma tendência a conceber "mais e mais cultos intricados e bonitos para nosso próprio uso, esquecendo-se daqueles que podem vir, se fizermos as coisas mais simples para eles para iniciar".

Ele disse que o clero precisa ter certeza de que seus sermões não estão muito longos, argumentando que a "as atenções das pessoas não são como costumavam ser".

A falta de atenção continua a ser uma importante área de investigação no âmbito da pesquisa para a psicologia e neurociência. Os profissionais médicos em geral acreditam que há um “nível epidêmico de falta de atenção dos cidadãos americanos", segundo um estudo financiado pelo governo federal na melhoria de atenção dos norte-americanos.

Kirk Johnson, um psicólogo comportamental da Universidade de Minnesota que tomou parte no estudo da falta de atenção, disse que uma explicação para o prumo na falta de atenção norte-americana pode ser, em parte, uma superabundância cada vez mais intrusiva de informações muitas vezes irrelevantes e distração.

"A partir da realidade, televisão a publicidade em telefones celulares as gigantes manchetes gritando em cada esquina contribui para o problema", disse ele.

Em outra pesquisa recente feita pela Data City, quase 20 por cento dos entrevistados disseram que seus cultos foram programados certos.

Outros entrevistados para a enquete revelam que 50 por cento dizem que eles gastam cerca de 45 minutos à uma hora e 15 minutos na Igreja.

Pesquisas recentes mostram que apenas 26 por cento do mundo participam de cultos da Igreja.

No ano passado, o Vaticano disse ao clero católico para manter seus sermões menos de oito minutos para atender as pessoas que tinham dificuldade em se concentrar por longos períodos.

De acordo com o Christian Research, não há dúvida de que a tendência declinante no tempo de frequencia na Igreja continua conforme o aumento da idade média dos frequentadores de Igreja.

Até agora, a pesquisa não mostra que nada que os líderes da Igreja tenham feito parece ter trazido qualquer mudança no declínio na frequência à Igreja, que começou na década de 50.

Fonte: The Christian Post

Projeto de evangelização promete mudar o Brasil a partir de 2012

O Projeto para a evangelização de jovens e adolescentes “PAIS” fundado na Inglaterra chegará ao Brasil em 2012 e promete grande impacto.

O projeto PAIS a quase 20 anos trabalha com jovens e adolescentes em diferentes nações, como os EUA, Gana e Alemanha e um dos próximos pais para o projeto agora é o Brasil.

Junior Faisbanchs, natural de Recife, está treinando na Inglaterra para estabelecer o PAIS no Brasil, “Acreditamos que chegou a hora do Brasil”.

Para Junior o projeto iniciado no Brasil pode ter impacto em toda America Latina.

“Eu realmente acredito que quando a Igreja local e PAIS se unirem, milhares de jovens serão impactados em toda a America do Sul, não apenas no Brasil”, disse ele ao The Christian Post.

A estratégia do trabalho no Brasil, diz Faisbanchs, que lidera uma equipe do PAIS, é alcançar esses jovens e adolescentes através de suas atividades corriqueiras com a escola. “Nós acreditamos que as escolas dão uma ótima oportunidade de pregar o Evangelho e de trazer jovens para a Igreja.”

Os membros do projeto vão fazer trabalhos voluntários nas escolas, que podem ser tanto dar aulas de língua estrangeira quanto dar palestras de tudo aquilo que a escola precisar. “Vamos estar lá para servir no que a escola precisar”.

Servindo a escola local eles esperam criar vínculos de afinidades com os alunos para os atrair até uma Igreja parceira do projeto.

“Nós vamos ver algo muito grande acontecer no Brasil , um movimento missionário que gera missionários. é um avivamento e a presença de Deus vai estar em todos os lugares.”

Segundo Junior, o projeto não precisa de muitos para ter grande impacto. Ainda que com poucas pessoas ele acredita que pode mudar uma geração.

“Acredito que isso pode começar através de uma pessoa, de um homem, que é Jesus. Acreditamos que com o poder dele, ele pode transformar a vida dessa nova geração.”

“Essa é a nossa meta: alcançar essa geração para Deus”.

O projeto deve ser iniciado no Brasil só em janeiro de 2012, começando por Natal. Para seu início já existem voluntários da Inglaterra e Alemanha. A meta é de atingir cinco pessoas para iniciar o projeto no Brasil. “Até o momento estamos em busca de pessoas que venham se juntar a nós”.

Essas pessoas serão aprendizes do projeto, será um ano de treinamento, servindo as comunidades e trazendo as pessoas para o Evangelho de Jesus Cristo.

Obtenha maiores informações: www.paisproject.com

Fonte: The Christian Post

sexta-feira, 10 de junho de 2011

PF fecha rádios evangélicas clandestinas no AL

A Polícia Federal em ação conjunta com a ANATEL cumpriu mandados de busca e apreensão em rádios clandestinas, nas cidades de Maceió e Santana do Ipanema.

Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Federal de Maceió e resultaram no fechamento de oito rádios.

Segundo a PF as rádios que funcionavam de forma clandestina são: a Rádio Estúdio FM 103,01 e Rádio 97,1 FM, localizadas no bairro do Clima Bom; Rádio ABA FM 87,9 localizada no Conjunto Joaquim Leão, no Vergel do Lago; Rádio Litoral FM 95,5 e Rádio Mar Azul FM 91,5, ambas sediadas na Avenida Siqueira Campos; Rádio Missionária FM 93,5 Mhz, localizada no Conjunto Graciliano Ramos e as Rádios 104 FM – 104,9 Mhz e Rádio Tropical FM, ambas localizadas na cidade de Santana do Ipanema.

No momento das apreensões duas rádios estavam em funcionamento, a Rádios 97,1 FM, localizada no Instituto Luiz Pedro, no bairro do Clima Bom e a Rádio Missionária FM 93,5 Mhz, localizada no Conjunto Graciliano Ramos. Os responsáveis pelas rádios foram encaminhados à sede da PF onde assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Os responsáveis pelas rádios foram liberados após serem ouvidos e terem assumido a responsabilidade de comparecer na Justiça assim que citados. Já as rádios foram fechadas.

Já o material apreendido, mesas de som e transmissçores estão na sede da PF e posteriormente serão submetidos à perícia.

Fonte: Creio

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Dilma suspende ´kit gay` após protesto da bancada evangélica

Após protestos das bancadas religiosas no Congresso, a presidente Dilma Rousseff determinou nesta quarta-feira (25) a suspensão do "kit anti-homofobia", que estava sendo elaborado pelo Ministério da Educação para distribuição nas escolas, informou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

"O governo entendeu que seria prudente não editar esse material que está sendo preparado no MEC. A presidente decidiu, portanto, a suspensão desse material, assim como de um vídeo que foi produzido por uma ONG - não foi produzido pelo MEC - a partir de uma emenda parlamentar enviada ao MEC", disse o ministro, após reunião com as bancadas evangélica, católica e da família.

Segundo ele, a presidente decidiu ainda que todo material que versar sobre "costumes" terá de passar pelo crivo da coordenação-geral da Presidência e por um amplo debate com a sociedade civil. "O governo se comprometeu daqui para frente que todo material que versará sobre costumes será feito a partir de consultas mais amplas à sociedade", afirmou.

Segundo o ministro, a determinação do governo não é um "recuo" na política de educacional contrária à homofobia "Não se trata de recuo. Se trata de um processo de consulta que o governo passará a fazer, como faz em outros temas também, porque isso é parte vigente da democracia", disse.

De acordo com Carvalho, Dilma vai se reunir nesta semana com os ministros da Educação, Fernando Haddad, e da Saúde, Alexandre Padilha, para tratar do material didático.

"A presidenta vai fazer um diálogo com os ministros para que a gente tome todos os devidos cuidados. Em qualquer área do governo estamos demandando que qualquer material editado passe por um crivo de debate e de discussão e da coordenação da Presidência."

Retaliação suspensa

Diante da decisão de Dilma, o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PR-RJ), que participou da reunião com Carvalho, afirmou que estão suspensas as medidas anunciadas pelas bancadas religiosas em protesto contra o "kit anti-homofobia".

Em reunião, os parlamentares haviam decidido colaborar com a convocação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, para que ele explique sua evolução patrimonial.

O ministro Gilberto Carvalho negou ter pedido que os parlamentares desistissem de trabalhar pela convocação de Palocci diante da decisão da presidente sobre o "kit anti-homofobia".

"Isso é uma posição deles. Nós falamos para eles que, em função desse diálogo, que eles tomassem as atitudes que eles achassem consequentes com esse diálogo. Eles é que decidiram suspender aquelas histórias que eles estavam falando. Não tem toma lá da cá, não", afirmou.

Os deputados também ameaçaram obstruir a pauta da Câmara e abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a contratação pelo MEC da ONG que elaborou a cartilha.

“Ele [Gilberto Carvalho] disse que tem a palavra da presidente da República de que nada do que está no material é de consentimento dela. Mas nós acordamos que ele falará. E nós suspendemos a obstrução e todas as nossas medidas”, afirmou Garotinho.



Fonte: G1

Ministério da Educação teria mentido para Bancada Evangélica e anuncia que não fará alterações no kit gay

O kit como está deve começar a ser distribuido nas escolas a partir do segundo semestre deste ano.

Em ação contra o Kit Gay, a Bancada Evangélica ameaçou uma greve paralisando as votações na Câmara caso ele fosse distribuido. Imediatamente o Ministro da Educação e coordenador da fabricação do projeto anunciou que reavaliaria o “kit anti-homofobia” e teria uma reunião com representantes evangélicos, mas segundo o jornalista e colunista da Veja Reinaldo Azevedo tudo não passou de um blefe.

Uma das principais oposições ao kit seria porque em suas cartilhas teriam conteúdos considerados não próprios para os jovens, como assuntos sobre masturbação, sexo anal e outros temas polêmicos, além dos já comentados vídeos que fariam apologia ao homossexualismo e não contra a homofobia. Como o conteúdo do kit gay é feito por ongs gays internacionais e não pelo MEC, assim que eles consideraram o trabalho terminado deixaram vazar na internet. A cartilha e documentos com o símbolo do MEC caíram rapidamente nas mãos dos deputados e os vídeos do kit gay podem ser visto online.

Para a bancada evangélica o Ministro Fernando Haddad disse que o conteúdo que viram não era do Ministério da Educação, mas em vídeo de 2010 o ex-secretário do MEC confirma o conteúdo, afirma que ele está pronto e que a única dúvida seria se no vídeo sobre as jovens lésbicas apareceria beijo, até onde a lingua poderia ir ou se haveria lingua. O kit como está deve começar a ser distribuido nas escolas a partir do segundo semestre deste ano.

Para confirmar o blefe, o próprio Ministro divulgou ainda na última semana que o Kit Gay não sofrerá alterações. Segundo ele o encontro com a bancada evangélica foi para comunicar que podem dar opinião, mas que isso não quer dizer que ele fará qualquer mudança no projeto do kit feito pelas ONGs Global Alliance for LGBT Education (Gale), uma fundação holandesa; a Pathfinder do Brasil, associada à Pathfinder Iternational, dos EUA; a Reprolatina, entidade brasileira que trabalha em parceria com a Universidade de Michigan, a Ecos – Comunicação em Sexualidade e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

A Bancada Evangélica ainda não anunciou o que irá fazer ou se cumprirá com a promessa de travar as votações na Câmara.

Fonte: Gospel+

Bancada religiosa na Câmara quer a demissão do ministro da educação

Os deputados evangélicos e católicos querem a renúncia ou a demissão do ministro da Educação, Fernando Haddad por causa do kit anti-homofobia do MEC.


Reunidos no final da tarde desta terça-feira, a bancada de evangélicos e católicos da Câmara defenderam a renúncia ou a demissão do ministro da Educação, Fernando Haddad. Os religiosos estão revoltados e acusam Haddad de ter descumprido a palavra a respeito da discussão sobre o material de combate à homofobia nas escolas.

Na semana passada, Haddad reuniu-se com essa bancada , na Câmara, e afirmou que desconhecia o material (três vídeos e material impresso), mas aceitou a indicação de parlamentares desse grupo para participar da discussão sobre esse tipo de material.

No final de semana, o ministro afirmou que teve acesso a esse material e que não entendeu haver os problemas apontados pelos religiosos , que o considerou uma apologia ao homossexualismo e que, ao contrário de seu propósito, estimulava a homofobia. Evangélicos e católicos afirmaram-se que se sentiram traídos e querem a demissão de Haddad.

O líder do PR, Lincoln Portela (MG), da base do governo, apresentou a proposta da demissão, aplaudido pelos 35 parlamentares desse grupo que estava reunido.

- Nossa paciência chegou ao fim com esse ministro. Nós representamos 50 milhões de brasileiros. Não o queremos no ministério. As pessoas só nos amam de duas maneiras: ou nos respeitam ou nos amam - disse Lincoln Portela.

O deputado Garotinho (PSB-RJ), evangélico, chegou a defender a convocação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, como uma forma de atingir Haddad.

- Estamos dando fôlego a esse governo. Nossa decisão precisa ser política. Se eles querem salvar o Palocci, nós queremos salvar a família brasileira. Vamos trazer o ministro e ir a Dilma e exigir que demita o Haddad - disse Garotinho.

Lincoln Portela foi contra a convocação de Palocci e defendeu o ministro no caso do aumento de seu patrimônio a partir de consultorias quando era deputado.

Presente na reunião, o senador Magno Malta (PR-ES), evangélico, ameaçou abandonar a base do governo.

- Se tiver que esticar a corda, vamos esticar. Se tiver que votar contra o governo ou deixar a base, vamos assim decidir. . Esses filmes do Ministério da Educação mostram uma verdadeira academia de homossexuais. Vou fazer um discurso contra o Haddad. Vou bater para sangrar - disse Malta.

Governo quer amenizar insatisfação da bancada evangélica com 'kit gay'

O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) se reuniu hoje com a bancada evangélica da Câmara para tentar amenizar as críticas do grupo contra o Ministério da Educação, por causa do kit anti-homofobia.

Na terça-feira, os deputados evangélicos chegaram a ameaçar o governo com obstrução da pauta, uma CPI para investigar o MEC e colaborar com assinaturas para a convocação do ministro Antonio Palocci (Casa Civil) na Câmara para explicar sua evolução patrimonial.

Segundo o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), que ontem chegou a pedir em plenário a demissão do ministro da Educação, Fernando Haddad, os vídeos e uma cartilha anti-homofobia que circulou pela internet --e pelos quais o MEC não admite autoria-- são um estímulo ao homossexualismo.

"Mostramos ao ministro Gilberto Carvalho que é virulenta a maneira como o material está sendo aplicado", disse o ex-governador do Rio.

Segundo os parlamentares, Carvalho prometeu que o governo irá suspender qualquer distribuição de kits e cartilhas para ouvir as frentes parlamentares evangélica, católica e de defesa da família do Congresso.

Fonte: O Globo e Folha Online

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Pastor do MA deve assumir vaga de Lobão no Senado

Líder da Assembleia de Deus, Heber Waldo (PP), conhecido como Pastor Bel, é segundo suplente de Edison Lobão (PMDB).

A bancada evangélica poderá crescer nos próximos dias no Senado. Heber Waldo Silva Costa, conhecido como Pastor Bel (PP-MA), já discute a sucessão de Lobão Filho (PMDB-MA), internado após um grave acidente de carro na semana passada.

Líder da Assembleia de Deus, Pastor Bel é o segundo suplente de Edison Lobão (PMDB), senador licenciado do cargo para assumir o Ministério de Minas e Energia. O primeiro suplente é Lobão Filho, transferido ontem do Maranhão para o hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Segundo a assessora da família, Lobão Filho deve permanecer em torno de seis meses em recuperação, após fraturar fêmur, um braço e sete costelas no acidente, quando o veículo em que estava foi atingido por uma camionete, perto de São Luís.

O peemedebista se submeteu a uma cirurgia estética para reparar ferimentos no rosto -o acidente lhe rendeu um corte profundo na face.

A posse do pastor será discutida com a família Lobão. A estreia dele na política foi decisão da Assembleia de Deus, diz o cunhado, que se identificou como "o obreiro irmão Samuel".

A ideia inicial da igreja era lançar um candidato próprio ao Senado "para representar o povo de Deus". Depois veio o acordo com a família Lobão, o que permitiu ao pastor a segunda suplência.

Samuel afirma que o pastor, caso assuma a vaga como senador, trabalhará pelas causas bíblicas e endossará campanhas como a do deputado e colega de partido Jair Bolsonaro (PP-RJ).

De acordo com irmão Samuel, o pastor reconhece a união entre homem e mulher como "uma constituinte formada não pelos homens, e sim por Deus". O pastor atua em Poção de Pedras, no interior maranhense.

Fonte: Folha de São Paulo

Polícia prende pastor suspeito de estuprar menina em Manaus

Segundo a Polícia Militar, o pastor foi flagrado por duas outras meninas acariciando a criança e tentando beijá-la em uma das salas da igreja.

O pastor Zacarias Colares, 35, foi preso, na manhã de hoje, suspeito de estuprar uma menina de 10 anos, após a escola dominical infantil da Igreja Congregação Batista no município Manaquiri (a 60 quilômetros a sudoeste de Manaus).

Segundo o policial militar do 7º Grupo de Policiamento Militar cabo Augusto Costa, o pastor foi flagrado por duas outras meninas acariciando a criança e tentando beijá-la em uma das salas da igreja.

A conselheira tutelar do município, Eliana Fernandes, disse que no fim da escola, o pastor pediu à menina que o ajudasse a guardar materiais. “Duas amigas dela entraram na sala, viram o que estava ocorrendo e começaram a gritar”, relatou.

O caso foi registrado no 29º Distrito Policial (29º DP), que fica em Manaquiri. Segundo a delegada Ana Cleta, o pastor vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e deve ficar preso na carceragem do 29º DP, porque o município não possui unidade prisional.

Fonte: D24AM

Igreja de Bruxaria protesta contra série da Rede Globo

Denise de Santis, fundadora da Igreja de Bruxaria e Wicca do Brasil criticou a série "Sagrado", da TV Globo.

"Sagrado", da TV Globo e Futura, no ar desde 2009, está recebendo críticas de Denise de Santis, fundadora da Igreja de Bruxaria e Wicca do Brasil, pela falta de espaço dado à sua religião.

A série conta com representantes do catolicismo, islamismo, protestantismo, afro-brasileiras e o espiritismo, mas não da bruxaria, que tem, segundo números não oficiais, cerca de 700 mil seguidores no país.

Fonte: UOL

Ex-jogador e ex-pastor, Muller hoje passa por dificuldades financeira

Longe dos gramados, o antigo atleta vive um drama e convive com o ostracismo, fruto do desemprego e da falta de recursos.

Bicampeão mundial pelo São Paulo no início da década de 1990, o ex-atacante Müller, campeão da Copa do Mundo de 1994 pela Seleção Brasileira, vive longe dos dias de glória alcançados com a tradicional camisa tricolor.

Longe dos gramados, o antigo atleta vive um drama e convive com o ostracismo, fruto do desemprego e da falta de recursos. Em entrevista à TV Record, exibida no programa Esporte Fantástico, ele contou as dificuldades enfrentadas atualmente.

Afastado dos holofotes da fama futebolística e sem emprego atualmente, o tetracampeão mundial está vivendo de favor na casa do ex-companheiro de São Paulo Pavão.

Apesar de ter disputado três Copas do Mundo e ser reconhecido por craques como Zidane, o antigo atleta do São Paulo procura retomar a vida e ganhar dinheiro com a carreira de treinador - o último trabalho como comandante foi no Imbituba, de Santa Catarina, neste ano de 2011 (deixou o clube em abril).

Fonte: Terra

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Missionário RR Soares nega compra de parte da Rede TV!

Assessoria diz que a única ligação entre eles é a concessão de horário para a exibição do programa “Show da Fé”.

O missionário RR Soares, por meio de sua assessora, Andréa Rocha, negou ao site O Fuxico que a Igreja Internacional da Graça de Deus teria comprado os 30% da Rede TV! de Marcelo de Carvalho.

Há dias que a mídia anuncia o fim da sociedade entre Amilcare Dalevo e Marcelo de Carvalho, donos da RedeTV!. Segundo consta, o marido de Luciana Gimenez teria como objetivo se desfazer dos 30% que detém da emissora paulista. E, para isso, estaria contando com a ajuda do Pactual, seu banco de investimento e também conselheiro econômico.

Nesta quinta-feira, 5, a imprensa deu como certo que Amilcare teria adquirido as ações. Ao site O Fuxico, uma fonte garantiu, porém, que o real comprador da parte de Marcelo na RedeTV! teria sido o missionário RR Soares, que já compra espaço no canal para seus cultos.

Mas Andréa Rocha diz que a única ligação entre o missionário e Rede TV! é a concessão de horário para a exibição do programa “Show da Fé”. A atração, aliás, custaria aos cofres do missionário cerca de R$ 10 milhões mensais para estar nas grades de programação tanto da Rede TV! quanto da Band.

“Essa informação sobre a compra das ações não procede. O bispo paga para veicular seu programa tanto na RedeTV! quanto na Band. A única emissora que lhe pertence é a Rede Internacional de Televisão. Se Deus um dia quiser colocar em nosso caminho um canal aberto desse porte será uma bênção, mas hoje isso ainda não aconteceu”, garantiu a assessora de imprensa.

A assessoria de imprensa da RedeTV!, também negou a informação que circula abertamente nos corredores sobre a chegada de RR Soares à presidência do canal, cujo atual valor de mercado está cotado em cerca de R$ 1,6 bilhão. A assessoria, aliás, nega a venda das ações de Marcelo de Carvalho para quem quer que seja.

Fonte: Gospel Prime

Pesquisa mostra que 20% dos cientistas ateus são espiritualistas

Uma pesquisa recentemente desenvolvida na Rice University (EUA) mostra que entre os cientistas que se declaram ateus, 20% são espiritualistas.

Apesar de a maioria das pessoas unirem os conceitos de religião e espiritualidade, entre os cientistas esses conceitos são separados.

A pesquisa obteve dados através de questionários respondidos por 275 cientistas naturais e sociais de universidades americanas. Dentre essas pessoas, 72 afirmaram ser espiritualistas e que esta crença é condizente com a ciência, sendo que o mesmo não pode ser dito para a religião.

Para esses cientistas, a ciência e a espiritualidade são formas de estabelecer significado sem a fé, sendo também uma jornada individual que nunca terá fim. Nesse sentido, a religião se opõe à ciência porque não está aberta à jornada científica, exigindo que a pessoa creia em algo absoluto, ausente de evidências empíricas.

Os termos que os cientistas usaram para definir a religião incluíam “organizada, comunal, unificada e coletiva”, enquanto os termos usados para espiritualidade incluíram “individual, pessoal e pessoalmente construída”.

“Nossos resultados mostram que os cientistas têm a religião e a espiritualidade como tipos qualitativamente diferentes de construções. Esses cientistas ateístas espirituais estão buscando o sentido central da verdade através da espiritualidade – um que é gerado por e consistente com o trabalho que eles fazem como cientistas”, afirma Elaine Howard Ecklund.

“Existe espiritualidade entre até mesmo os cientistas mais seculares. A espiritualidade penetra ambos os pensamentos religiosos e ateístas. (...) Isso desafia a idéia de que cientistas e outros grupos que nós tipicamente consideramos como seculares são desprovidos dessas grandes questões ‘Por que eu estou aqui?’ Eles também têm essas perguntas humanas básicas e o desejo de encontrar significado”, completa Ecklund.

A pesquisa será publicada na edição de junho do periódico Sociology of Religion.

Fonte: Boa Saúde

segunda-feira, 2 de maio de 2011

A quem interessa a morte de Bin Laden?

Nesta segunda-feira 2 de maio de 2011 todos os noticiários do mundo anunciam a morte do terrorista saudita Osama Bin Laden. Após assumir a autoria nos atentados às torres gêmeas em setembro de 2001, Bin Laden passou a ser incansavelmente procurado pelos EUA e seus parceiros políticos. De fato essa é uma notícia muito animadora para aqueles que são contra qualquer tipo de terrorismo, mas algumas perguntas devem ser feitas diante da suposta morte do líder da Al Qaeda: A quem interessa a morte de Bin Laden? Qual é o impacto de uma noticia de tal porte para a política e economia norte-americana e mundial?

Todos nós sabemos da baixa popularidade de Barack Obama (há pouco mais de um ano das eleições presidenciais), a péssima imagem dos EUA no mundo árabe e a alta no preço do petróleo gerada pela instabilidade política nos países árabes. São fatores preocupantes para quem aspira ocupar por mais quatro anos a cadeira de presidente dos EUA.

Obama assumiu o poder em 2009 com a responsabilidade de corrigir erros cometidos por seu antecessor Jorge W. Bush, recuperar a economia do país e dar continuidade à política antiterrorista adotada pelo governo americano desde 2001. Destes, apenas o segundo objetivo foi até certo ponto alcançado.

Uma coisa é fato: após o anúncio da suposta morte de Bin Laden as bolsas econômicas tiveram um aumento súbito, o preço do petróleo caiu drasticamente e a possibilidade de novos investimentos serem feitos nos EUA aumentaram, já que o medo de novos ataques era um fator que dificultava novos investimentos no país.

Muitos devem se perguntar: será mesmo que Bin Laden está morto? No entanto, o que devemos observar é: até que ponto essa ocorrência coincidentemente estratégica favorecerá um dado partido político e uma certa elite econômica?

Fim do terrorismo?

Ao contrário do que muitos pensam a morte de Bin Laden não significa o fim do terrorismo, não era o Osama que sustentava a Al Qaeda, mas a guerra contra aquilo que eles consideram o “grande satã”, os Estados Unidos da América, considerados culpados por todos os males causados ao mundo árabe.

Nem é preciso esperar para saber se Osama de fato está morto, mas o fato é que a notícia já está trazendo grandes benefícios aos nossos vizinhos do norte.

O que tudo isso tem a ver com a Igreja Perseguida?

Desde que os EUA enviaram suas tropas para Afeganistão, Iraque e áreas do Paquistão com o propósito de combater o terrorismo e capturar Osama Bin Laden, a pressão sobre os cristãos destes países aumentou drasticamente.

O Afeganistão em 2001 era o 3º na lista de Classificação por Perseguição da Portas Abertas, e esperava-se que com a chegada dos americanos a situação da igreja melhorasse, mas hoje o país continua em terceiro e sua posição pouco oscilou nos últimos 10 anos.

O Iraque era em 2001 o 35º país na lista e pulou para 8º em 2011, o que demonstra que de fato a situação da igreja iraquiana piorou bastante desde a invasão norte-americana, principalmente nas cidades de Bagdá e Mosul onde os atentados contra igrejas e casas de cristãos são constantes.

Já o Paquistão em dez anos pulou de 18ª para 11ª posição. Muitos cristãos influentes na política paquistanesa perderam suas vidas ao lutarem por leis mais justas para os cristãos e outras minorias, um exemplo disso é o ex-ministro paquistanês Shahbaz Bhatti assassinado pelo Talibã no inicio do ano.

Todos nós sabemos que os interesses dos EUA nestes países vão além da luta contra o terror, são interesses estratégicos, políticos, militares e econômicos na região, tanto que dois dos três países citados acima (Iraque e Afeganistão) têm presidentes indicados pelos EUA e o terceiro (Paquistão) é parceiro político-militar dos EUA há alguns anos.

Assim como as investidas militares dos EUA em nada melhoraram a situação da Igreja nestes países ou diminuiu o terrorismo, tampouco a suposta morte de Bin Laden o fará.

Pedidos de oração

• Ore pela Igreja no Iêmen, Afeganistão e Paquistão, pois os sucessores do Talibã e líderes de outros grupos terroristas atuantes nesses países já manifestaram publicamente que irão se vingar e os cristãos desses países são os primeiros a sofrer com as consequências dessas ameaças.

• Peça a Deus que impeça a retaliação desses grupos nos países ocidentais e que Deus proteja inocentes de serem mortos pelos ataques terroristas desses grupos.

• Interceda pela vida de milhares de jovens muçulmanos que são treinados para serem homens-bomba e que são usados em momentos como esse. Eles são induzidos a fazerem os ataques e apenas seguem as ordens. Peça a Deus que tenha misericórdia dessas vidas e alcance esses perdidos com sua graça e salvação.

Marcelo Peixoto

Historiador da Portas Abertas Brasil






Fonte: Portas Abertas

Exército da Salvação ajuda vítimas de furacão

Exército da Salvação oferece comida, bebida e apoio espiritual às comunidades devastadas pela tempestade nos EUA que deixou pelo menos 350 pessoas mortas.

Mais de 200 tornados foram registrados em seis estados do sul na terça e quarta-feira, tornando-o um dos piores desastres na história dos EUA.

O estado mais atingido foi o Alabama, onde mais de 250 pessoas foram mortas. A cidade de Tuscaloosa sofreu grandes danos, quando foi atingido por um tornado na quarta-feira.

Outros estados atingidos foram Tennessee, Mississippi, Kentucky, Louisiana, Geórgia e Virgínia.

Falando a repórteres na sexta-feira, o prefeito de Birmingham, Alabama, disse que parecia uma bomba. "Bairros inteiros desapareceram completamente. Igrejas também desapareceram", disse ele.

O Exército de Salvação mobilizou 10 unidades para alimentar as áreas afetadas em Tuscaloosa, e Guntersville Lauderdale Condado no Alabama, e Montpelier e Oxford, no Mississippi.

Unidades de alimentação móvel da divisão de Kentucky e Tennessee estão servindo vítimas e Cleveland em Chattanooga, no Tennessee.


Fonte: Christian Today

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Pastores entram com representação criminal contra CGADB

Membros da Convenção Geral das Assembleias de Deus pedem prestação de contas da entidade desde 2004 quando José Wellington assumiu pela primeira vez a presidência.

Após terem o processo 00164998420108190202 da 4ª Vara Cível de Madureira, no Rio, extinto pela juíza Andréia Magalhães de Araújo, no dia 31 de março, os membros da CGADB, que ajuizaram a ação, entraram com novo processo, desta vez no Ministério Público. A própria juíza, em sua sentença, deixou claro outros caminhos que deveriam ser buscados e não àquele então postulado – o de prestação de contas.

Balanços, registros, relatórios financeiros, pareceres do Conselho Fiscal, receitas e despesas, locações, gastos em congressos, pagamentos de viagens e hotéis, envio de dinheiro ao exterior, pagamentos de 40 cheques, com valores de R$ 192 mil (o maior), R$ 60 mil, R$ 40 mil e R$ 30 mil (o menor), registros contábeis de transferências de verbas da CPAD à CGADB, dentre outros, fazem parte da lista dos pedidos de investigação que, pela lista, caracteriza verdadeira varredura nas movimentações financeiras da Convenção Geral e CPAD.

A Representação Criminal MPRJ 201100408114 foi protocolada no dia 12, na Promotoria de Justiça do 7º Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Investigação Penal do Rio de Janeiro. É assinada por membros pertencentes às regionais da Confradesp, Comaderj, Ceader, Confrateres, Ceadam, Cieadep e Cemiadap.

Com citação do presidente e de todos os membros da mesa diretora, a Representação Criminal pede investigação do Ministério Público nas contas da CGADB desde 2004, quando da primeira eleição do atual presidente. Afirma que o mesmo galgou a presidência em “diversas reeleições, algumas ocorridas sob a sombra de graves denúncias” e que “vem sendo acusado de atuação irregular da gestão” da administração “do patrimônio, das receitas e dos recursos da própria CGADB e CPAD”.

Dizem ainda os autores terem buscado todas as formas possíveis de obterem informações verdadeiras, para confirmar ou afastar definitivamente as suspeitas. Isto por meio de solicitações oficiosas, requerimentos e notificações extra-oficiais, mas todas sem respostas.

Depois disso, pedem ao MP a “deflagração de investigação penal, inclusive com busca e apreensão imediata de documentos e computadores”, com vistas ao impedimento de ocultação de provas.

Daí o pedido de investigação dos possíveis ilícitos penais, com o desvio de finalidade, benefício próprio e de terceiros, ilícitos fiscais e tributários, violação da Lei 9.613-98 (Dispõe sobre os crimes de “lavagem” ou ocultação de bens, direitos e valores; a prevenção da utilização do sistema financeiro para os ilícitos previstos nesta Lei…) e crimes contra a fé pública.

Possíveis ilícitos e fontes listados a serem investigados

- Balanço de encerramento nas datas de 31 de dezembro, dos anos de 2004 a 2009;

- Livros diários e registros (Registro Civil das Pessoas Jurídicas);

- Demonstração analítica de resultado; demonstrações de fluxo de caixa e de patrimônio líquido de 2004 a 2009;

- Atas de análises e aprovações do Conselho Fiscal de 2004 a 2009;

- Relatórios financeiros; registros e históricos com a identificação de participantes, pagamentos de congressos em 2005, 2007 e 2009, e outros registros;

- Receita de locação de espaço; contratos de locação; receitas e despesas de viagens (passagens e hotéis) por meio da empresa de turismo (com nome citado) em 2005, 2007 e 2009, além de cotações de preço;

- Financiamentos fora do sistema financeiro e atas de aprovação de tais operações;

- Pagamentos de cerca de 40 cheques (com lista de cheques e respectivos bancos, número de contas, datas e valores de cada um), com valores de R$ 192 mil a R$ 30 mil;

- Envio de valores para o exterior;

- Emissão de cheques sem fundos;

- Verificação de declarações de IR;

- Recolhimento de obrigações sociais nos últimos 5 anos e seus trâmites;

- Registros contáveis de transferências de valores convencionais da CPAD;

- Registro do pagamento de anuidades e inscrições de convencionais por meio de empresa terceirizada (com citação do nome da mesma), sua contratação, custos e impostos.

Fonte: Fronteira Final

terça-feira, 26 de abril de 2011

Polícia prende grupo de cristãos que iria realizar culto de Páscoa

A polícia em Beijing prendeu mais de 30 cristãos evangélicos quando eles tentaram se reunir ao ar livre para realizar o culto de Páscoa e decretou prisão domiciliar para outros 500, dando continuidade à perseguição aos dissidentes, que incluem advogados, bloggers e ativistas de direitos humanos.

Líderes de igreja e a organização cristã ChinaAid confirmaram que cerca de 30 cristãos foram detidos. Foi a terceira vez nas últimas semanas que a polícia prendeu os membros dessa igreja enquanto tentavam se reunir para cultuar.

Shouwang é uma das igrejas não registradas – nome dado às congregações que não são reconhecidas oficialmente pelo governo – mais conhecidas da China, e tem cerca de mil membros.

O pastor da igreja, Jin Tianming, está entre os que receberam ordem de prisão domiciliar. Ele disse que os policiais vigiaram sua casa 24 horas seguidas, para impedir que ele saísse.

“Eu não estou com medo”, diz o pastor. “Eu não penso muito em minha situação individual. Como pastor, minha preocupação é com as convicções religiosas”.

A maior parte dos cristãos ficou detida até a noite de domingo.

Fonte: Missão Portas Abertas

Brasil é 3º país onde mais se crê em Deus

O Brasil foi o terceiro país em que mais se acredita em "Deus ou em um ser supremo" em uma pesquisa conduzida em 23 países.

A pesquisa, feita pelo empresa de pesquisa de mercado Ipsos para a agência de notícias Reuters, ouviu 18.829 adultos e concluiu que 51% dos entrevistados "definitivamente acreditam em uma 'entidade divina' comparados com os 18% que não acreditam e 17% que não tem certeza".
O país onde mais se acredita na existência de Deus ou de um ser supremo é a Indonésia, com 93% dos entrevistados. A Turquia vem em segundo, com 91% dos entrevistados e o Brasil é o terceiro, com 84% dos pesquisados.

Entre todos os pesquisados, 51% também acreditam em algum tipo de vida após a morte, enquanto que apenas 23% acreditam que as pessoas param de existir depois da morte e 26% "simplesmente não sabem".

Entre os 51% que acreditam em algum tipo de vida após a morte, 23% acreditam na vida após a morte, mas "não especificamente em um paraíso ou inferno", 19% acreditam "que a pessoa vai para o paraíso ou inferno", outros 7% acreditam que "basicamente na reencarnação" e 2% acreditam "no paraíso, mas não no inferno".

Nesse mesmo quesito, o México vem em primeiro lugar, com 40% dos entrevistados afirmando que acreditam em uma vida após a morte, mas não em paraíso ou inferno. Em segundo está a Rússia, com 34%. O Brasil fica novamente em terceiro nesta questão, com 32% dos entrevistados.

Mas o Brasil está em segundo entre os países onde as pessoas acreditam "basicamente na reencarnação", com 12% dos entrevistados. Apenas a Hungria está à frente dos brasileiros, com 13% dos entrevistados. Em terceiro, está o México, com 11%.

Entre os que acreditam que a pessoa vai para o paraíso ou para o inferno depois da morte, o Brasil está em quinto lugar, com 28%. Em primeiro, está a Indonésia, com 62%, seguida pela África do Sul, 52%, Turquia, 52% e Estados Unidos, 41%.

Criação X evolução

As discussões entre evolucionistas e criacionistas também foram abordadas pela pesquisa do instituto Ipsos.

Entre os entrevistados no mundo todo, 28% se definiram como criacionistas, acreditam que os seres humanos foram criados por uma força espiritual como o Deus em que acreditam e não acreditam que a origem do homem viesse da evolução de outras espécies como os macacos.

Nesta categoria, o Brasil está em quinto lugar, com 47% dos entrevistados, à frente dos Estados Unidos (40%). Em primeiro lugar está a Arábia Saudita, com 75%, seguida pela Turquia, com 60%, Indonésia em terceiro (57%) e África do Sul em quarto lugar, com 56%.

Por outro lado, 41% dos entrevistados no mundo todo se consideram evolucionistas, acreditam que os seres humanos são fruto de um lento processo de evolução a partir de espécies menos evoluídas como macacos.

Entre os evolucionistas, a Suécia está em primeiro lugar, com 68% dos entrevistados. A Alemanha vem em segundo, com 65%, seguida pela China, com 64%, e a Bélgica em quarto lugar, com 61% dos pesquisados.

Descrentes e indecisos

Entre os 18.829 adultos pesquisados no mundo todo, um total de 18% afirmam que não acreditam em "Deus, deuses, ser ou seres supremos".

No topo da lista dos descrentes está a França, com 39% dos entrevistados. A Suécia vem em segundo lugar, com 37% e a Bélgica em terceiro, com 36%. No Brasil, apenas 3% dos entrevistados declararam que não acreditam em Deus, ou deuses ou seres supremos.

A pesquisa também concluiu que 17% dos entrevistados em todo o mundo "às vezes acreditam, mas às vezes não acreditam em Deus, deuses, ser ou seres supremos".

Entre estes, o Japão está em primeiro lugar, com 34%, seguido pela China, com 32% e a Coréia do Sul, também com 32%. Nesta categoria, o Brasil tem 4% dos entrevistados.

Fonte: BBC Brasil

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Muçulmanos queimam duas casas de evangelista na Etiópia

Um cristão afirma que muçulmanos extremistas queimaram suas duas casas feitas de palha no dia 29 de março.

O evangelista Wako Hanake, da igreja Mekane Yesus disse que já havia recebido diversas mensagens anônimas exigindo que ele parasse de converter muçulmanos a Cristo. Entre os convertidos, estavam diversas crianças.

“Dentro da casa haviam diversos materiais que estávamos guardando para construir uma casa de alvenaria”, conta Hanake, que tem cerca de 30 anos. “Eu perdi tudo”.

O incidente em Tuka aconteceu quando Hanake estava em uma viagem evangelística. Um vizinho disse que ele e os outros ajudaram a salvar a esposa e os filhos (de 8, 6 e anos) de Hanake.

“Tivemos que resgatar a esposa de Hanake e seus três filhos que estavam dentro das casas onde o fogo estava se espalhando”, disse um vizinho.

Os líderes da igreja disseram que os vizinhos ainda estão abrigando o evangelista e sua família.

“A família perdeu tudo, e temem por suas vidas”, disse um líder de igreja local. “Estamos fazendo tudo o que podemos para prover roupas e alimentos para eles. Apelamos para todos os nossos conhecidos que ajudem a família de Hanake”.





Fonte: Compass Direct

Igrejas evangélicas de Taboão sofrem assaltos

As igrejas evangélicas de Taboão da Serra, em São Paulo, estão na mira dos vândalos e ladrões.

Nos últimos meses pelo menos 8 igrejas da cidade sofreram furtos em vários bairros da cidade. Na maioria delas os acusados entraram durante a madrugada e levaram instrumentos musicais e equipamentos de som entre os quais estão microfones, amplificadores e caixas de som. Para se proteger da onda de assaltos as igrejas e os membros agem como podem reforçando as fechaduras e até mesmo instalando modernos sistemas de monitoramento e alarme.

Os roubos acontecem em igrejas de vários tamanhos e locais. Entre os bairros que já sofreram esse tipo de ação estão o jardim Salete, São Judas, Jardim Roberto, Jacarandá, Pirajuçara. Por conta do número crescente de assaltos os pastores querem chamar a atenção do comando geral da Polícia Militar da região e agendar uma reunião a fim e discutir os assaltos nas igrejas.

O integrante de uma igreja do jardim Salete vítima da ação dos assaltantes disse que eles foram em busca dos instrumentos musicais. Segundo ele, os equipamentos foram comprados com a ajuda de todos os membros da igreja. “O prejuízo aqui foi grande. Não ficamos sem realizar os cultos, mas de uma só vez perdemos tudo o que passamos anos para comprar”, lamentou, acrescentando que a igreja não prestou queixa do roubo apenas decidiu reforçar as fechaduras para evitar novos ataques. “Vamos instalar alarmes”, adiantou.

Foi durante a madrugada que os assaltantes entraram numa igreja do Jacarandá e levaram todos os instrumentos, entre eles contra baixo, guitarra, violão, os pratos da bateria, caixas de som, mesa de som e o raque de potência. O crime aconteceu há seis meses, mas até agora os prejuízos permanecem.

Nas proximidades do jardim São Judas os criminosos entraram na igreja pela janela e levaram todo o material usado na santa ceia foi levado, os equipamentos de som e vários instrumentos.

No Jardim Roberto uma igreja pertencente a uma denominação centenária foi arrombada. Segundo os dirigentes os acusados levaram mais de R$ 20 mil em equipamentos de som e instrumentos musicais diversos.

No jardim São Judas uma igreja que está instalada no bairro há mais de quinze anos teve suas portas arrombadas. Os assaltantes levaram do local várias ferramentas de pedreiros que trabalhavam na reforma do prédio da igreja. Eles ainda destruíram bancos e várias portas a procura de mais objetos para roubar.

Os responsáveis pelas igrejas que prestaram queixa na polícia reclamam que os assaltos não foram devidamente investigados. Eles dizem que mesmo quando um dos pastores de Taboão da Serra sofreu um sequestro relâmpago na divisa da cidade nada foi feito. Na ocasião os criminosos forçaram o pastor a fazer saques nos cartões de credito pessoal e dos cartões da contas da igreja.

Fonte: Jornal na Net

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Polícia Militar proíbe evento da Igreja Mundial no Rio de Janeiro

Segundo a Polícia Militar, a Igreja Mundial, liderada por Valdomiro Santiago , não cumpriu algumas condições para a realização do evento.

A Polícia Militar proibiu a realização do evento religioso da Igreja Mundial do Poder de Deus, que aconteceria na manhã desta quinta-feira (21), no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio.

A decisão foi do coronel Antônio Henrique, comandante do 2º BPM (Botafogo), sob a alegação de que a instituição não cumpriu algumas condições para a realização do encontro. O evento começaria às 9h em frente ao monumento aos mortos da 2ª Guerra Mundial.

Cerca de 800 ônibus eram esperados para o encontro. A CET-Rio já tinha montado um esquema especial de trânsito. A igreja havia contratado cem pessoas para a limpeza do local.

No ano passado, um culto da Igreja Universal reuniu, no dia 21 de abril, um milhão de pessoas em Botafogo, embora a previsão inicial fosse de apenas cem mil. O trânsito ficou caótico em toda a Zona Sul, com reflexos no Centro, até por volta das 22h30m, embora o evento tenha durado até as 19h.

À época, o prefeito Eduardo Paes admitiu o erro da prefeitura ao liberar a realização da cerimônia, mas preferiu não apontar um culpado específico para o caos no trânsito que tomou conta da região.

Até a publicação desta matéria a divulgação do evento ainda estava no site da igreja.

Fonte: O Globo

Após "mensagem divina", homem persegue jovem e é preso no RJ

Suspeito contou ter recebeido 'mensagem de Deus' para casar com a jovem. Delegada disse que homem já tinha mandado de prisão por furto.

Um homem de 27 anos foi preso suspeito de perseguir uma menina de 13 anos em Nilópolis, na Baixada Fluminense. A prisão foi realizada nesta terça-feira (19) em uma rua do município depois que a mãe da adolescente foi à delegacia denunciar o homem, que já tinha um mandado de prisão pendente por furto.

Segundo a delegada da 57ª DP (Nilópolis), Leila Goulart, o suspeito disse em depoimento que recebeu uma mensagem divina para se casar com a menina. “Ele disse que estava sentado na calçada, quando a menina passou olhando para ele. Foi quando eles ‘conversaram em pensamento’ e, nesse momento, segundo ele, Deus enviou uma mensagem determinando que ele se casasse com a jovem, falando que a jovem era a mulher de sua vida”, conta a delegada.

No entanto, de acordo com Leila Goulart, o suspeito corria atrás da menina há mais tempo. “No domingo a menina foi para a igreja. Quando ela sentou no banco, percebeu que um homem sentou ao lado e ficou olhando obsessivamente para ela. Assustada, a menina trocou de banco, mas não adiantou. Ao fim do culto, ela se dirigiu para o pátio da igreja onde o suspeito continuou a persegui-la”, explica.

Ao perceber o constrangimento da jovem, o pastor da igreja ainda tentou intervir e foi ameaçado pelo suspeito, que continuou a seguir a menina até sua casa. Desde então, segundo o depoimento da mãe da adolescente, o homem insistiu em perseguir a menina. “Ele foi atrás. Batia na casa dela, pedindo para casar com ela”, disse Leila Goulart.

Suspeito diz ter ódio de pastor

Ainda de acordo com a delegada, o suspeito não quis falar com ninguém. “Perguntamos se ele queria falar com algum familiar e ele disse que não queria se comunicar com sua família, porque ninguém gostava dele”, disse.

“Ele disse que tem ódio do pastor e ainda o acusou de ser o responsável pela denúncia na delegacia. Ainda segundo ele, o pastor não deveria ter feito isso já que ele tinha recebido uma mensagem de Deus e que aquela era a mulher de sua vida”, finaliza Leila Goulart.

O suspeito irá responder pelos crimes de furto e perturbação do sossego alheio. O caso foi registrado na 57ª DP (Nilópolis).

Fonte: G1

terça-feira, 12 de abril de 2011

Tragédia no RJ: Arnaldo Jabor diz que Deus está ausente. Pastor responde

Arnaldo Jabor, comentarista do Jornal da Globo e da Rádio CBN, afirmou que a tragédia no Rio de Janeiro foi um massacre religioso.

Arnaldo Jabor, comentarista do Jornal da Globo e da Rádio CBN, afirmou em sua coluna no Jornal que a tragédia em Realengo foi um crime religioso e de um Deus louco.

Também comparou a tragédia com as mortes nos dias de Herodes indicando Wellington Menezes de Oliveira como um anjo da morte, termina afirmando que Deus estava ausente.

O pastor presidente da Igreja Cristã da Aliança em Niterói (RJ), Renato Vargens, resolveu escrever um texto em resposta ao comentarista do Jornal da Globo e da Rádio CBN , Arnaldo Jabor, que afirmou que a tragédia em Realengo foi um crime religioso e aponta para um Deus ausente.

Em sua participação na CBN, Jabor fala que o deus atual está virando um deus da morte citando as barbaridades que já foram feitas na história da humanidade em nome de um “deus”.

O pastor escreve que o Deus da Bíblia estava sim presente na escola do bairro de Realengo na última quinta-feira, 7, quando o jovem Wellington Menezes de Oliveira começou a atirar contra as crianças que estavam na escola.

Leia texto do pastor Renato Vargens abaixo:

O comentarista do Jornal da Globo e da Rádio CBN , Arnaldo Jabor, afirmou que o crime cometido por Wellington Menezes de Oliveira em uma escola municipal em Realengo, no Rio de Janeiro, foi eminentemente religioso e que a tragédia em questão aponta para um Deus ausente.

Bom, concordo com Jabor quando afirma que o assassino era um religioso. Na verdade, o pouco que se sabe da vida pregressa deste rapaz, é que ele era um sujeito isolado, frequentador das reuniões promovidas pelos Testemunhas de Jeová, e com significativas tendências ao fanatismo. No entanto, discordo plenamente quando afirma que Deus em meio a tragédia de Realengo, estava ausente.

Caro leitor, ao contrário do que Jabor afirma, o Deus Soberano estava presente em Realengo. O Deus da Bíblia, se fez presente quando livrou um incontável número de crianças de uma tragédia maior. O Deus Soberano estava presente, quando sobrenaturalmente, ministrou conforto e consolo ao coração dos enlutados; O Deus Soberano estava presente, quando através da Igreja e de instituições como o Rio de Paz estenderam a mão de solidariedade àqueles que estão sofrendo em virtude lo luto e da dor; O Deus Soberano estava presente, quando alguns meninos feridos desceram correndo dois quarteirões para chamar os policiais que atuavam em uma blitz no trânsito, a fim de deterem um monstro que pretendia matar muito mais gente do que já havia matado; O Deus soberano estava presente, quando um dos militares, se contrapôs, ao assassino interrompendo assim a brutal sequência de assassinatos.

Bom, talvez ainda assim você esteja perguntando: Se Deus estava presente, porque permitiu a morte de 12 adolescentes? Pois é, nem sempre temos respostas para tudo, contudo, mesmo que do ponto de vista humano não saibamos responder algumas questões que a vida nos impõe, isto não aponta para o fato de que Deus não sabia o que iria acontecer naquela manhã, ou até mesmo que se encontrava ausente.

Caro leitor, as Escrituras Sagradas nos ensinam que Deus é absolutamente Soberano. Como o Deus Todo-poderoso, Ele governa o mundo. Ele é o Rei dos reis, o Senhor dos senhores, o Altíssimo Deus. A Ele pertence todo poder e toda autoridade para fazer o que lhe agrade em cima nos céus e em baixo na terra. O mundo e tudo que nele há é o Seu mundo e que toda criatura existente neste mundo está debaixo de domínio e poder.

Isto posto, concluo como uma frase do teológo canadense J.I.Packer, que diz: que a mão de Deus até parecer estar escondida, mas o seu governo é absoluto.”


Renato Vargens

Envolvimento com a vida religiosa cada vez mais tardia

O aumento da expectativa de vida faz com que as pessoas procurem apoio espiritual cada vez mais tarde, é o que aponta estudo realizado no Reino Unido.

Segundo Elissaios Papyrakis e Geethanjali Selvaretnam, autores da pesquisa, para reverter esse quadro, as igrejas devem procurar mostrar os benefícios sociais e espirituais que participar de congregações religiosas traz, para assim atrair mais jovens.

A pesquisa analisa o impacto da expectativa de vida na religiosidade, o grau de dedicação religiosa e de expressão, e as decisões tomadas pelos indivíduos sobre quando envolver-se na religião. O estudo analisa a religiosidade através de um custo-benefício do modelo econômico, onde as decisões em cada momento em que dependem de benefícios sociais e espirituais acompanham a adesão religiosa, a probabilidade de entrar no céu depois da morte, bem como os custos de religião formal, em termos de tempo dedicado às atividades religiosas.

Em países desenvolvidos, constata-se uma redução significativa do número de fiéis nos últimos 50 anos. Contudo, em países da América-latina e da África subsaariana a adesão religiosa continua forte. Segundo os pesquisadores, como a religião aponta para benefícios futuros, as pessoas estão adiando procurá-la porque acreditam que vão viver mais.

"À luz do aumento da expectativa de vida, é importante enfatizar os benefícios sócio-econômicos e espirituais que podem ser apreciados durante a vida na Terra, por exemplo, expandir o círculo social de uma pessoa, atividades comunitárias, a plenitude espiritual, apoio e orientação, ao invés da incerteza de recompensas na outra vida. Estes benefícios podem compensar o impacto negativo da expectativa de vida na religiosidade - que na prática reduz a preocupação com a vida após a morte - e, portanto, incentivar o envolvimento religioso", diz Papyrakis.

Fonte: Boa Saúde

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Pastor é encontrado morto dentro de igreja

Segundo informações da esposa da vítima, Maria José Neves dos Santos, de 39 anos, Cosmo fazia tratamento psiquiátrico e tomava remédios controlados.

Cosmo Rocha dos Santos, de 33 anos, pastor da igreja evangélica Pentecostal Coluna de Fogo, foi encontrado morto, enforcado, na tarde desta quinta-feira, 7, dentro da igreja, onde ele também residia, localizada na Avenida Pajuçara, no Conjunto Village Campestre II.

Segundo informações da esposa da vítima, Maria José Neves dos Santos, de 39 anos, Cosmo fazia tratamento psiquiátrico e tomava remédios controlados. Ela contou à reportagem do Alagoas24horas que foi à casa de uma amiga e, ao retornar, cerca de 20 minutos depois, encontrou o marido morto sobre a cama do casal.

De acordo com o sargento Cícero Manoel, do Batalhão de Policiamento de Guarda (BPGd), aparentemente se trata de um suicídio. “O corpo foi encontrado de joelhos sobre a cama, com um fio de telefone envolta do pescoço”, contou o policial.

A morte do pastor chocou a comunidade, principalmente os frequentadores da igreja, que o consideravam um homem tranquilo.

Fonte: Alagoas 24 Horas

Evangélico dá seis facadas na ex-mulher por não aceitar a separação

Enésio Pinto Teixeira, 46 anos, está foragido desde que tentou matar a ex-mulher Luciene Rodrigues Lúcio Teixeira, 31 anos, com seis facadas após uma discussão, em Pontal do Araguaia, na divisa com Barra do Garças. O crime surpreendeu a todos na pequena cidade de cinco mil habitantes, pois segundo informações Enésio é evangélico e considerado um homem tranquilo e pacato.

Segundo a polícia, o acusado não aceitava a separação e tentou reatar o relacionamento com a ex-mulher no sábado (9), por volta das 22h30. A tentativa de Enésio não deu certo e a conversa acabou virando briga com desfecho trágico, ele a esfaqueou seis vezes a ex-companheira. Após cometer o crime, Enésio fugiu do local e está desaparecido até agora.

A Polícia Militar fez algumas rondas pela cidade de Pontal, mas não conseguiu localizar o acusado. O crime aconteceu na rua Jorge de Almeida, no setor João Rocha. A família de Luciene informou que ficou espantada com a notícia sobre o esfaqueamento e pediu a prisão do acusado.

Depois de ser atendida pelos médicos em Barra do Garças, a pontalense foi conduzida para um hospital em Goiania-GO pois necessita de uma cirurgia no abdômen atingindo pelas facadas do ex-esposo. Um amigo da família informou que o quadro clinico de Luciene inspira cuidados.