terça-feira, 26 de abril de 2011

Polícia prende grupo de cristãos que iria realizar culto de Páscoa

A polícia em Beijing prendeu mais de 30 cristãos evangélicos quando eles tentaram se reunir ao ar livre para realizar o culto de Páscoa e decretou prisão domiciliar para outros 500, dando continuidade à perseguição aos dissidentes, que incluem advogados, bloggers e ativistas de direitos humanos.

Líderes de igreja e a organização cristã ChinaAid confirmaram que cerca de 30 cristãos foram detidos. Foi a terceira vez nas últimas semanas que a polícia prendeu os membros dessa igreja enquanto tentavam se reunir para cultuar.

Shouwang é uma das igrejas não registradas – nome dado às congregações que não são reconhecidas oficialmente pelo governo – mais conhecidas da China, e tem cerca de mil membros.

O pastor da igreja, Jin Tianming, está entre os que receberam ordem de prisão domiciliar. Ele disse que os policiais vigiaram sua casa 24 horas seguidas, para impedir que ele saísse.

“Eu não estou com medo”, diz o pastor. “Eu não penso muito em minha situação individual. Como pastor, minha preocupação é com as convicções religiosas”.

A maior parte dos cristãos ficou detida até a noite de domingo.

Fonte: Missão Portas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário