quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Igreja que cuida de dependentes químicos pede ajuda para manter projeto

A igreja Ministério Pentecostal Tabernáculo da Glória (MPTG) passa por dificuldades financeiras em relação a pagamento de contas.

A igreja Ministério Pentecostal Tabernáculo da Glória (MPTG) que atende mais de 100 dependentes químicos em duas sedes na rua Joaquim Nabuco, bairro Amambai e em uma chácara às margens da BR-262, a 30 km de Campo Grande, saída para Três Lagoas passa por dificuldades financeiras em relação a pagamento de contas básicas como água, luz, alimentação e outros.

Mesmo com as dificuldades financeiras junto com a falta de apoio do poder público, a igreja pretende aumentar o atendimento com uma nova sede para abrigar mulheres que sofrem de dependência química. A música, teatro e dança são um dos meios utilizados na recuperação dos dependentes.

O atendimento do MPTG é feito hoje com homens de diferentes faixas etárias que na sua maioria viviam em terrenos baldios, calçadões e obras abandonadas, quase todos deserdados pela família.

De acordo com o pastor e advogado Milton Marques que largou a advocacia pela causa, conta exemplos de restauração física, emocional, ética, social e profissional. Segundo ele o leque de resgates é amplo, com dezenas de ex-dependentes que depois de cumprir o estágio de tratamento na Clínica da Alma do MPTG – seis meses, no mínimo – retomaram a normalidade da vida.

Sendo que uns voltaram à sala de aula, outros conseguiram novas chances de emprego, formaram família ou optaram pelo pastorado.

Quem quiser ajudar pode entrar em contato pelo: 9925-6636 ou 9951-1930 e falar com o pastor Milton Marques.

Fonte: MidiaMax

Nenhum comentário:

Postar um comentário